Meu sobrinho roludo me comeu menstruada

Meu nome é Vânia, sou bem branquinha, cabelos curtos escuros, olhos verdes, 38 anos, 1,65m, 60Kg, forma gostosa, peitos salientes com bicos rosados, bundinha empinada e uma xaninha peludinha.

O que vou alegar resultou no início deste ano; no momento em que fui aparecer minha freira que mora em Ribeirão Preto SP.
No momento em que cheguei na casa de minha freira me deparei com meu sobrinho Alto, o qual não via ha no mínimo 4 anos e fiquei abalo com o belo rapaz, acobreado evidente, olhos coloração de mel, altura atlético e um alegria admirável. Sou donzela porém mantenho meus paqueras para preservar o coito em dia e fazia 2 semanas que eu estave apenas na desejo… jantamos acompanhados minha freira, meu amoedado e Alto… de quem eu não tirava os olhos (ele percebeu e meio que se exibiu, falando maior e sendo agradável com a titia). No momento em que deitei o sono não achado e fiquei a acontecer na cama pensando no abafador que era meu sobrinho… resolvi abalar uma siririca e vi que aparecia menstruada (logo pensei que acarretar!!). Lá pela 2h da manhã ouvi um agitação na cozinha e fui analisar o que era, encontrando Alto aclarado pela luz da geladeira aberta, apenas de cueca, deixando amostra um volume admirável entre as pernas. Falei que estave com matriz e fui pegar agua na geladeira, hora esse que ele me agarrou dizendo: – Sei bem a sua matriz tia… você ficou me secando a noite toda… Neste hora, no qual eu estave com uma camisolinha fina de bate apenas de calcinha por baixo, os bicos de meus seios ficaram duros marcando o fazenda e a calcinha toda molhada de atração. Alto me levou para seu quarto e no momento em que ia partir para adular minha xota, avisei que estave menstruada… ele baixou a cueca liberando uma rola dura como pedra de uns 18cm porém grossa como de modo algum tinha averiguado e disse: Não posso ficar neste estado… vai ser menstruada inclusive e meteu a rola na minha xana, dando inicio a um intensivo vai-e-vem… gozei duas vezes, no momento em que Alto tirou a pica ensanguentada e uma vez que na minha boca… o asco deu espaço ao atração e chupei seu caralho até ele circunfluir toda sua porra em minha boca… era amalucado porra que escorreu pelos meus seios e abdômen. Sem redução de tempo meu sobrinho me virou de bruços e refeito do alegria com o bastão difícil de novo, meteu sem dó no meu cuzinho (parece que ele adivinhou que eu amo permitir o rabinho)… meteu forte até o saco abalroar em minha assento e gozou enchendo meu cu de porra.    Adormecemos e por sorte acordei antes de minha freira e amoedado, tomando um banho e voltando ao meu quarto. Na semana que foi freguês, meu sobrinho me comeu todos os dias… foi uma experiência fantastica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *