Transei com minhas alunas da faculdade

Oi gente. Hoje vou narrar para vocês como foi uma de minhas melhores experiências na faculdade. Espero que gostem.
Eu já estava na faculdade e minhas notas eram sempre as melhores pois eu
estudava com muito empenho. Participava de grupos, do conselho de turma,
dos grupos que ajudavam nas aulas de reforço dentre muitas outras coisas
que me faziam estar sempre integrada com tudo e todos la dentro. Certo
dia, uma turma cheia de meninas estava com dificuldade em uma das
matérias, e eu juntamente com 2 estagiários fomos ajudar nas aulas de
reforço sob a supervisão da professora doutora Greice brito. Quando Continue lendo Transei com minhas alunas da faculdade…

Transei com a minha ex no shopping

Eu e minha ex terminamos pouco mais que uns 2 meses, pois nós morávamos longe uma da outra, e eu sinto muita falta dela, é boa na cama como ninguém… Não tínhamos mais nos falado, mas eu sempre pensando nela e lembrando o quanto ela era sensacional. Até que um dia ela me chamou no WhatsApp dizendo estar com saudade, e se poderíamos nos encontrar novamente. Eu achei meio estranho, claro. Continue lendo Transei com a minha ex no shopping…

Ajudando a melhor amiga a ter um orgasmo

Esses dias estava a lembrar de algumas aventuras sexuais que tive nos tempos de colégio. Infelizmente, comecei no mundo do sexo muito cedo, diversos arrependimentos, algumas consequências e muita história pra contar.
Uma das boas lembranças que tenho, é de ter ajudado minha melhor amiga a ter seu primeiro orgasmo. No banheiro do colégio, cabulando aula.

Não me considero bissexual, mas tem algo nela que me atrai muito. Seu corpo é perfeito, cabelos curtos, seios extremamente fartos e um pouco mais baixa do que eu. Lembro que havíamos passado o intervalo inteiro no banheiro falando sobre sexo, sobre coisas engraçadas, situações inusitadas, até ter a informação de que ela nunca tinha tido um orgasmo. Questionei-a o porque e tive a resposta de que nenhuma pessoa havia feito ela sentir muito prazer. Ali eu senti que era minha chance. Continue lendo Ajudando a melhor amiga a ter um orgasmo…

Chupando a bucetinha da melhor amiga

Tenho várias histórias verídicas para dividir com vocês, mas como essa será minha primeira vou contar da minha primeira vez com uma mulher, que não é qualquer mulher e sim o amor da minha vida. Sou a Gabs, 23 anos, 1,65, olhos verdes e cabelos loiros escuros, peitos grandes e uma bunda média, branca e extremamente tímida haha
Na época eu estudava o último ano do ensino médio, tinha 18 anos e morava em uma cidade pacata e minúscula no interior de Goiás, cidade que eu morava faziam 2 anos somente.

Luiza era minha melhor amiga, 18 anos, alta 1,75, magra, com peitos proporcionais ao corpo e uma bunda empinadinha maravilhosa relativamente grande, por ela ser tão magrinha, cabelos e olhos negros e uma pele branquinha, apesar da idade Luiza tinha um corpo tipo modelo e uma voz rouca sexy que me deixa louca, com aquele sotaque gaúcho que me deixou apaixonada! Estudamos juntas o 1 e 2 ano, mas no 3 meu pai me mudou de colégio, e nos duas não queríamos nos afastar, eu e ela chegamos juntas da cidade, eramos 2 adolescentes que se ajudavam, então, apesar de estudar em outro colégio nossa amizade continuou e até se fortificou. Continue lendo Chupando a bucetinha da melhor amiga…

No banheiro do barzinho com a lésbica gostosa

Me chamo Laura, tenho 22 anos-bemm gostosinha-Morena, cabelo negro longo e liso, olhos castanhos, boquinha carnuda, Meus seios são medianos, em compensação meu bumbum é bem grande e empinado.
Depois de me apresentar a vocês quero apresentar a minha história e consequentemente a minha amiga gostosinha-ela se chama Vivi,uma garota incrivelmente deliciosa, seus seios são fartos, seu bumbum empinado e só de pensar nela eu fico molhadinha.

Conheci a Vivi no colégio, ela: uma menina experiente pela idade, ja sabia muito bem o que queria- eu inocente de tudo, ainda virgem e nem sabia o que era gozar.
Acredito que foi exatamente isso que encantou Vivi a minha inocência. no colégio viramos amigas, mas ela sempre deixou claro o que realmente queria comigo e isso envolvia a língua dela e a minha bucetinha. Continue lendo No banheiro do barzinho com a lésbica gostosa…

Festa na casa da amiga lésbica

Seguinte, tô aqui de volta pra mais um conto. Continuo com a mesma aparência, em forma, malhando e humildemente gostosa. 18 aninhos e esse conto aconteceu tem pouco tempo. Sexta-feira fui a uma festa na casa de uma amiga minha e por coincidência e sorte minha, uma ex-colega que estudou comigo na época de colégio estava lá também.

Eu já tinha dado uns beijos nela uma vez, mas nada além disso. Não vou negar que eu era doida pra transar com ela. A festa tava doida, todo mundo chapando e ela chegou pra conversar comigo, tinha muito tempo que a gente não se via então a gente tava colocando o papo em dia. Fumamos uns cigarros, tomamos umas e papo vai, papo vem ela me chamou pra descer e ir conversar lá em baixo mais de boa. Nesse momento eu já tava imaginando tudo que eu poderia fazer com ela, e olha, tava bom demais. Não deu outra, a gente conversou não mais que 5 minutos e ela já perguntou se eu queria pegar ela, que ela me pegava a hora que eu quisesse. Seria esse meu sonho ???? Aí eu parti pra cima até pq não tinha muito mais o que fazer. Encostei ela na escada e comecei a beijar. Com uma das minhas pernas entre as delas, e ela passando a mão em mim. Puta que pariu, o que essa menina tem que ela me deixa Continue lendo Festa na casa da amiga lésbica…

O dia que peguei minha namorada e a tia dela

Este é meu primeiro conto erótico então não sei se sei me expressar bem, aguardo comentários positivos e negativos para que eu possa melhorar para o próximo conto!

É um fato verídico que aconteceu a alguns meses.

Comecei a namorar uma mulher e conheci sua família, no primeiro dia que fui a casa de sua tia ela ainda me alertou: “Cuidado que minha tia é safada, não é pra você ficar se engraçando com ela!”, neste dia conheci a maioria de sua família então eu ainda estava bem tímido, uma certa hora depois de tomar umas e outras a tia dela me pede para dançar e me lasca um beijo na boca na frente de todos, eu fiquei muito sem graça e me explicando “ao vento” que era um beijo com “todo respeito” etc e tal, só não enfiei a cabeça porque não achei um buraco.

Para facilitar daqui por diante vou me identificar como “Astrurbaldo”, minha namorada como “Rosalina” e a tia como “tia”.

A tia é uma coroa, casada, com filhos e netos, mas tem um porta-malas de respeito! Depois deste acontecimento, comecei a pensar em traçar a tia, a Rosalina é bem liberal então enquanto transávamos sempre a tia era colocada mentalmente na sacanagem. Continue lendo O dia que peguei minha namorada e a tia dela…