Transando com o meu professor casado

Me chamo Paty, tenho 18 anos 1,72, branquinha de cabelos negros longos, nem magra, nem gorda, apenas proporcional a minha altura. tudo aconteceu quando eu tinha recém completado 17 anos, eu estava no segundo ano do ensino médio e fazia um curso técnico, nesse curso tinha muitos professores, entre eles, Renato, alto, pouco acima do peso, “bem de vida”, casado, e tinha um lindo par de olhos azuis.

Sexo Por Telefone

Nas primeiras aulas com Renato, nem ligava pra ele, achava até que ele era homossexual, mas o tempo foi passando e ele foi começando a me dar bola, até que um dia houve um evento no curso onde ele fazia parte dos professores que coordenava o evento, ele tirou muitas fotos, ficou conosco até o final, final de evento, fui pra casa, umas 17hrs, chegando em casa me deu

curiosidade pra ver as fotos, ai começou minha busca implacável atrás do número do whats do meu lindo professor, finalmente eu consegui, já fui chamando ele no whats e pedindo as fotos, ele me respondeu já com emojis sacanas, já pensei “hum tá me querendo” (coisa que ele demonstrava a tempos). Ele me mandou as fotos mas depois continuamos a conversar, até que ele me chamou

pra ir na casa dele, nos dias de sábado a mulher dele fazia plantão onde ela trabalhava, seria ideia perfeita pra ter um dia de amor com meu professor, no combinado, ele me buscou em casa, com aquele carrão dele, uma barba bem feitinha, cheiroso, e eu ali nem acreditando que eu tava saindo com o professor mais lindo do mundo, chegando no apartamento dele, era horário de almoço, ele

tinha preparado um macarrão pra gente, e ali almoçamos, ele falando dos amigos dele, eu falando das minhas amigas, até que terminamos de comer, e fomos deitando no sofá, ele veio pra cima de mim que nem um lobo faminto, foi tirando minha blusa e ao ver minha lingerie roxa já soltou um “fico louco de tesão com lingerie roxa” aquele professor iria me fazer mulher aquele dia,

ele me pegou no colo, levou pra cama dele, me colocou a chupar aquela rola gostosa e perfeita pra mim, eu não aguentando de tesão ele já foi me penetrando com força, eu de barriga pra baixo e ele me comendo, comendo sua aluna, eu não me cansava de ser comida por aquele gostoso, até que ele gozou e foi se limpar no banheiro, claro que eu fui atrás pois ainda queria aquela rola

na minha bucetinha, fui e consegui o que eu queria, me comeu no banheiro, me chupou, me senti a amante do meu professor, gozei muito, após isso nossa tarde de sexo acabou, ele me deixou na casa de uma amiga, mas claro que teve outras vezes, após o curso acabar, não sai mais com ele, ele se casou no religioso e hoje vive fora do Brasil, mas ele ainda fala cmg, e já falou que quando eu querer ir ver ele, ele me coloca do lado dele em segundos, logo logo, pretendo ir ve-lo

Disk Sexo

4 thoughts on “Transando com o meu professor casado

  1. Gostei eu queria uma putinha a sim bem sacana pois eu sou a sim vem sacana e adoro uma sacanagem com uma ou tinha sou vem erótico adoro uma conversa tenho 47 anos sou solteiro aí vai meu zap 091 98204 8693 Donato

  2. Eu morava sozinha em Campinas fazendo faculdade por 4 anos, eu não podia pegar DP por nada nessa vida, foi aí que resolvi fazer algo com meu professor.
    A idade que me deixava um pouco com receio, eu tinha 18 e o professor 68 anos, mas um belo dia pedi a ajuda pra ele em uma aula particular na minha casa, ele foi.
    Eu tinha deixado tudo preparado, tinha tomado um banho maravilhoso que deixaria ele com água na boca com meu cheiro, coloquei um shorts leve sem calcinha, como minha bunda é grande, o shorts entrava no rego e ficava aquele corte no vão quem olhava, eu sabia que ele iria ficar louco.
    Quando ele chegou não demorou 20 minutos de conversar, ele pediu para ir no banheiro, quando ele voltou eu já estava de quatro na cama pedindo seu pau, ele ficou maluco, pegou na minha bunda com força e aproveitou tudo.
    Amei aquele dia, até hoje sinto tesão por ele só de lembrar, tenho vontade de um dia ir para Campinas só pra repetir tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *