Fui encoxada no ônibus

Meu nome é Gabriela e tenho atualmente 28 anos, sou negra não retinta, cabelo misto crespo/cacheado, 80 quilos… Nessa época eu tinha o cabelo alisado bem grande, quase na cintura e era mais magra, uns 60 quilos e um peitão enorme que deixava muito homem babando querendo mamar.
Sempre fui bem safadinha, comecei a me masturbar com 10 anos e não parei mais.. Sempre fui curiosa, antes dos 10 já gozava mas era só uma cosquinha, não tinha cunho sexual porque ainda nao tinha acesso, mas me interessei mais ainda quando encontrei revistas pornográficas no quarto do meu primo, sempre pegava uma escondido e me deliciava com as fotos… Já sabia, com 10 anos que mulher também me excitava.
Desde sempre eu percebo os olhares que os homens tem pra mim, principalmente os mais velhos, e inclusive tenho muitos mais relatos relacionados a essa categoria, mas vou relatar mais situações nos próximos contos…
Esse episódio aconteceu em 2008, em Campos dos Goytacazes. Eu tinha 17 anos, já era sexualmente ativa e como disse antes, bem safada.. Estava nessa cidade à passeio, mas já conhecia um pouco pois sempre ia nas férias com minha família e já tinha morado lá por um tempo, então tinha algumas amigas, que eu sempre ia visitar quando chegava à cidade. Foi numa dessas visitas que tudo aconteceu. Esse foi o primeiro ano que minha mãe deixou eu ir visitar essa amiga,
pois ela morava num bairro distante e eu precisaria pegar dois ônibus, mas consegui convencer minha mãe com os mil

Sexo Por Telefone

argumentos que usei (sou boa nisso rs). Teria um churrasco pra comemorar o aniversário dessa minha amiga, que vou chamar de Raíssa, (já passamos por poucas e boas juntas, mas é enredo pra outros relatos) então levei biquíni, mudas de roupa, preparada pra passar um final de semana lá.
Fui pegar o ônibus de saia jeans (que minha mãe só deixou usar se colocasse um short por baixo) era uma saia bem estilosa, toda desfiada, com spikes, com blusa preta e coturno preto. Um óculos escuro e mochila nas costas.
Peguei o primeiro ônibus, bem vazio, vários olhares como sempre, tanto de homens velhos como de estudantes, me sentei e coloquei música no meu mp4.

O ônibus chegou bem rápido ao terminal e logo que desci, a próxima condução que eu precisaria pegar já estava estacionado e com uma fila enorme pra entrar. Já sabia que teria que fazer todo o trajeto em pé. Dei azar (ou sorte) fui a primeira pessoa a ficar sem assento. Fui até o final do ônibus, porque tinha um lugar pra escorar, e só depois fui me dar conta que só tinha homens na parte de traz do ônibus.
Logo depois entraram 3 senhores, aparentemente 50 anos, que também foram para os fundos e se posicionaram ao meu lado.
O ônibus começou a viagem e logo deu um tranco porque o sinal fechou e eu caí em cima do homem que estava ao meu lado. Ele era um homem branco, cabelo grisalho, barbudo, meio gordinho mas com pouca barriga. Pedi desculpas pelo tombo e ele disse que tudo bem..

Com o tempo comecei a perceber que toda hora ele deslizava o dedo devagarinho na minha perna. Eu fingi que não estava percebendo e ele continuou. Isso durou uns 5 minutos. Ele foi chegando cada vez mais perto de mim, ficava tentando roçar o cotovelo perto dos meus seios, mas sempre muito sútil. Sempre se aproveitava de alguma freada ou arranque que o ônibus dava pra tentar fazer alguma coisa. De repente ele foi mais ousado e passou a mão de baixo da minha saia, na minha buceta, meu shortinho tava melado. Eu tava olhando pra baixo e o pau dele pulsando na calça jeans.
Olhei sutilmente pra traz e o homem que estava sentado no corredor tava olhando pra gente com a mão no pau, percebi que muitas pessoas ali da parte de traz estavam vendo o que acontecia, ninguém falava nada mas percebi a excitação no rosto de muitos, o que me deixou mais tranquila de seguir com aquela brincadeira. Ele também percebeu que estavam

olhando pra gente, e começou a se aproveitar disso. Se posicionou atrás de mim e os amigos dele ficaram na frente de nós dois, pra bloquear a visão de quem tava na parte da frente do ônibus. Ele ficou me encoxando muito gostoso, tava uma delícia sentir aquela piroca pulsando dentro da calça dele, minha buceta latejava, de tanto tesão. Ele abriu o zíper da calça e colocou o pau pra fora em questão de segundos. Colocou o pau bem no meio das minhas pernas e ficou socando. Não se aguentou de tesão e ficou segurando os bicos do meu peito q tava muiiiiito duro. Em nenhum momento houve penetração, ele só ficou roçando na minha perna bem pertinho da buceta, e toda hora batia no meu grelo, o que me fez gozar muito

gostoso. O homem que tava na minha frente me viu de camarote gozar gostoso. Ele também tava muito excitado mas não fez nada. Nenhum dos outros homens fez nada, todos ficaram só olhando a nossa performance. Ele ficou estocando meu grelinho e quando percebeu que eu estava gozando, também gozou, senti a porra bater na minha saia e escorreu um pouco pelas pernas. Que sensação maravilhosa. Ele falou no meu ouvido: que piranha gostosa, adoro mulher puta assim. Nossa, meu corpo arrepiou todo… Foi uma das experiências mais incríveis que tive. Depois que gozamos ele continuou atrás de mim ainda por um tempo e falou que só não faz de novo porque não daria tempo, já estávamos quase chegando no nosso destino. Essa história ainda me rende muitos orgasmos…
Obrigada por quem leu, aceito críticas construtivas 🙂

Disk Sexo

2 thoughts on “Fui encoxada no ônibus

  1. É muito gostoso ser incoxada…adoro!sentir um pau
    grande grosso e duro no meio das pernas é tudo de bom!eu até empino o meu bumbum pra ficar mais gostoso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *