Comendo a irmã da ex namorada

Morei com uma morena linda, antes era casada com um policial militar. Saia com ela antes mesmo dela separar do PM. A vida dois foi ótima e de muito sexo. Mais acabou e não acabou bem . Não nos falamos mais e sem contato.
Ontem indo embora do trabalho, peguei a Dutra, parado no engarrafamento ouço uma voz chamando meu nome. Era sua irmã que também é PM. Encostei e ela veio.


– Oi, indo para Nova Iguaçu?.
Disse em tom seco.
– Não.
Ela deu um sorriso e falou.
-Paxa me dá uma carona até a posse.?
Pensei e a mandei entrar, deixando bem claro que não iria até a sua casa e nada de falar do passado.
Fomos conversando e a uma certa altura ela falou.

-Sempre tive maior voltade de por um chifre na minha irmã. Mais tinha medo de você me entregar.
Olhei em seu olhos e perguntei.
-Tinha ou ainda tem?
A safada não disse nada e somente meteu a mão no meu pau e me beijou. Um beijo quente e molhado.
No primeiro motel entrei e pedi um quarto com garagem.
A safada não largava meu pau.

Entramos no quarto e ela já tirou a roupa e veio tirar a minha. Falei que precisava tomar um banho, pois trabalhei o dia todo e estava suado. Nem me deu bola. Caiu de boca no meu pau e mamou muito gostoso.
Me puxou para a cama e sentou em cima e pulava como se não visse pica a muito tempo.
Quando eu estava prestes a gozar, saiu do meu colo e mamou e bebeu tudinho.
Fomos para o banho e novamente e mamou, até o lezinho ficar duro.
Ela se virou e disse.
-Come meu cu . Me arromba. Me enche de leite.
E assim o fiz.
Gozamos mais uma vez e tivemos que ir embora.
Me pediu para entrar em uma rua, sem saida e cheia de caminhões.
Tirou meu pau pra fora e mamou a até saie o resto do leite. Bebeu tudinho, me deu um beijo na boca e falou.
-Minha irmã é louca.
Me deu um papel com o número de seu celular e disse.
-Esse número, nem a família tem.
Tirou a calchinha e saiu do carro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.