Eu, minha esposa e um amigo dela

Tudo começou quando fui fazer uma viagem a trabalho, depois de alguns dias fora eu e minha esposa iniciamos uma conversa mais picante no WhatsApp até que surgiu o papo de ter outra pessoa em nossa cama com a gente.
No começo ela ficou um pouco acanhada, ficou um pouco enciumada quando eu falei de transar com outra mulher perto dela, mas logo se soltou e percebi que ela gostou da ideia de dar pra outro cara na minha presença, minha intenção inicial era fazer uma troca de casais, mas meu tesão era tanto que já admitia ver ela com outro primeiro para ela se soltar, só de pensar ela me olhando com cara de satisfação dando pra outro na minha frente meu ciúmes vai logo embora.

Sexo Por Telefone

Meu dote não é grande, está na média, o que me fazia ter vontade de ve-la sendo comida por uma pica maior que a minha, foi aí que fiz a proposta a ela de fazermos um menage masculino. Mas com quem? Perguntei a ela se ela tinha vontade de transar com algum amigo meu ou dela, aí a coisa complicou porque acho que ela ficou com medo de falar e eu me chatear, mas eu queria mesmo que ela falasse porque estava ansioso para que essa fantasia se realizasse, mal sabia ela que eu estava doido de tesão pra fazermos uma bagunça com mais alguém.

Um dia na cama, insisti tanto que ela baixou a guarda e falou que tinha vontade de transar com um amigo dela, ele era alto, moreno, corpo malhado e muito educado. Eu aceitei prontamente pois já o conhecia e sabia que era um cara sigiloso, não iria sair falando pros quatro cantos o que tinha acontecido.

Então ela me pediu que ligasse pra ele e fizesse a proposta, ele achou estranho no inicio mas aceitou de sair com a gente. Fomos pra um barzinho perto da nossa casa e ficamos aguardando ele chegar anciosos. Minha esposa vestia um vestido colado amarelo, daqueles de piriguete mesmo, muito sensual, que onde ela passava todo homem olhava, estava muito cheirosa e provocante.

Logo nosso amigo chegou e juntou-se a nós, ficamos um tempo tomando uma cerveja, fui ao banheiro para deixar minha esposa e nosso amigo um pouco mais a vontade, quando voltei ele estava com a mão nas coxas da minha esposa que ficou toda sorridente. Após combinarmos tudo o chamamos para ir a um motel.
Ele entrou no nosso carro com a gente, no caminho minha esposa já abriu minha calça e começou a me chupar, pois sabia que eu adorava que me chupasse enquanto dirigo. Enquanto isso nosso amigo já estava ficando louco de tesão no banco de traz do carro.

Chegando no motel minha esposa foi logo tomar um banho enquanto nós dois ficamos ali esperando nossa deusa voltar enquanto tomávamos um cerveja e conversavamos, nisso já fui dizendo pra ele o que ela gostava que fizesse na cama. Quando ela voltou fiquei estasiado, que visão era aquela, voltou vestindo uma camisola preta transparente, uma calcinha muito pequena branca por baixo, sem sutiã e com uma sandália de salto agulha que era amarrada por fitas que subiam até a altura do joelho, nunca vi minha esposa tão sensual como naquele momento.

Ela veio ao meu encontro, me deu um beijo quente e molhado que ela não precisava falar mais nada, dava pra perceber o quanto ela estava excitada naquele momento. Para minha surpresa, ela parou de me beijar e me disse: Fique aí olhando o que a sua putinha safada é capaz de fazer com um macho gostoso desses. Meu pau ficou feito pedra nesse momento, não conseguia conter meu tesão…
Agora a noite ia começar pra valer! Ela foi logo empurrando nosso amigo pra cama e tirando sua roupa, desceu até seu pau e começou a chupá-lo como uma louca, chupava e massageava suas bolas e as vezes tentava engolir o pau dele todo mas não conseguia porque ele tinha o pau muito grosso. Chupou com tanta vontade que ele pediu pra parar porque senão iria gozar, mas ela continuou chupando, eles se levantaram e ela se abaixou, foi aí que ele gozou na boca e no rosto dela, eu olhando tudo aquilo imaginando, essa safada não me deixa gozar na cara dela e ele ela deixou e ainda engoliu tudo!
Ele agora se virou pra mim e disse: Fode essa cachorra agora que eu vou relaxar na banheira um pouco…
Eu fiquei com mais tesão ainda, coloquei ela de quatro e comecei a bombar naquela buceta que estava toda encharcada, com uma mão puxava seus cabelos e com a outra batia em sua bunda, e quanto mais eu batia mais ela gemia e pedia pra foder mais forte, falava pra comer direito, que eu não fodia ela do jeito que ela gostava! Não aguentei muito tempo e gozei na sua bunda.
Ela pareceia insaciável naquela noite, me deixou na cama dizendo que agora ela queria mais rola e uma rola maior, me deu um beijo e foi pra banheira com nosso amigo, sentou em sua rola e começou a rebolar no seu pau me olhando com a cara mais safada do mundo!
Vocês precisavam ver como ela estava gostando de tudo aquilo, nunca imaginei que ela iria aproveitar tanto na cama com outro homem, depois de um tempo eles sairam da banheira e ele não gozava nem a pau, ela estava morta de cansaço mas ainda assim pedia pra ele continuar metendo nela, ela veio até a cama, ficou de quatro mais uma vez, começou a me chupar com ele a fodendo, até que ele gozou e ela olhou pra mim e falou: Aprendeu como se come a putinha aqui seu frouxo!

Disk Sexo

One thought on “Eu, minha esposa e um amigo dela

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *