Cerveja, vodka e traição

Olá meu nome é Douglas(30) e minha esposa se chama (27)Jéssica ( mulata, 1.58m, 55kg, bumbum cheinho, seios pequenos) tipo índia, casados há 2 anos. Ela trabalha em uma loja de roupas aqui da cidade mesmo, tem uma amiga do trabalho(Duda 38) loira, magrinha, 1.65 +ou- , seios grandes, bumbum de tamanho normal e uma boca linda, sempre fantasiei ela chupando meu pau…ela namora um rapaz de outra cidade que todo fim de semana está com ela…moreno, alto, cabelos e olhos castanhos e uma condição financeira bastante estabilizada do tipo que gosta de ostentar… Vamos ao que interessa!


Em um final de semana do mês de julho ele veio pra cá e nos convidou pra sua casa para fazermos um churrasco, tudo muito agradável após o almoço, tira gosto, muita cerveja e começamos a misturar Vodka com energético, já era umas 4 da tarde quando minha esposa apagou… continuamos bebendo e conversando, a hora passando e minha esposa acordou quase as 6 , já começava a escurecer…ela acordou com mais vontade de beber ainda e foi direto pra Vodka…as 7 da noite ele chamou todo mundo pra ir na beira da praia e levarmos uma garrafa de vinho… idéia ótima (pensei que fosse) chegamos lá e minha esposa continuava bêbada..rs
Ela quis urinar um pouco mais afastada da pedra que estávamos, fui com ela pois estava escuro…quando voltamos a Duda disse agora quem vai no banheiro sou eu e foi com o namorado lá, porém ela voltou rápido e disse que tinha achado uma pedra legal e que era pra todos nós irmos pra lá…eu já não estava muito afim de ir, porém minha esposa quis ir e já foi se levantando e foi em direção de onde Duda veio, quando ela saiu a Duda me falou…”tenho um presente pra você, mais vai depender da Jéssica” eu disse do jeito que ela está bêbada eu não ganho nada e sorri…ela disse “por ela está bêbada será mais fácil de vc ganhar, vai depender se meu namorado vai convencer ela”
A ficha caiu…tinha 5 minutos que Jéssica tinha ido..e eu fui atrás com Duda pra ver o que acontecia, porém quando ouvimos a voz deles, fomos mais devagar pra ver tudo… já era tarde… Jéssica estava com as duas mãos na pedra, na pontinha do pé com o bumbum empinado e ele já estava com a pica na mão (Duda me disse que ele tem 21cm de pica) a minha é normal 16cm…sem pensar duas vezes ele deu uma cuspida na pica e começou a penetrar nela, ela não dizia uma palavra, só gemia…não demorou 10 minutos e ele mandou ela se ajoelhar e gozou tudo na boca dela sem pena… enquanto isso a Duda me pagava o melhor boquete da minha vida… depois de várias gozadas na Duda e muito arrombar Jéssica ,ele nos chamou pra ir embora, deveria estar cansado de arrombar minha esposa que quando chegou em casa na calcinha só tinha porra e sua boca cheirava pica de tanto que chupou.

One thought on “Cerveja, vodka e traição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *