Meu marido não gosta de fazer sexo anal comigo

Meu marido não comia meu cu, então dei pro meu cunhado com o aval da minha irmã. Era um domingo, aniversário do meu marido, e todos na minha casa almoçando e tomando umas cervejinhas, mais tarde fomos pra piscina até que ficamos eu e minha irmã num canto conversando, quando seu marido chegou perto de nós nos oferecendo mais cervejas. Ele estava só de sunga pois havia acabado de sair da piscina, e pude observar pela sua sunga molhada o contorno da sua rola semi dura, pois ficava bem delineada, olhei pra minha irmã com um leve sorriso, e ela percebeu a situação, meio constrangida depois da saída dele me pediu desculpas, apenas falei: Sortuda você em!!! Rimos e começamos a falar de sexo comentando sobre o tamanho das rolas dos machos ali presentes. Comentei do meu marido e ela do dela, aí eu disse que a única decepção que eu tinha em relação ao meu, era dele não comer meu cu, pois eu tinha verdadeira loucura em dar o cu e ele não me comia, achava que era uma coisa suja, foi quando ele comentou que o seu marido era louco pra comer o dela, mas ela é quem não queria, pois ela certamente não agüentaria aquela tora do marido enfiada em seu rabo, pois todas as mulheres com quem ela conversava sobre o assunto

Continue lendo Meu marido não gosta de fazer sexo anal comigo…

Negro arrombando o cu virgem da esposa safada

O que passo a narrar não decorre de uma mente ficcional, pois aconteceu na realidade. Embora o meu casamento de 25 anos estivesse transcorrendo sem grandes problemas conjugais, do ponto de vista sexual, estava frio como a Sibéria. Eu e minha esposa mantínhamos apenas diálogo formal, para consumo da sociedade. Na cama raramente tínhamos qualquer tipo de contato, tal era o desinteresse de ambas as partes. A nossa vida sexual anterior a este período era bastante convencional. Embora praticássemos sexo com alguma frequência, não aconteciam práticas mais ousadas. Oral era o mais convencional possível e anal nem pensar. Era o papai com mamãe com pouquíssimas variações. Apesar de tudo mais imaginei que a minha esposa pudesse me trair. Não me parecia ser o perfil dela. Não apresentava quaisquer traços de uma mulher fogosa e sedenta por sexo.
Mas um dia fui forçado a mudar de opinião. Vamos aos fatos sem qualquer pincelada de ficção. Continue lendo Negro arrombando o cu virgem da esposa safada…

Ganhei um boquete da casada safada

Olá! podem de chamar de Petter, tenho 31 anos sou casado tenho 1,75 de altura peso uns 77 kilos e a protagonista da história podem chamar de Barbara, 32 anos casada 1,60 de altura, branca, cabelos pretos na altura da cintura de olhos castanhos pesando uns 70 quilos, muito atraente principalmente pelo belo sorriso e simpatia, além de ter ums enormes peitos.
Eu e Bárbara somos amigos de turma em um curso de informatica que faziamos no periodo da manhã , sentavamos um do lado do outro e sempre conversamos sobre varios assuntos inclusive sobre nossos problemas de casamento. Ela reclamando do marido que vivia em bares enchendo a cara e eu falando da minha esposa que só queria saber de dormir e viver atrás de passearcom as amigas. Continue lendo Ganhei um boquete da casada safada…

Traindo o meu marido no trabalho

Amigos do contos eróticos, essa história que vou contar agora ocorreu no comecinho do ano e espero que vocês curtam. Eu me chamo Noêmia, tenho 34 anos e trabalho como secretária numa empresa. Voltei de férias com as energias renovadas e muito mais bonita, chamando a atenção dos meus colegas de trabalho e do meu chefe, o seu Ronaldo.

Ele é um coroa de uns 45 anos, grisalho, bem bonitão e com cara de safado. Ele vivia me secando com os olhos e eu achava uma delícia aquele homem poderoso dando em cima de mim, mas como sou casada eu sempre me mantive discreta.

Meu casamento até hoje anda uma bosta, meu marido já me traiu algumas vezes e eu fui perdoando, mas quando ele repetiu pela terceira vez tudo que eu sentia por ele foi morrendo, nem transar a gente transava mais e tinha dias que eu tava subindo pelas paredes e tinha que me aliviar tocando uma siririca bem gostosa. Continue lendo Traindo o meu marido no trabalho…

Fazendo o trabalho para meu corno manso

Ola sou Adriana esposinha liberada pelo maridao corno manso!!!!!!!!!!!!!! Eu e meu marido ultimamente estamos realizando muitas fantasias, a maioria fantasias dele que claro eu embarco, compartilho e estou adorando, me envolvendo cada dia mais, confesso no início não foi tão empolgante, mas com o passar dos dias e com os acontecimentos recentes e liberações dele comigo venho ficando cada dia mais com apetite e imaginação para facilitar com que as coisas aconteçam, e dessa vez foi bem isso, deixei as coisas acontecerem.
Meu marido encontra se fazendo alguns cursos de aperfeiçoamento na área dela, são muitos cursos seguidos a cada 5 dias termina um e inicia outra sem interrupção até mesmo aos finais de semana, com isso ele não tem tempo de fazer o que habitualmente faz, alguns negócios extras fora sua atividade principal, esses afazeres recaíram sobre mim, e é claro os faço sempre com maior prazer, afinal é para nosso bem e para nosso crescimento, nesse caso inclusive conclui a missão com maior prazer possível, ele tem alguns negócios financeiros com alguns amigos, parceiros e conhecidos e nesse caso ele teria que retirar alguns documentos e entregar Continue lendo Fazendo o trabalho para meu corno manso…

Fiz meu marido comer minha amiga safada

Meu apelido é Malú. Sou bem coroa, com 1,63m, cheinha, cabelos escuros e lisos. Tenho um bumbum muito elogiado e cobiçado. O rostinho é um sucesso no Badoo e Facebook. Não tive filhos. Talvez por isso os seios são firmes e os biquinhos rosados. Quem provou minha xaninha sempre diz que é muito apertadinha, mesmo quando toda melada.
Sou bem casada com Moacir. Mais de duas décadas de amor recíproco. Hoje ele é meu amante predileto. Mas não foi sempre assim. Até dez anos atrás ele era bem quadrado em matéria de sexo. E eu, uma esposinha fiel e insatisfeita. Tudo começou quando reencontrei uma colega de colegial e acabei pulando a cerca, aventura essa narrada no relato ¨O primeiro chifre no meu marido¨.
Minha amiga Nice e seu esposo Flávio, eram bem liberais, com muitas sacanagens no currículo. Contei a ela que eu tinha transado com um estranho. O mesmo que tinha comido ela. E me sentia péssima por ter traído Moacir. Nice me consolou, dizendo que eu era uma tolinha por ter perdido tanto tempo. E que deveria compensar meu marido, deixando-o me chifrar. Assim, o sentimento de culpa recíproca seria anulado. Continue lendo Fiz meu marido comer minha amiga safada…

Não comi a mulher safada do meu amigo

Tive um sobressalto, quando Luciana, sem mais nem menos, colou seus lábios aos meus. A surpresa foi tamanha que, sem reação, nem correspondi. Estavamos na cozinha da minha casa. Ela tinha vindo pegar cerveja e eu fatiando mais salame. Dava para ouvir as vozes da minha esposa e do Nilson, marido da Lu, dialogando na beira da piscina.

Por essa não esperava! Jamais havia passado pela minha cabeça algo assim. Francamente, nunca tinha reparado nela como mulher, dona de orifícios de prazer, de receptáculos para ejaculações! Lu era uma mulher comum, de cabelos lisos e castanho-claro, quase loira, delgada e baixinha, tipo mignon, ar de ninfeta, rosto de menina, dissimulando os trinta e poucos anos.

Nilson, é gerente administrativo da empresa onde sou, assessor jurídico da presidência. Tenho varios colegas, sou popular e querido, mas, amigos mesmo, são raros. Nilson é um deles. De socorrermos um ao outro, de apoiar incondicionalmente nas horas difíceis. Continue lendo Não comi a mulher safada do meu amigo…

Primeira vez dela com outro

Relato real, com nomes fictícios, ficou um pouco extenso, mas queria contar a história desde o início.
Ola, sou o João e minha esposa vamos chamar de Maria, vou contar como tudo começou, a muitos anos venho pedindo para minha esposa pra fazermos swing, ela sempre negando e dizendo que isso não é certo e tal. Desde que comecei com essa vontade fiz uma conta para nós em uma rede social voltada a pessoas que praticam swing, e lá conehci algumas pessoas com quem conversava sobre o assunto. Depois de muito tempo, convenci ela para sairmos com um casal, apenas para sexo no mesmo ambiente, ela topou, conversamos então com um casal desse site, fizemos algumas brincadeiras por webcam e tal, eles muito divertidos, resolvemos sair, fomos jantar os 4 e após a janta fomos até a casa deles, rolou apenas mesmo ambienre, nem carícias foram trocadas, mas foi muito bom. Passado algum tempo, fomos repetir a dose, fomos jantar na casa deles e mesmo ambiente de novo. Quando estávamos Continue lendo Primeira vez dela com outro…