Cdzinha raquel

Uma vez num ano em que eu estava de férias na escola tive o convite de uma tia,de estar uns dias em casa dela mas também devido ao seu trabalho e do marido dela,eu ficar a substitui-los nuns afazeres:levar bebida e fazer comida a um senhor que ia arranjar e trabalhar numa quinta deles.Ora eu sou moreninho de olhos esticados como os indios do brasil e tinha um cabelo muito longo e encaracolado,meio ondulado e acho que uma carinha de menina(uma vez assobiaram-me e diziam “coisas” quando andei junto a uma obra,tava a ir à escola e baixei a cabeça,tinha entendido que eu aos olhos deles era uma mulher e tive vergonha e medo!!!Mas naquelas férias tinha de muito cedo tar lá ou então até dormir lá.O homem começava cedo mesmo,às 6 da manhã tava lá e eu fazia-lhe café.Mas com aquela coisa de curiosidade e idade nova às

Continue lendo Cdzinha raquel…

Meu tio me fez virar cdzinha

Sempre passei as férias no interior. Casa de avó. Dormia num quarto com um tio. Ele tinha uns 30 anos. Eu tinha 18 anos. Ele me iniciou a beber. Dormia lá tranquilo, no quarto onde a cama que sobrava. Era um quarto separado da casa. Sempre foi normal, mas acordei um dia na madrugada com algo estranho. . Minha bunda sendo alisada. Fiquei com medo no princípio mas sabia que só o tio poderia estar fazendo isso. Abri os olhos dscretamente.

Era ele mesmo, com o pau pra fora. Ele pegou minha mão e fez segurar no pau dele. Fiquei com medo, mas eu tinha essa vontade disso. Continuei fingindo estar dormindo. No da seguinte fomos recolher os galões de leite das fazendas para entregar nas cooperativas. Ele olhava pra mim com um modo estranho. Ele percebeu que eu acordei na noite. Numa das fazendas ele me chamou pro mato, pedindo pra eu ajudar a pegar um latão de leite que estava em desuso. Fomos pra uma

Continue lendo Meu tio me fez virar cdzinha…

Trans foi ativa comigo

Sou casado e não estava em dos meus melhores dias passando por vários problemas até que houve um dia de discussões com minha esposa peguei o carro e sai parei em um bar tomei uma cerveja e fiz a besteira entre aspas de tomar duas doses de conhaque oque me fez ir diretamente atrás de mulheres andei muito com meu carro não achei nada até que me lembrei de um ponto de travesti confesso que sempre fui machão mais morria de tesão em ver aqueles corpo lindos quando passava e minha curiosidade em comer uma era muita passei de carro duas vezes uma loira me chamou muito atenção voltei parei em uma rua antes dei sinal com luz do carro ela desceu e perguntei valor do PG ela disse era Continue lendo Trans foi ativa comigo…

Mulata carinhosa

Este conto é real, moro em Poços De Caldas,sul de Minas. Todo final de ano o meu patrão viaja para o Rio de Janeiro pois tem uma parte da família que mora lá, por isso ele me pediu para ir na sua casa todos os dias pra ver como estão as coisas por lá.
Já saí algumas vezes com travesti, apenas chupava e ia embora, não tinha coragem de me entregar, mesmo sentindo uma grande vontade de sentir um pau grosso e quente entrando em meu cuzinho. Até que certa noite eu estava indo até a casa, verificar se estava tudo certo, passei pelo ponto dia travesti aqui no centro da cidade,próximo ao mercado Municipal e vi a Luana, uma mulata deliciosa, com um corpo perfeito e um pau enorme que já tive o prazer de engolir várias vezes. Não me contive, de a volta no quarteirão e me aproximei dela é perguntei se ela estava livre, ao ouvir o seu sim a convidei para

Continue lendo Mulata carinhosa…

Minha trans favorita

Eu nunca tinha saído com uma garota trans, o nome dela é Rafaela. Baixinha morena dos cabelos curtos até os ombros, um sorriso lindo, peitinhos pequenos e uma bunda redondinha.
Essa menina é muito meiga, para falar a verdade, acredito que não foi uma tranza vazia, conversamos muito pelo face e combinamos de sair pra tomar um sorvete. Rimos muito bebemos ela me chamou pra casa dela.
A Rafa mora com um amigo gay, porque apesar de novinha teve que sair de casa pois não era aceita pelos pais, o amigo não estava em casa. Entramos tomamos umas cervejas e jogamos conversa fora até tarde, lá pelas 02:00 estavamos nos

Continue lendo Minha trans favorita…

Minha tia trans

Olá, eu sou o Túlio, tenho 19 anos e morava em Goiânia com meus pais, e meu pai tinha um irmão, melhor irmã, que era trans e morava em Londres, eu não me lembrava dela, pois quando ela se mudou eu era muito pequeno, meu pai não aceitava a irmã e nunca falava nela. Eu sempre tive curiosidade em vê-la e as vezes perguntava para minha mãe, mas ela respondia pouco, até que minha avó falou que ela estava voltando para passar umas férias. No início fiquei curioso, mas só por curiosidade mesmo.

Quando ela chegou fui logo na casa da minha avó vê-la, ela trouxe muitas coisas para minha avó e minha avó até convenceu meu pai de visitá-la, nós fomos lá e quando a vi fiquei encantado, ela era uma mulher alta magra, com um corpo muito bonito, ela tinha 44 anos e quem olhasse sabia que era um travesti, mesmo assim achei seu corpo perfeito, sem exageros, umas pernas malhadas, a bunda bonita, redondinha sem silicone, a barriga chapada e os seios pequenos de hormônios e talvez o que mais chamava a atenção era sua postura, de confiança e elegância.

Continue lendo Minha tia trans…

Casa das Panteras – o lugar onde os homens são comidos

Já se passaram alguns anos, agora já posso contar o que houve na infame Casa das Panteras, empreendimento de diversão adulto voltado para homens apreciadores do terceiro sexo.
Sempre apreciei as maravilhosas travestis paulistanas, tinha o hábito de sair com alguma pelo menos uma vez por semana, devido a isso acabei conhecendo alguns outros apreciadores em chats e blogs, algumas vezes organizamos uma ou outra orgia, mas sentíamos falta de um ambiente onde pudéssemos beber e nos divertir além do sexo, tipo um puteiro, mas com travestis. Resolvemos eu e mais dois amigos organizar isso, primeiro definimos as regras, 1ª Sempre alugar locais discretos, 2ª Jamais repetir a locação de maneira consecutiva, 3ª Sempre ter mais trans do que clientes, 4ª Sempre

Continue lendo Casa das Panteras – o lugar onde os homens são comidos…