Sexo no Uber depois da festa Parte 2

E ai pessoal, para quem não me conhece sou a Mari, para variar meu marido estava viajando e numa sexta feira eu e minhas amigas saímos para um show que teve na orla da nossa cidade, avisei o pessoal de casa que iria na volta dividir o Uber com uma amiga e o marido dela, já era finalzinho da noite e estava chovendo muito, eu e minhas amigas estávamos num lugar aonde se aglomerou muitos carros e ambulantes, lá ficamos até a chuva diminuir.

Eu e minhas amigas decidimos que era hora de voltarmos para casa, o casal de amigos, com quem eu iria dividir o Uber, estava tentando chamar, mas sempre estavam recusando a corrida, foi quando lembrei do meu amigo do Uber do outro dia e liguei para ele, ele pediu para a gente esperar uns 30 minutos, quando ele chegou eu e o casal de amigos entramos no carro e fomos em direção a casa deles, pois era mais perto e depois eu queria me divertir com o motora.

Continue lendo Sexo no Uber depois da festa Parte 2…

Sexo no Uber depois da festa

Oi pessoal, aqui é a Mari, esse relato aconteceu a uns 3 meses atrás, meu marido estava viajando e eu tinha saído com umas amigas, falei para o pessoal de casa que iria voltar com um casal de amigos e que eles não precisariam me buscar, quando já era tarde de madrugada, eu já estava bêbada, mas ainda com noção, o casal que iria me dar carona já tinha ido embora, eu consegui chamar o Uber, mas estava meia frustrada, pois o cara que eu queria pegar não deu certo, o Uber chegou e entrei no carro, o motorista logo percebeu que eu estava bêbada, ligou a luz do teto vi que ele era rapazão, parecia ter uns 30 a 33 anos por aí, ele perguntou se eu estava bem, se queria uma água ou uma bala, respondi que não.

Continue lendo Sexo no Uber depois da festa…

Meu filho é feio, magrelo e pirocudo

Sou casada, tenho 38 anos e um filho único de 18 anos e há muito tempo venho percebendo seus olhares pro meu lado principalmente minha bunda.
Então vi que estava na hora de agir e fui ter uma conversa com ele sobre sexo.

Claro que eu não ia perguntar nada sobre a vida sexual dele, mas fazê-lo entender da inconveniência de ficar babando por minha bunda.

Aí, sem jeito ele me confessou que ficou compulsivo em querer ver meu cu… digo meu fiofó, desde o dia que sem querer viu a mim e o pai dele trepando e escutou o Diniz dizer que eu tinha um cusi…, digo, um anus rosado, lindo e irresistivelmente atraente.

Continue lendo Meu filho é feio, magrelo e pirocudo…

Acabei sendo arrombada na festa de aniversário da minha sobrinha

Me chamo Mari, sou casada com o Jorge a vários anos e gosto muito de me sentir desejada, isso faz maravilhas para minha autoestima, minha sobrinha Sasa me pediu uma ideia de onde seria possível comemorar seu aniversario, onde ela pudesse convidar vários amigos da faculdade.

Encontrei um lugar bem legal para passarmos o dia, o aniversário dela foi na quarta-feira e eu reservei o lugar para o sábado, no dia marcado, chegamos por volta das 7:30h da manhã, no carro estávamos eu, Sasa, o marido dela o Bio e um amigão do Bio, meu marido ficou de ir depois do trabalho, falando que iria chegar a tempo da festa.

Continue lendo Acabei sendo arrombada na festa de aniversário da minha sobrinha…

Trai meu marido no Carnaval com dois safados

Eu e meu marido Jorge, na época do ocorrido não eramos ricos, mas tínhamos uma vida bem confortável, naquele ano por ocasião do carnaval e como estávamos morando no Mato Grosso, reunimos um grupo de amigos e parentes e alugamos uma casa em Santo Antônio de Leverger, a casa por não ser tão grande, tivemos que acomodar o pessoal todo mundo meio espremido, na hora de dormir era espalhado colchões por todo lado e os 2 quartos que tinha, ficaram reservados para as mães que tinham filhos pequenos e os mais velhos.

Durante o dia a casa até que comportava todos sem problemas porque tinha uma ampla varanda, na hora do almoço a maioria comia sala que era relativamente grande, outros pegavam os pratos e iam comer na varanda, eu diria que essa casa acomodaria até quatro casais e filhos tranquilamente, mas fomos em 8 casais, que somaria 16 adultos e pelo menos mais umas 8 crianças.

Continue lendo Trai meu marido no Carnaval com dois safados…

Clara e o aluno incestuoso

Clara, apesar do nome, era uma belíssima mulata. Aos quinze anos tinha dado a luz a um robusto bebê. O pai tinha 19 anos quando foi morto numa troca de tiros na favela onde moravam. Uma ONG francesa acolheu Clara e o bebê.
Ela tornou-se bailarina e voltando ao Brasil entrou no corpo de ballet do Teatro Municipal. Seu filho, Artur, formou-se em administrador e em pedagogia. Ele era o diretor de uma conceituada escola há três anos.
Clara tornou-se tutora do corpo de ballet, dando aulas para adolescentes amparados pela mesma ONG francesa.

Continue lendo Clara e o aluno incestuoso…

A devassidão da jovem viúva II

Devido a um acidente, meu marido ficou paraplégico. Ele era vinte anos mais velho que eu e estávamos casados há catorze anos. O acidente aconteceu dois anos atrás e tinha esperança de que ele voltasse a andar. Assim, continuamente ele tinha um fisioterapeuta e recentemente nós contratamos um jovem atlético para ajudar com os exercícios aquáticos. Meu enteado, Ivan, a quem eu considerava como meu próprio filho, foi fruto do primeiro casamento de Ivo, meu marido e estava com casamento marcado para dentro de um mês.
Daniel, o jovem atlético, nos foi recomendado por nossa nora Valéria, que estudava na mesma universidade que ele. Eu nunca imaginaria que eles fossem amantes também!
Certo dia flagrei, sem que eles me vissem, os dois se beijando dentro da lavanderia, enquanto meu filho conversava com o pai, sentado a beira da piscina!

Continue lendo A devassidão da jovem viúva II…