Meu cunhado me comeu na piscina

Era domingo e como sempre tinha churrasco na casa do meu sogro, então eu e minha mulher, linda por sinal, partimos para casa do sogrão, Seu Antonio.
Meu cunhado o Ricardo também é casado, com a Valeria, tem uma filha e eu também tenho duas filhas com a irmã dele, as meninas tem quase a mesma idade e então lá pelas quatro da tarde meu sogro resolve fazer a vontade das netas e leva todas as mulheres ao shopping.
E ai tudo aconteceu, eu e o Ricardo ficamos sozinhos na piscina, então começou aquelas brincadeiras de tentar afogar um ao outro e tal, até que ele me pega de costas pra tentar me afogar e eu sinto o volume daquele pau bem na minha bunda, na hora adorei, mas disfarcei um pouco.
Quando fomos para o chuveiro, enquanto ele se ensaboava observei o pau dele grosso, cabeçudo (rosa), e pesado balançando, com
suas bolas simétricas e depiladas.
Conforme íamos conversando assuntos do cotidiano, ele percebeu que eu estava observando e desejando seus dotes físicos, foi quando me deu um tesão incontrolável e sem expressarmos uma só palavra, rapidamente invadi o espaço do chuveiro e cai de boca com muita vontade.

LibidGel

O pau dele subiu rapidamente, ele tinha um pau cabeçudo de encher a boca, aproveitei cada centímetro daquele mastro, que deveria ter uns 21 cm, então ele gozou na minha boca, aquela porra quente escorrendo no queixo.
Depois do banho deitamos em umas cadeiras na beira da piscina, e ele tirou o pau pra fora da bermuda e falou ¨EU QUERO TE COMER¨ e eu respondi ¨SAI FORA¨ e pulei na piscina.
O Ricardo, pelado, pulou atrás, começou a rossar a pica em mim, eu me virei, me apoiei na escadinha da piscina e ele com o pau muito duro começou a enfiar bem devagarinho, até que quando eu percebi ele estava socando toda aquela pica enorme em mim.

LibidGel

Me comeu muito parecia que nunca ia gozar, uma delícia, nunca tinha sentido tanto tesão, então ele me puxa com força e soltando um gemido esplode de tesão e me lava com aquela porra, eu sentia, quente, escorrendo do meu rabo.
Então eu mergulhei na piscina e me bateu um desespero, olhei pra ele e falei ¨MEU DEUS, O QUE A GENTE FEZ, ISSO VAI DAR MERDA, TU NÃO PODE CONTAR, POR FAVOR¨.
Ele me deu um beijo na boca e falou ¨FICA TRANQUILO, FOI A MELHOR FODA DA MINHA VIDA¨
No final do dia fomos embora, cada um para suas casas e com nossas familias.

Na segunda feira, bem cedinho, nem era oito horas, ele me manda um watts com a foto do pau duro, escrito o seguinte ¨ACORDEI PENSANDO EM TI, INVENTA UMA DESCULPA QUE NÃO VAI ALMOÇAR EM CASA, EU PAGO O ALMOÇO E O MOTEL¨
E é claro que eu fui almoçar com ele, mas essa história eu conto outra vez.

Posted in Gay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *