Foda deliciosa com meu professor

Esse é meu primeiro conto erótico… Vou começar com as descrições: tenho 1,64 de altura, cabelos castanhos e ondulados longos, rosto bonito e delicado, bastante coxa, cintura fina, seios e bumbum normais, completei 19 anos e estou no 3º semestre da faculdade.

Sempre fui muito safada, era loooouca pelo meu professor de filosofia, mas como ele era noivo há muitos anos, nunca deixei isso transparecer para ele, falava apenas para os meus amigos. Ele era novo, tinha de 25 a 28 anos, loiro, alto, corpo definido, mas não era forrrte, apenas bem definido, e tinha uma cara de safado super atraente, todas as alunas eram doidas para dar pra ele. Eu me masturbava pensando neles inúmeras vezes, tinha um fetiche enorme em professor. Eu terminei o ensino médio e nada aconteceu, fiquei desapontada, mas segui firme.

Continue lendo Foda deliciosa com meu professor…

Não Resisti e comi a mulher do meu irmão

Eu sempre tive tesão por minha cunhada, sempre que eu olhava pra ela eu percebia que ela ja tava olhando pra mim,
um dia meu irmão tinha saido pra trabalhar so voltaria no dia seguinte, pois o serviço dele era imprevisível nem sempre ele sabia quando ia voltar, as vezes passava até uma semana fora de casa.
Um dia eu falei para ela que tinha uma coisa para falar para ela, logo curiosa ela perguntou o que era, eu pra deixar suspense falei que nao era nada de que se preocupa-se que ela podia ficar sossegada, é que eu tinha medo do que eu ia falar perguntei a ela se ela guardava segredo ela falou que dependia muito do segredo, então falei que eu não ia falar porque o segredo jamais poderia ser revelado a alguem, eu perguntei a ela se algum homem a seduzi-se se ela falaria pro marido , ela respondeu que contaria pq não

Continue lendo Não Resisti e comi a mulher do meu irmão…

O Dia que comi uma mulher de verdade

Bem neste relato vou contar como perdi a minha virgindade, e comi uma xoxota pela primeira vez. Tudo começou quando trabalhava em uma locadora de video, em são paulo, e conheci uma senhora, bem mais velha que eu que ia praticamente todos os dias lá, alugava 2 filmes e 1 porno, e isso se repetia diariamente, exceto aos sábados que a quantidade era dobrada pois não abria-mos de domingo.
Depois de mais de 2 meses, acabei fazendo amizade, era uma senhora (eu era bem novinho, tinha acabado de completar 16 anos e era meu primeiro emprego sério) de uns 38 anos, meio gordinha, cabelos compridos seios bem grandes e um belo trazeiro. E sempre conversava-mos sobre como eram os filmes, se eram bons, se ela havia gostado até porque essas informações me eram úteis para indicar a outras pessoas, mais nunca falamos de nenhum dos porno.

Continue lendo O Dia que comi uma mulher de verdade…

Minha Esposa Fazendo Programa

O casal estava esperando no local combinado, em uma rua de boates e motéis de alta rotatividade. Léa (nomes fictícios) estava com uma mini-saia e blusa de botão sem sutiã, bem ao estilo das várias garotas que “trabalhavam” nas ruas da região, mas sem a pintura exagerada e vulgar no rosto. Enquanto esperavam, muitos homens olharam com volúpia para ela, alguns disseram coisas como “gostosa”, e dois chegaram a perguntar o preço e em que horário ela estaria alí disponível.

Quando Euler chegou, nem ele nem o casal tiveram dificuldades em reconhecerem-se na “multidão”, pois já haviam previamente descritos suas vestimentas, o que tornaria impossível qualquer confusão. Todos os detalhes de como seria a aventura sexual já haviam sido acertados por e-mail e fone, e, conforme combinado, nada foi dito além de já partirem diretamente para a “fantasia sexual”. Os cumprimentos foram poucos, Euler aproximou-se do casal e olhou Léa atentamente de cima a baixo, e disse: – “Humm, material novo no pedaço! Dá um giro aí para eu dar uma olhada na mercadoria, vai…”

Continue lendo Minha Esposa Fazendo Programa…

Sexo com Policiais Dotados

Eu e minha amiga estavamos voltando de uma danceteria. Já eram quatro horas da manhã. Quando estavamos perto de casa, cruzamos um carro da policia. Pedimos que eles nos acompanhassem, pois como era de madrugada, estávamos com medo de abrir o portão e guardar o carro. Eles muito gentis nos acompanharam. Depois que guardamos o carro eles pediram para beber água. Eles estavam em 3, dois aparentavam uns 35 anos e o outro uns 45 a 50. O mais velho ficou dentro do carro e os outros dois entraram e prá ser sincera, já estavam excitados. Na cozinha, um foi logo me agarrando e subindo minha saia, eu logo já tirei a rola dele prá fora.

Continue lendo Sexo com Policiais Dotados…

Primeira noite com meu namorado

Era sexta feira, quase meia noite, quando eu avistei ele, todo bonito alto, pulei no colo dele sem pudor, entrelaçando as minhas pernas grossas na sua cintura, naquele momento queria nosso corpo nu para ter encaixe perfeito, dali fomos em um lugar que tocava uma música tipo forro rebolei minha bunda grande sentindo seu pau cada vez mais duro, ele não me largava estava gostando , estava com tesão no olhar, eu sentia o pau dele, logo chamei para irmos ao hotel, procuramos por vários e a ansiedade e vontade de fuder só alimentava mais meu desejo de sentir seu pau.

Continue lendo Primeira noite com meu namorado…

Sexo com a Babalú Brasileirinha

Apos ter conhecido a fenomenal Monica Santhiago na semana passada, fiquei maluco com a possibilidade de conhecer outra atriz porno. Acho que fiquei viciado nessa porra!

Pesquisei e cheguei ate a Babalu, uma atriz carioca.
Estava um pouco receoso quanto a ela ser legal…
Liguei, foi simpatica no telefone e marcamos a foda.
Local: Bom e velho hotel Lido, o antro da fodelanca paulistana.

Continue lendo Sexo com a Babalú Brasileirinha…

Primeira vez

Quando eu tinha 14 anos, eu e mais dois amigos resolvemos fazer uma maratona de punheta no apto de um deles aproveitando que os pais iam viajar no final de semana. Como meu pai era dono de Farmácia, consegui descolar três comprimidos de Cialis.
E na sexta feira a noite fui para o apto do meu amigo o outro já estava lá esperando e tomamos um comprimido cada um, em menos de meia hora estávamos de pau duro feito pedra e morrendo de tesão e já partimos para a primeira punheta (cada um no seu pau). Gozamos e nos limpamos e em pouquíssimo tempo já estávamos de pau duro de novo e morrendo de tesão e surgiu a idéia de trocamos punheta assim ficaria mais excitante peguei no pau do meu amigo do lado direto e comecei a bater, enquanto o outro assistia, quando ele gozou o jato de porra quase atingiu o meu rosto mais inundou o meu peito de porra. O que gozou pegou o pau do

Continue lendo Primeira vez…