Me vingando

Olá somos o casal Jay e ruh, eu sou a Jay e estou devolta pra continuar o conto anterior “minha primeira vez”, quando ainda não tinha conhecido ruh.
Como contei anteriormente larguei meu noivo e começei a ter um caso com um médico boliviano. Depois de um mês namorando o boliviano começamos a brigar bastante e logo descobrir pelo WhatsApp dele que ele estava dando em cima de outra e marcando de sair com ela. Fiquei muito puta e brigamos feio, estávamos na apartamento dele, desci pra ir embora e ele veio atrás, lá embaixo na porta do prédio ele chegou ameaçar me bater, só que apareceu um rapaz chamado Tiago que me ajudou, deu um chega pra lá no boliviano e me tirou de perto dele. Tiago q tinha 27 anos, nao muito bonito, branco, 1,75 de altura, bem saradinho.

Sexo Por Telefone

Ele me deu seu número e disse que qualquer coisa podia ligar ou chamar no zap.quando cheguei em casa ainda estava puta com meu namorado, então tive a ideia de me vingar dele, então mandei msg pro Tiago, disse que queria me vingar do meu namorado e perguntei se ele me ajudaria, ele aceitou na hora. Coloquei uma saia bem curta com uma calcinha fio dental, é um blusa soltinha sem sutiã. Dei meu endereço pra ele e logo ele chegou, entrei no carro e ele dirigiu direto pra um motel. Chegamos no motel ele já veio me beijando, um beijo tão quente, dava pra ver que já estava louco pra me comer. Ainda em pé ele me beijava e me apertava toda e dava pra sentir o volume do seu pau que estava duro como uma rocha. eu também já estava toda molhadinha louca pra dar pra ele. Joguei ele na cama, abri o zíper da calça dele e puxei calça e cueca tudo junto, e saltou pra fora seu pau muito duro, grande e grosso, tinha uns 18cm. O pau dele era bem maior e mais grosso que o do boliviano que só tinha 14cm. Fiquei olhando pra ele meio assustada, e com medo, aquele pau ia me rasgar no meio, nao estava acostumada com pau grande, afinal só tinha dado pra piroquinha do boliviano até então. Peguei no pauzao dele e disse: nossa, vc tem um pirocao, vai acabar comigo, to acostumada com isso não…. Ele logo respondeu: gostou gatinha? Aquele merdinha não tem uma pica assim né? Então hoje você vai fuder com uma pica de verdade… Falei: fuder mesmo, essa cacete vai me fuder toda.
Ele olhou pra mim com cara de desejo e disse: para de ficar olhando e me chupa BB… E assim eu fiz, caí de boca naquele pauzao gostoso. Tão grande e grosso que eu não conseguia colocar todo na boca como fazia com o boliviano. Chupei como uma vadia, parava de chupar e falava: seu pau é tão grande, tão gostoso, não consigo engolir todo… E ele começava a gemer, e empurrava minha cabeça contra seu pau até me fazer engasgar com seu cacete na minha garganta. Fiquei ali um tempo chupando ele até q ele se levantou me jogou na cama olhou pra mim e disse: agora se prepara que sua bucetinha vai ver oque é ser fudida por uma rola de verdade… Ele pegou uma camisinha colocou no pau e veio pra cima de mim, botou na portinha da minha bucetinha apertada que mesmo molhadinha de tesão tava difícil de passar aquela piroca grande e grossa pra dentro dela. Mal tinha passado a cabeça o pau dele e eu já tava sentindo uma dor enorme parecia que estava perdendo a virgindade de novo, e ele ia forçando cada vez mais seu cacete pra dentro de mim e doía muito , sentia seu pauzao me rasgando, começou a sangrar, mas ele não parou até suas bolas baterem na minha bunda e a cabeça do seu pau no meu útero. Mesmo doendo mandei ele socar em mim aquele cacetao, e ele começou a bombar, sentia arrastando nas paredes da minha bucetinha. Mandei ele parar um pouco e disse pra ele tirar a camisinha porque achava que era ela que estava me machucando. Logo ele deu um sorriso, todo feliz em ver que ia me comer sem camisinha. Rapidamente ele tirou a camisinha, e colocou aquele pirocao todo em mim, pele na pele, ai que delicia sentir aquela pica dentro de mim sem nada atrapalhando nosso contato. Ele começou a socar forte, e eu gemia muito alto, já não doía mais, era só prazer, eu estava toda molhadinha de tesão chega melava o pau dele todo. Depois de um tempo socando por cima de mim eu joguei ele pro lado e fui cavalgar nele, sentei e rebolei gostoso no seu pau, estávamos loucos de tesão. Ele me chama de safada, cachorra, manda eu sentar gostoso na sua pica… E eu falava “que pauzao gostoso, ta fudendo minha bucetinha toda, aí que delicia”. E pegou me colocou de quatro e socou mais na minha bucetinha, nessa hora peguei meu celular é bati uma self pra mostrar pro filho da puta do boliviano. Depois de 20min me fudendo e me fazendo gritar, ele tirou o pau de dentro e gozou na minhas costas e bumbum. E ficou esfregando minha bucetinha até eu gozar. Ficamos um tempo deitados e abraçados. E fomos tomar banho, no banho ele começou a esfregar aquele pauzao já duro de novo na minha bundinha, sabia que ele queria mais, entao empinei afastei as pernas e disse coloca esse pauzao pra dentro vai gostoso, ele apontou e entrou de uma vez, eu gritei e disse soca gostoso vai, soca filho da puta. E ele meteu com força e apertava meus seios, estava tão gostoso, depois de um tempo ele começou a gemer mais intensamente e quando vi que ele ia tirar o pau pra gozar eu pressionei ele com minha bunda e disse pra ele não tirar, queria porra na minha bucetinha, ele deu mais alguma bombadas e encheu minha bucetinha de porra… Depois nos arrumamos e fomos embora, depois disso nunca mais nos encontramos . Em casa me bateu um baita de um arrependimento de tudo que eu fiz desde que conheci o miseravel do boliviano que se aproveitou de mim e me convenceu a terminei noivo. Mandei o boliviano sumir da minha vida e fui implorar pro meu noivo me aceitar de volta, foi muito difícil mas depois de ver que eu estava realmente arrependida ele me aceitou de volta… A história continua no meu próximo conto…

Disk Sexo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *