Foda mista ao BDSM

Caros e caras leitores(a), este é meu primeiro conto e devo admitir as falhas e a simplicidade, porém desejo a opInião e boa leitura de todos, as interessadas deixarei meu contato …

Sexo Por Telefone

O comum sempre se torna entediante, mas pode se renovar com pequenos detalhes que transformam tudo.
Um quarto escuro, você amarrada, vendada e esticada sobre a cama em um formato de X, silêncio e apenas sons de passos no local. Sem que perceba procuro ser direto, um beijo tocante vem pelo seus labios, longo mas quieto.
De mais destes sua lingua implora mais, mas me afasto lentamente, as voltas somente aumentam com leves mordidas em seus labios arrancando seu batom.


Um tapa forte em suas pernas, minha palma da mão se encontra subindo devagar, sua boca é preenchida novamente e a altura de suas coxas mais um estralo, sem ser o toque da pele mas sim das tiras de couro envolto, o grito vem no olhar, e ao afastar de nossas bocas pouquissimos centimetros um dedo fundo sem pedir… incontrolavel o gemido vem
Baixinho me provoca e causa mais agilidade, mais um e a pressão aumenta, três, ja caiu na tentação…

– Shhi. Mais virá.

Digo com um uma mordida, que sai para sua orelha e me sento em você, esfregando vc segura mas soco meus dedos em sua boca esfregando firme em você, cada movimento é planejado e quanto mais sente a pulsação esfregando em você maior o calor de nossos corpos, minhas mãos controlam seu ar, e basta um passo.
Apenas eu tirar esta venda em ceda, e quando menos espera não penso para ir fundo, o grito em misto de desejo e dor se vem, mas o prazer aumenta com minha boca em seu pescoço chupando cada centimetro, puxando com mordidas fortes e roxas, só o gosto da lingua que passa por toda parte do pescoço a mordidas, o sangue é sentido correndo, e mais fundo vou descendo a seus seios, amassando com uma mão e lambendo com voltas leves mordidas em seus bicos geram um arrepio que faz você querer levantar, desato suas mãos e em um instinto de tesão arranho suas costas enquanto me aperta, subindo e descendo lentamente como trilhas que sigo, o curto olhar trocado mostra as faíscas de um amor maior.
Um empurrão te deixa de quatro, e puxando seu cabelo fodo instintivamente procurando te deixar tremula, gritando para mim de tesão.
Caidos, jogados na cama exaustos, só o pouco nos resta, mas tão excitante, beijos, amassos e mordidas de fogo.

Disk Sexo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *