Estourou Meu Cabacinho A Força

Eu estava com 18 aninhos, loirinha, seios pequenos em formação bundinha grande para minha estatura, bem gostosinha, um dia o novo zelador do prédio um negão de 25 anos, foi ao meu apartamento mexer no chuveiro a pedido de minha mãe, quando chegou ele me tarou de cima até em baixo e perguntou se eu estava sozinha, disse que sim e deixei ele trabalhando, passando um tempinho fui no banheiro ver se ele precisava de alguma coisa, quando abri a porta, ele estava la pelado, fiquei olhando pro negão que tinha um pinto que eu sabia mesmo sendo inexperiente que mesmo mole era imenso, ele nao se assustou e disse que eu nao deveria entrar sem bater e que ficou assim para nao molhar as roupas, eu continuei olhando para sua vara enorme e preta, ele disse que era pra mim nao me assustar com o tamanho do seu trabuco pois a naturezae foi generosa com ele, eu ipinotisada pelo tamanho da lança dele fiquei paralizada, ele perguntou se eu ja tinha visto um cacete, fiquei quieta, ele perguntou se eu queria pegar no dele sentir o tamanho, respondi que nao, ele mexeu na sua tora que ficou grande, grossa e dura aproximou-se e disse que sua vara tinha 23 x 6 pra mim naquela hora nada significava somente mais tarde eu iria entender, tentei sair ele me segurou pela mão e me fez Continue lendo Estourou Meu Cabacinho A Força…

Descabaçando minha amiga gostosa

Meu nome é Roger, tenho 23 anos, sou moreno, alto e dizem que sou gostoso, minha amiga Fernanda hoje em dia tem 21 aninhos, é uma gostosa, tem a bundinha empinadinha, seios fartos e umas pernas roliças e linda de rosto!Eramos muito amigos, vivíamos colados, nós ñ tinhamos segredos entre nós, só eu q tinha um, eu sempre fui apaixonado por ela e sempre achei ela muito tesuda, um dia resolvi dizer isso à ela, daí ela me disse q tinha uma quedinha por mim, tá, conversa vai, conversa vem…de repente ela me perguntou se eu a achava gostosa, eu a disse q claro, q já havia batido boas punhetas pensando naquela bundinha dela, ela me disse q quando foi dormir lá em casa, semana passada, tinha me visto mudar de roupa pelo o buraco da feixadura, pô, fiquei louco, pois notei q ela também sentia tesão por mim, foi quando ela disse q pôs a mão na xana e começou uma siririca quando viu o tamanho do meu pau!!!porra fiquei louco e dei um beijão de língua naquela garota, passando a mão nos peitos dela, ela parou de me beijar e pegou no meu pau por dentro da calça, eu tirei a camisa dela e começei a lamber aqueles peitinhos rosadinhos q já tavam bem grandinhos, ela gemendo pediu p/ q eu chupasse sua bucetinha q ela tinha uma surpresa p/ mim… Continue lendo Descabaçando minha amiga gostosa…

Perdendo o cabaço do cuzinho com o personal trainer

Como contei no outro conto, trai meu ex namorado com o instrutor gostoso da academia.
Depois da nossa primeira noite no motel comecei a malhar no horário do almoço, pq estava sempre vazio e mtas vezes não tinha ninguém na academia. Transávamos sempre as quartas-feiras de noite. Na época eu era colegial e sempre tinha aula esse dia a noite no colégio e o andrezinho não tinha aula pra dar na academia. Certo dia fui malhar com uma calça branca de suplex, q marcava mto minha calcinha fio dental e os meus 102cm de quadril. Ele ficou completamente maluco e como não havia ninguém na academia, ficou me dando personal. Como eu adoro provocar, ficava me esfregando nele durante a execução dos exercícios e falando mta putaria, pra ele já ir se preparando pra nossa próxima transa. Já no final do treino eu estava mto suadinha , fui fazer o quatro apoios (exerício q vc fica de quatro) e ele ficou me ajudando. Durante o exercício ele ficou passando a mão no meu cuzinho por cima da calça e dizendo no meu ouvidinho q estava louco pra fudê-lo gostoso e queria mto lambê-lo suadinho. Fui ficando mto excitada. (Meu ex corno já tinha tentado comer meu cuzinho, mas dps q eu conheci o andrezinho tinha perdido completamente o tesão pelo corno. Ele metia mto mal e não sabia chupar gostoso igual o personal). Por cima do short q andré usava pude ver aquele volume crescendo enqto ele falava q ia encher meu cuzinho de porra…. minha bucetinha estava mto molhada de tanto tesão. Ele iria largar serviço as 14h e eu não tinha aula Continue lendo Perdendo o cabaço do cuzinho com o personal trainer…

Perdi o cabaço com meu tio

Meu nome e barbara tenho 23 anos , sou morena tenho seios fartos e bubum arrebitado bem uma delicia.
vou contar a experiencia que passei na casa de praia dos meus pais na regiao dos lagos eu tinha treze anos flor da idade e cabacinho eu tenho um tio muito safado que sempre olhava pra min eu inocente nem percebia , uma vez meu pais sairam para ir a praia e eu fiquei em casa dormindo por estava cansada e meus pais pediram para meu tio me acoradar as 10h para poder fazer almoco meu tio veio e quieto ele começou a me alisar e beijar meu pescoço e aquilo me subiu um calor quando eu ia abrindo os olhos a mulher dele me chamou. sabendo da intesao dele preparei uma coisa especial coloquei um vestidinho bem transparente e um biquininho curtininha que nao tampa nada e fiquei pra la e pra ca la por volta das 16h meus pais foram dormir e deixaram minha irma sair com a minha tia e eu fui dormir embaixo de uma arvore num banquinho , quando meu tio viu a mulher dele saiu foi em minha direçao e comecou a me Continue lendo Perdi o cabaço com meu tio…

Perdendo a virgindade com a titia

meu nome é edu, tenho 23 anos, sou formado em administração de empresas, moro em salvador/ba. este é meu primeiro conto, à partir deste irei relatar as transas mais sensacionais que eu tive. estes seram contos de acontecimentos verídicos, não vou ser hipócrita de dizer que fui à rua vi uma mulher gostosa, levei-a pro motel e comi o cú dela. isso não existe e a maioria dos contos, na minha opinião, são histórias inventadas, por isso, senti a vontade de relatar algo que realmente aconteceu.
neste primeiro conto, irei relatar como perdi a virgindade com minha tia, a quem irei chamar de laís (fictício), na época eu tinha 13 anos, na época eu era um pouco gordinho, loiro, muito, mas muito tímido, devido a isso não conseguia arrumar garotas. minha tia era uma morenona, magrinha, seios fartos, coxas grossas e bumbum grande e durinho, do jeito que eu gosto.
nós estávamos passando o carnaval em stela mares, na casa de meu tio, irmão de tia laís, como ele trabalhava no pólo petroquímico, passava o dia todo fora e só voltava tarde da noite, eu sempre gostei de passar minhas férias lá e minha tia laís desta vez foi porque um garoto de 13 anos não poderia ficar sozinho em casa o dia todo, foi pra tomar conta de mim. Continue lendo Perdendo a virgindade com a titia…

Perdendo o cabacinho

Sou Carla, pele branca, cabelos castanho médio, tenho 1,57 de altura, olhos castanho mel e sou magra tipo gostosinha. Sempre gostei de contos eróticos e hoje pensei em escrever e compartilhar minhas experiências. A minha primeira vez aconteceu quando eu tinha 19 anos. Tinha pouco tempo de namoro e aconteceu porque eu estava decidida a não ser mais virgem e por ter um enorme tesão pelo meu namorado. Ele não era do tipo homem bonito, mas tinha um corpo bem definido, é forte, adoro ombros largos, forte e peito definido. Ele tinha tudo isso. Falei com ele que era virgem e que gostaria de perder minha virgindade. Ele como um bom cafajeste logo topou e decidiu que seria devagar. Começamos nesse mesmo dia, nos abraçamos, ele me beijou intensamente comprimindo meus lábios me deitou na sua cama e começou a roçar em minhas pernas. Ficamos essa noite assim… muitos amasso eu sentindo o seu cassete crescendo e latejando e roçando em minhas coxas e até na minha bucetinha me deixando molhadinha. No outro dia ele desceu a calça e a cueca e eu pude ver o seu cassete pela primeira vez, quase me arrependi de ter escolhido ele, pois o cassete dele era enorme. Ele pediu para eu chupar. Coloquei na boca e comecei a pagar um oral. Aos poucos senti o cassete dele crescendo na minha boca e ele começou a bombar. Mal cabia na minha boca e eu tinha que parar um pouco para tomar folego, pois ficava ser ar com aquilo tudo forçando a entrada na minha boca até a garganta… teve um momento que ele relaxou na bombada aí eu consegui Continue lendo Perdendo o cabacinho…

Tirando o seu cabaço novamente

Este conto aconteceu no Sábado dia 11/09/2010. Tenho uma vizinha que tem 17 anos é uma delícia, uma morena +/- 1,60 m, magrinha, seios médios porem fartos (São lindos mesmos), uma bundinha arrebitada e deliciosa,o seu nome e Francine, sempre a tratei com o mesmo carinho, porém há alguns meses observei que Francine passou a usar algumas roupas mais sensuais: Saia curtinha para mostrar a calcinhas, blusinhas bem decotadas, deixando à mostra aqueles peitinhos durinhos e empinados. Sempre que encontrava com a Francine dava um abraço e um beijo carinhoso no rosto, porém comecei a observar que Francine passou a me apertar mais durante o abraço e pude sentir o calor dos seus seios. Certo dia fui até a sua casa para dar uma olhada em seu computador e foi Francine quem me abriu o portão enrolada numa toalha. Na hora meu pau latejou e fiquei cheio de tesão. Francine deu um sorriso safado e entrou em casa e disse que estava indo tomar banho, pois estava sozinha. Fui até o quarto e vi as roupas que usaria: mini-saia, blusa de alcinha decotada e uma calcinhas fio dental, vermelha e de renda. Fiquei louco e comecei a cheirar e lamber Continue lendo Tirando o seu cabaço novamente…