Mais safadezas com meu cunhado gostoso

Como relatei anteriormente,virei amador do meu cunhadinho.Ele ficou me mandando foto de nossas transas e do seu pau,inclusive até quando ele está viajando,eu fico excitada acordo esquecer o que fiz com ele,mas não consigo.Sei que sou uma mulher casada,mas o atração é mais forte,o safado me ligou e disse que aparecia chegando em minha município e que ia me foder em minha casa,fiquei chope afinal de contas é bastante ariscado e perigoso,se meu companheiro descobre,eu estou morta.Meu amoedado me ligou e disse:
— Estou com atração minha putinha,no momento em que eu alcançar eu quero te alimentar-se bom!   A cada dia meu atração aumentava,se acudir-se puta do meu cunhadinho era bastante bom.Só de julgar o que ele ia realizar comigo,me deixava molhadinha.Meu companheiro não desconfia de nada,toda mulher casada sente atração fora casamento.Acordei cedo e fiz um café para meu companheiro,gosto de encontra-se com abafado e sem calcinha,ele vestiu sua farda e saiu,lavei as louças e escutar o caminhão do meu amoedado estacionar,após alguns minutos agitação na acesso,meu filho dormia no quarto,vou abrir a acesso e meu amoedado com uma calça blue jeans e seu pau já aparecia fora do zíper,ele me agarrou forte e me beijou na boca,foi um adorável prolongado e em seguida ele me dúvida:

— Estava com saudades do meu pau?
Eu nem respondi e ele fala:
— CHUPA,…hoje vou gozar em sua boca de puta!Depois vou te comer o cú.
Obedeci como uma cadela no cio,abaixei na frente dele e chupei forte,a pau tinha gosto de xíxí,isso me excitava ainda mais,minha xoxota já estava ensopada.A pica do meu cunhado tem um cheiro de macho tarado,macho fodedor.Continuei chupando e em certo momento ele segurou minha cabeça e forçou a engolir o pau,engasguei ele apertou o bico do meu peito por cima da blusa,ele sabe fazer uma mulher ficar tesuda.
O safado não goza rápido,chupei muito o pau dele,até ele gozar dentro da minha boca,engoli toda a porra eu estava tão excitada que esqueci que era uma mulher casada e que meu filho estava em casa,depois de gozar na minha boca,o pau do meu cunhado-amante não baixou,o safado me pegou a força e me levou para a cozinha,fez eu ficar de quatro com a cara no chão,e sem gel lubrificante apenas com o pau sujo de gozo e minha saliva,colocou na entrada do meu cú e sem dizer nada,invadiu meu reto.Doeu e o pau entrava rápido,podia senti o zíper da calça encostar na minha vagina,eu me sentia um cadela sendo enrabada por um cachorro de rua. Os minutos pareciam horas ele gemia e socava o pau mais fundo no meu cú,coisa que meu marido nunca comeu.Em certo momento ele retirou a pau e pensei que ele havia gozado,ele ordenou:
— Chupa!Sinta o gosto do seu cú em meu pau.
O gosto eu não sei dizer,mais o cheiro era de bosta,abri a boca e mamei forte achando que ele iria gozar,ele tirou da minha boca e meteu outra vez no meu cú,repetiu isso varias vezes até meter fundo no meu que já estava acostumado com o pau do meu cunhado,e finalmente gozou dentro de mim.Eu podia senti a porra escorrer saindo do meu cú,fomos tomar banho juntos,eu já era puta dele ele fez eu lavar sem pau e o saco cabeludo,peguei a toalha do meu marido e limpei seu pau.Depois fomos tomar um café,perguntei:
— Você vai dormi aqui hoje?
— Sim,e quero te comer a noite quando meu irmão estiver dormindo.
— Isso eu não vou fazer,é muito arriscado,ele pode acordar!..
— Não quero saber,você agora é minha,sinto tesão em cornear meu irmão,vou viajar amanhã cedo e quero seu cú outra vez!!!
A noite agimos normalmente como cunhado e cunhada,fui dormi e transei com meu marido,por volta de 4 horas,acordei e fui preparar um café,meu cunhado veio por trás de mim e me agarrou firme,como não uso calcinha,ele me curvou sobre a mesa e levantou meu vestido,fiquei com a bunda fácil de ser penetrada e ele retirou o pau fora da calça e foi enfiando sem gel ou qualquer lubrificante,meu cú parecia já acostumado,o pau foi fundo e os movimentos rápidos iam ficando cada vez mais gostoso ao ponto de me fazer gozar,após alguns minutos ele gozou dentro do meu cú,e me puxou pelos os cabelos e me fez chupar e limpar seu pau,ele disse:
— Chupa,… Quero gozar em sua boca!
Senti medo de meu marido acordar,então disse:
— Vamos para o banheiro,seu irmão pode nos ver aqui!
Ele concordou e no banheiro chupei com força,e punhetei muito,até o safado gozar na minha boca,e registrou tudo com fotos no seu celular.Só foi eu sair e ir até a cozinha,meu marido apareceu e perguntou pelo seu irmão,gelei achando que ele havia ouvido algo,mas agi naturalmente e disse que estava no banheiro.Agora virei escrava sexual do meu cunhado,sempre que ele esta em minha cidade ele me fode,e quando ele está viajando sinto falta de sua pica e de suas safadezas.Sei que é errado mas o tesão fala mais alto,e sou amante do meu cunhado tarado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *