Minha prima bateu uma punheta pra mim

Olá.Sou novo no site e esse é meu primeiro conto.Uma historia Real que aconteceu comigo esses dias.os nomes que vou usar para relatar o acontecimento que aconteceu esses dias não são os nossos nomes verdadeiros.Eu Breno (nome nao verdadeiro) Tenho 22 anos, 1,78 de altura moreno com um corpo malhado.Esses dias foi aniversario de minha irmã pequena e minha mae me ligou avisando que ela faria uma festa pra minha irmã e queria que eu comparecesse,então eu disse que tudo bem eu iria e que também dormiria na casa da minha mae pois teria de resolver ums negócios na minha cidade natal e se hospedaria lá por ums dias e depois voltaria.Chegando lá cumprimentei todo mundo e dei o presente da minha irmã a ela e quando estava indo ao meu quarto guardar as roupas quando apareceu minha prima Mirelly(nome nao verdadeiro) que fazia um tempinho que nao a via me abraçando dizendo que estava com saudades e que eu estava lindo eu a elogiei também dizendo que ela estava muito gata que com certeza devem ter varios na cola dela(minha prima era uma morena linda de rosto,alta com peitos médios e uma bunda deliciosa.essa minha prima é um tesao desde a adolescencia eu tenho desejo por ela mas nunca tive coragem de chegar nela por medo do qual Continue lendo Minha prima bateu uma punheta pra mim…

Como tudo começou

COMO TUDO COMEÇOU.
Meu nome é Jelson, iniciei a minha vida sexual por volta dos 13 anos. Morávamos num sítio numa pequena cidade do interior da Paraíba. No mesmo sítio também moravam a minha tia e meus primos (Edvaldo- 14 anos, Divanilson- 11 anos e Elisson- 13 anos). Minha mãe se separou do meu pai tão logo meu irmão mais novo nascera (Messias- 12 anos), durante esse tempo mamãe se relacionava com alguns homens que não durava muito tempo. Vivíamos todos em plena harmonia, ajudávamos nos trabalhos no sítio pela manhã e, a tarde todos íamos para a escola que ficava na cidade. A distância era de aproximadamente uns dois (2) km e, fazíamos esse percurso andando, era muito divertido, pois brincávamos muito até chegar à escola. A tarde estudava na mesma escola Eu, Edvaldo e Elisson. Meu irmão Messias e Divanilson estudavam pela manhã. Durante o percurso se juntavam a nós outro garoto que morava próximo do nosso sítio (Léo- 13 anos), íamos e voltávamos juntos. Num certo dia algo aconteceu que mudaria um pouco a minha vida. Lembro-me bem que naquela tarde apenas eu e Edvaldo fomos juntos para a escola, Elisson e o nosso amigo Léo não foram. Seguíamos brincando e conversando e, em determinado momento não sei o motivo ele foi me alisando e passando a mão em minha bunda, nunca havia lhe dado motivos para tal atitude e isso aconteceu durante quase todo o percurso. Continue lendo Como tudo começou…

Virei a Putinha safada do meu Cunhado

Bom dia! Me chamo Andreia, tenho 19 anos, sou morena, cabelo na altura dos ombros, olhos cor de mel, seios médios, bumbum bem grande e um corpo normal, pois não tenho tempo de ir para academia devido estar trabalhando muito.
Bom, a exato 3 anos eu namoro Joaquim. Um menino muito trabalhador sabe… E muito lindo também. Eu sempre fui completamente apaixonada por ele, afinal, ele tinha sido o primeiro e único homem da minha vida, mas essa história mudou totalmente, e foi exatamaente com o irmão dele, e isto tudo conto agora para vocês.
Como meu namorado tem o teu próprio quarto, eu sempre durmo nos finais de semana na casa dele, e foi justamente em uma sexta-feira que eu acabei saindo mais cedo do trabalho. Como eu tinha uma cópia da chave da casa dele, fui direto para lá, pois assim eu tomaria um banho e dormiria um pouco enquanto ele não chegava. Ao chegar lá notei um silêncio imenso, então gritei pelo meus sogros. Continue lendo Virei a Putinha safada do meu Cunhado…

Comendo as minhas duas primas

Me chamo Bruno tenho 19 anos, 1,78 de altura, cabelos curtos, pretos e olhos castanhos. Tenho duas primas, Kemily 14 anos, 1,54 altura, cabelos até a cintura, olhos castanhos, e Larissa, 1,58 de altura, cabelos até o meio das costas, olhos castanhos. Fui a casa de minha tia, fica a uma hora daqui, no caminho eu observava Kemily, seus peitos pequenos e pontudos, sua bunda média durinha, ela me proporcionava muito tesao, e varias punhetas na semana, minha vontade era ir da cidade onde eu moro até a casa da minha tia em outra cidade tocando uma siririca para Kemily, mas infelizmente eu não podia fazer isso, porque meu primo estava ao nosso lado. Chegando na minha tia vi minha prima Larissa, seios médios bem durinhos, e bunda média, durinha tbm, ela também me proporcionava muito tesao, cheguei lá e olhei minha prima de cima a baixo, meu pau ficou duro na hora. Cumprimentamos todos e o dia passou normalmente, ao longo do dia eu imaginava algumas aventuras para nós três, ia ao banheiro e batia uma punheta e gozava muito pensando naquilo. Chegou à noite e todos os quartos estavam ocupados, fui dormir em um quarto junto com minhas outras duas primas, por sorte dormimos juntos em 3 colchões, colocados um ao lado do outros, deitamos de forma aleatoria e por sorte minha fiquei no meio das duas, a partir daquela noite faria de tudo para realizar minhas aventuras que eu tinha imaginado ao longo do dia. Eram umas 2 horas da manhã e estavam todos dormindo, eu ainda estava acordado e pensei “é agora ou nunca”, com minha mão Continue lendo Comendo as minhas duas primas…

Não acredito que gozei dentro da buceta da minha mae

Quando eu era adolescente eu acordava por volta das 10 da manhã e minha mãe loira peituda de 36 anos na época costumava lavar roupa no quintal de casa quando eu passava pela cozinha nú para tomar banho com o meu pau meio duro eu sempre tive um pau grosso grande e cabeçudo sempre tivemos a liberdade de andarmos nú pela casa quando eu acordava minha mãe sempre dizia-bom dia picudo,ou já acordou pauzudo ? isso me deixava muito envergonhado e eu reclamava com ela e ela apenas achava graça da minha timidez todos os dias era a mesma coisa eu acordava e ela me via nú e elogiava meu cacetão enquanto eu escovava os dentes ela ficava olhando pro meu pau ela conversava comigo eu percebia que ela tava olhando direto pra a minha caceta isso me deixava de pau duro e meu pau crescia na frente dela toda vez que ela olhava meu pau crescia e ela puxava assunto só para passar mais tempo olhando de vez em quando ela me provocava se abaixava na minha frente e empinava o rabão dela para pegar alguma roupa no chão quando ela ficava me olhando com cara de puta e me chamava de picudo meu pau ficava durão na hora e ela ficava olhando sem disfarçar um dia eu acordei e ela falou já acordou pauzudo? meu pau ficou duro na hora e ela disse com cara de safada -não sei Continue lendo Não acredito que gozei dentro da buceta da minha mae…

Massagem erotica do meu primo gostoso

Eu estava sozinha em casa, meu irmao tinha ido para o curso, meus pais trabalhar e minha irmãzinha estava na escola. Meu primo tinha acabado de chegar, levei ele p sala e disse que ele poderia ficar a vontade que eu iria tomar banho e ficaria no segundo andar da casa. Tomei banho, coloquei meu roupão, sai do banheiro e fui pro meu quarto e comecei a passar creme e massageando minhas pernas. Estava tão distraída com isso que não notei meu primo entrando no quarto e levei um susto quando ele pegou na minha bunda. Ele me virou de frente p ele e perguntou se poderia passar o creme nas partes que eu ainda não havia passado, eu aceitei, afinal era meu primo apenas, que mal poderia ocorrer né?

Matheus me colocou deitada de barriga pra baixo, sentou na batata das minhas pernas e foi passando desde as minhas coxas até os meus ombros demorando mais na minha bunda onde massageou com tanto agrado que foi ate meu cuzinho e enfiou um dedo,visto que estava sem calcinha ainda, fazendo eu arrebitar mais a bunda e acabar dando uma rebolada soltando um pequeno gemido incentivando ele a começar o vai e vem no meu cuzinho. Continue lendo Massagem erotica do meu primo gostoso…

Transando com a Minha tia Putona

Eu tinha 18 anos na época, minha tia tinha 36 ela é uma loira, gostosa pra caramba, rabuda, eu batia (ainda bato) muita punheta todos os dias pra intenção dela.
Até que um dia, eu estava na casa dela jogando vídeo game com o meu primo, e ela estava no quarto dela usando a internet.
Como eu entendo um pouco de computador, ela me chamou para ajudá-la.
Fui lá e sentei do lado dela, logo após, meu primo já saiu me deixando sozinho com sua mãe. Diana minha tia estava sentada com uma saia bem curta e com uma blusa bem degotada, eu ficava olhando para aquelas coxas deliciosas e para aqueles peitos maravilhoso, só imaginando eu no meio daquelas pernas chupando ela todinha.
Eu já estava de pau duro desde que tinha chegado, só de olhar pra ela já me dava tesão. Continue lendo Transando com a Minha tia Putona…

A primeira vez que meu sogro comeu minha buceta

Certa vez, eu e meu marido fomos visitar meu sogro. Ele era um homem alto, forte, malhadão. Não tinha barriga e tinha as coxas durinhas.
Eles não conseguiam manter uma amizade saudável, havia muito ressentimento.
Meu sogro morava sozinho em uma bela casa. Apenas alguns empregados que cuidavam da manutenção da casa lhe faziam companhia. Ele havia se separado da esposa há muitos anos, e passou por vários relacionamentos depois disso, mais sempre acabava só.
Eu gostava dele, ele era muito simpático comigo.
Naquele dia, como quase todos encontros, eles terminaram discutindo, meu marido o agrediu e eu fui defende-lo e meu marido saiu batendo a porta me deixando lá com meu sogro. Continue lendo A primeira vez que meu sogro comeu minha buceta…