Minha esposa com o negão eletricista

Boa pessoal, demorei mas voltei para contar como minha esposa deu para o negão eletricista da reforma de nossa empresa, o conto será dividido em três partes, vocês entenderão o porque.

Não vou fazer apresentações, quem quiser ter uma noção de como é minha esposa, leia o conto anterior, aonde conto quando ela saiu com o amigo da academia.

Meus contos são longos e detalhados, então são extensos.

Continue lendo Minha esposa com o negão eletricista…

Minha Esposa e Dois Negões roludos

Olá , me chamo Paulo e minha esposa se chama Janaina, ela é branca , magra , porém com lindas curvas , cintura fina e bumbum bem redondinho, hoje ela está com 30 anos diferente do conto anterior quando ela tinha 29 anos. Um ano se passou desde a nossa última aventura com o negão africano que visitava o Brasil. Lembrando que esse conto aconteceu em 2020.

Continue lendo Minha Esposa e Dois Negões roludos…

Fodi Minha Mulher Gozada, achei que era tesão

Logo que fui morar com essa minha nova mulher, ela trabalhava de doméstica na casa de uma Senhora, que, por sua vez, tinha três filhas. Uma apenas morava com Ela e outra morava no mesmo prédio e era casa com um negão do cabelo Black.

As poucas vezes que conversava com minha mulher a respeito do trabalho dela, sempre fala algo sobre o tal negão. Nada de mais, mas sempre rolava o nome do Black Boy. Como havíamos nos conhecidos a pouco, era nosso segundo mês morando juntos. Ainda não tínhamos intimidades o suficiente para falar sobre nossas fantasias.

Continue lendo Fodi Minha Mulher Gozada, achei que era tesão…

Minha putinha dando o cuzinho

Conheci a Juliana em um site de relacionamentos e quando a vi, meu pau ficou duro na hora. Loirinha, com 1,55, 48 quilos, bem minhonzinha, olhos verdes claros, seios pequeninos e bumbum apetitoso.

Começamos a bater um papo durante algumas semanas e tivemos afinidade logo de inicio. Marcamos nosso encontro, já decididos onde gostaríamos de chegar rs. No primeiro dia que nos encontramos já ganhei um beijinho na boca, fiquei até meio sem graça, mas sabia que ela queria o mesmo que eu.. Fomos para um restaurante, jantamos e rolou altos papos. Perguntei se gostaria de dar um passei de carro e depois, passaríamos na na minha casa, para que ela conhecesse, pois morávamos bem próximos um do outro, quando entramos em casa, logo servi um vinho para esquentar e em seguida estávamos nos devorando no sofá, ela estava vestido curto, com decote e salto alto fechado.

Continue lendo Minha putinha dando o cuzinho…

Minha esposa, eu e o outro

Somos um casal de Brasília que nunca tivemos experiência com trocas de casais ou swing, embora já tenhamos ido duas vezes em uma boate do gênero em nosso cidade.

Essa é a primeira vez que publico algo que escrevi, mas, sempre tive o costume de escrever a ela. Então, dessa vez resolvi postar e assim mostrar os comentários a ela.

Sou o Leonardo, tenho 38 anos, moreno claro e corpo normal. Ela é a Renata, 45 anos, corpo lindo e bunda e seios que são meu verdadeiro tesouro.

Continue lendo Minha esposa, eu e o outro…

Minha esposa na boléia

A aventura que passo a relatar aconteceu há alguns meses. Para quem ainda não leu meus relatos, somos um casal de maduros, ele branco, magro, 1,70m, pelos pelo corpo que ela adora, ela, loirinha, baixinha, seios médios, xana depiladinha, bundinha empinada. Nosso parceiro de aventura é um caminhoneiro, e já algum temo eu tinha dito para ele que minha fantasia era ver minha esposa fodendo na boleia do caminhão. Combinamos tudo, e marcamos encontro em um posto de gasolina na saída da cidade. Minha mulher estava de saia curta, por baixo uma micro calcinha, blusa decotada sem sutiã, e salto alto. Quando chegamos ele já estava no estacionamento aguardando com a porta de passageiro aberta, parei do lado e minha esposa subiu, nossa! A imagem dela subindo era muito excitante. Sentou-se do lado, fechou a porta, e pelo que eu

Continue lendo Minha esposa na boléia…

Putinha a noite

Depois de uns contratempos e algum tempo sem se ver, eu e meu macho, começamos a trocar mensagens novamente, sempre tivemos uma relação de muito tesão, sem muitas afinidades no dia a dia, mas na cama pegava fogo, era só encostar de leve que o pau dele ficava muito duro e a minha bucetinha enxarcava, sem fazer muito esforço. Qualquer toque pegava fogo e o tesão explodia incontrolável.

As mensagens foram ficando cada vez mais picantes e a gente tinha que se comer, de qualquer jeito.
Estava difícil marcar um dia na nossa agenda, eu trabalho de dia, ele até bem tarde (início da madrugada), então combinamos dele sair do trabalho e ir até minha casa, provavelmente eu já estaria dormindo, mas ele tinha a senha para entrar, pedi pra ele me ligar um pouquinho antes, pra eu já ficar esperando acordada e não me assustar.

Continue lendo Putinha a noite…