Minha vida de viado a corno – Parte 2

Como falei no conto passado eu já sabia ser bissexual, pois gozava
demais quando era comido e também quando eu fodia uma mulher .Mas depois de ser fodido gostosamente pelo pauzudo de meu primo eu para foder com minha mulher necessitava pensar que ela estava ali fodendo com meu primo ou outro que ja havia me fodido, esta vontade ficava cada x maior e entendi que eu estava virando corno , mas um corno manso . Assim fui vivendo ate os 56 anos, quando comecei a viajar para visitar os clientes de minha fabrica, eu viajava pelo Brasil todo, começava a trabalhar com os representantes de cada estado, pelas capitais e depois viajávamos pelo interior visitando os principais clientes, por toda semana.. Não ! nunca fiz sexo com representante algum , para eles eu era muito macho, Na

Sexo Por Telefone

primeira viagem a Goias dormi em Goiania, e a noite sozinho, bateu uma vontade maluca de dar o cu . bati uma punheta mas a vontade de pau ficou. Apos tomar cafe pela manhã sai e comprei o jornal, trabalhei o dia todo com o representante e voltei a tardinha ao hotel, peguei o jornal e fui aos classificados e lá achei muitos garotos de programa para homens , liguei a vários, ate que um deles me agradou pela conversa boa, e tinha mais, eles eram em dois e eu podia escolher o de pau grosso ou de pau comprido, logico que escolhi o grosso. Jantei, sai e fui a farmácia comprar camisinhas GG e KI subi ao apto avisei a portaria que estava esperando uma visita de amigo. tomei banho e fiz uma boa duchinha, coloquei uma linda de rendinha e esperei afito.
pontualmente as 20 hs da recepção me ligam avisando que meu amigo havia chegado, e eu mandei ele subir.. a campainha tocou e eu me enrolei numa toalha e abri a porta vendo um moreno lindo de morrer, mandei ele entrar, sentei na cama e ele veio conversar, eu ja comecei a acariciar o pau por cima da calça, e logo estava durão e logico que percebi ser bem grosso e de bom tamanho. desabotoei o cinto baixei a calça dele e meti a mão dentro ca cueca e puxei o pauzão para fora, lindo, reto cabeçudo tipo cogumelo e duro como predra… meti ele na minha boca e mamei loucamente, ele ate se assustou e perguntou se a muito tempo eu estava sem macho, eu falei…a mais de 20 anos… Ai ele disse calma. tirou a roupa ficou nu, que corpo delicioso e puxou minha toalha , viu a calcinha e falou delicadamente a moça esta linda com esta calcinha, Adorei o tratamento no feminino e falei a ele, que ai passou a me tratar como mulher e putinha.. Deitou na cama e eu gulosa como ele disse abocanhei o pau todo e chupava como uma puta que nao via pau a anos, consegui engulir o pau ate o meio da garganta numa boa, e ele adorou, deitou ao meu lado me abraçou e disse que eu era linda tinha um bunda linda e deliciosa que ele queria comer, fez carinhos que ate virei os olhos, passava a lingua no meu cu, , eu nunca havia recebido isto de macho algum e gemia muito alto e ele falava, gema mais baixo pois la fora vão saber que vc esta dando o cu aqui no quarto. colocou a camisinha, passou KI no meu cu e foi metendo, o pau quando grosso vc sente entrar cada centímetro, eu a cada centímetro que entrava dentro de meu cu rebolava gemia e quase chorava de tesão eu esqueci de contar que desde o tempo de Ricardo eu aprendi a rebolar num pau e rebolo muito bem, engulo e mexo , os machos ficam malucos pois as x eu os fazia gozar assim com o meu rebolado sem eles necessitarem meter e tirar., Bem com aquele pau todo enterrado em meu cu fiquei paradinha so sentindo o recheio que estava em meu cu, mordia com o cu e muito, ele me fodia gostoso, ate que não aguentei mais e não da ´para segurar este gozo de viado que é diferente dos demais pois doi gostosamente a espinha e a porra vai escorrendo aos poucos e o gozo é muito longo. Ele me vou esporrando e falou legal vc gozar no meu pau, mas vou te fazer gozar mais, e continuou a me foder e eu so gemia outra x e o pau endureceu novamente, estava uma delicia eu falei para de foder meu cu que eu vou fazer tudo agora, so fica com o seu pau dentro do meu cu. e comecei a rebolar e morder aquela delicia enfiava todo no cu ia rebolando tirando aos poucos e enfiando outra x com um jogo de bunda. ele ficou maravilhado e calou que assim eu o faria gozar, eu sorri um sorriso de safada e disse , sim vou fazer meu macho esporrar, eu rebolava no pau feito uma doida e ele começou a gemer alto e falar vai puta come meu pau com este cu delicioso eu apertei o ritmo e senti que ele nao aguentava mais segurar e ,me abraçou querendo me beijar na boca , mas eu nao deixei , rebolei mais forte e ele gozou como um maluco, ficou um tempo dentro e mim e tirou o pau e vi a camisinha lotada de porra, eu tirei a camisinha e joguei a porra no meu peito , ele amou. fiquei deitado nos braços dele como uma fêmea e em 30 minutos o pau dele endureceu outra x, ai ele extrapolou, me fodeu por mais de 50 minutos deixando meu cu ardendo, mas me faz gozar outra x e também gozou , falei que tinha um desejo de dar para um e chupar outro e os dois esporrarem dentro de mim um na boca e outro no cu, e falei que o difícil era achar com quem , combinamos que quando eu volta-se a Goiania eu ligaria 15 dias antes e ele e o amigo fariam um exame de sangue total , vendo todas doenças venereas e ele tinha certesa que estava limpo pois so fodia com camisinha. e ai os dois realisariam meu sonho. paguei se despediu e coloçou a calcinha em mim dizendo que eu ficava deliciosa com calcinha
No dia seguinte o representante foi me buscar para viajarmos e eu mal podia sentar, o cu estava ardendo.
Dai todas viagens eu pegava um garoto de programa e dava muito o cu e comecei quando podia so usar calcinhas, so não as usava em casa, pois a esposa era muito rigida e não topava nada
Aos 63 anos conheci uma mulher bem mais nova tinha na época 38 anos eu a ajudei a se separar do marido bêbado, e nos tornamos amantes, ela era quadradona também, mas senti que tinha a cabeça aberta para cosias que não conhecia. Ja comprei alguns consolos e vibradores que ela adorou pois eram maiores e mais grossos que meu pau, ate que um dia brincando eu estava e costas e ele passou o consolo no meu cu, e eu gemi rs, me entreguei, ela perguntou .. gostou? eu disse sim, ela vc ja deu o cu, pensei e falei sim fiz troca troca com amigo na infancia,mas náo contei dos outros machos ai ela passou KI no meu cu e meteu gostoso so que me segurei muito e não gemi e nem esporrei ,
Deste dia em diante eu falava que iria adorar ve=la fodendo com outro na minha frente ,mas ela náo aceitava de forma alguma. Mas perto de casa tinha um mulato massagista e o fui visitar expliquei o que queria e eu pagaria o dobro se ele consegui-se meter nela.. Falei a ela que era uma delicia de mulher, marquei uma massagem para vc para sua coluna e vou com vc assim não tem perigo de sacanagem. Fomos, chegando lá e cara mandou ela tirar a roupa e ficar com sutiam e calcinha deitado na maca.
Bem começou a massagem totalmente certa e normal eu ficando nervoso pois o tempo passava e o cara nada, Bem ai chegou nas pernas e ele caprichou mesmo no meio das coxa sem tocar na boceta, ai veio para as costas e pescoço e as mãos dele passavam no lado dos seios eu a conheço e vi que estava com tesão, bem quando do lado ele começou a massagear as nadegas eu vi ela colocando a mão de forma a tocar no pau dele que estava durão e ela sentiu e pegou firme no pau, ficou um tempo ali parado e foi para o ombro e cabeça, ai pegou fogo ela arrancou o pau dele para fora e começou a mamar, o pau era muito mais grosso que o meu e muito mais comprido ele ficou maluca e derrepente falou para mim corno manda ele me foder, o cara era uma maquina de sexo m fez ela gozar um monte de x e ai eu falei , agora come o cu dela, e ela não queria, eu peguei passei creme no dedo e fui enfiando no cu dela, alarguei o bastante e o massagista encheu de creme e conseguiu enfiar tudo, fodeu tanto que ela gozou sendo enrrabada, eu ja tinha me esporrado todo so de ver, saimos de lá eu feliz ela super cansada de tanto pau e tanto gozar. , e ai minha vida de corno manso começou e eu era obrigado a usar calcinhas direto e na outra x que fomos ao massagista ela fez ele me comer o cu e ai me entreguei e fui um verdadeiro viado e esporei pelo pau. Mas ainda tem muito mais a contar e será outro conto e tudo aqui escrito e realidade mesmo
escrevam os que gostaram
beijos

Disk Sexo

4 thoughts on “Minha vida de viado a corno – Parte 2

  1. BI MASCULINO E TRAVESTIS. Quero casais que pelo menos aceitem falar de bi masculino e sexo com transex femininas. Somente casais que a esposa assuma as conversas para evitarmos constrangimentos. O marido deve ser sem barba ou bigode e com poucos pêlos ou raspadinho assim como eu sou. Sou bi ativo e passivo iniciante. Dou e exijo sigilo. Aguardo contato da esposa no email [email protected] e no assunto coloca NOME E CASAL BI MASC. Beijos nos dois

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *