Putaria com a mãe da minha amiga

Eu costumo estudar para as provas da faculdade na casa de uma amiga que também estuda comigo. Depois de várias vezes indo na casa da minha amiga, eu também fiquei conhecendo a mãe dela. Eu cheguei na casa da minha amiga mas a minha amiga não estava. A mãe dela me recebeu e disse que ela iria demorar para chegar, porém se eu quisesse eu poderia esperar. A mãe dela se apresentou dizendo o nome e perguntou se eu queria um suco e também alguns salgadinhos para comer. Eu aceitei o suco, mas recusei o salgadinho pois eu não quero engordar. Eu usava mini saia e top, com a barriguinha de fora, e sapatenis. Ela me olhava de cima abaixo e começou a conversar comigo. Eu tenho 19 anos e estava com os bicos dos seios durinhos e ela percebeu. Ela perguntou das coisas que eu gostava de fazer e passava a mão na minha perna. Eu percebi que ela gostou de mim, mas eu não deixei ela perceber.

Sexo Por Telefone

Eu comecei a ficar com a minha bucetinha molhadinha e depois de alguns minutos eu levantei a minha saia. Eu também peguei a mão dela e coloquei na minha bucetinha. Eu ainda estava de calcinha mas eu disse: Eu quero! Ela tem 48 anos e é muito bonita. Ela levantou o meu top e começou a passar a língua nos meus seios, os bicos dos seios estavam durinhos, e eu comecei a gemer. Nos beijamos beijos de língua. Ela segurou com força a minha calcinha e rasgou, e eu gemia. Ela começou a lamber o meu grelinho e lamber minha bucetinha toda passando a língua e eu não parava de gemer. Eu tirei a blusa dela e o soutien e comecei a lamber os seios dela. Depois eu tirei a calça dela e a calcinha e comecei a lamber o grelo dela e eu passava a minha língua na bucetinha dela toda, e ela gemia. Depois de alguns minutos ela foi buscar um dildo com dupla face. Ela cuspiu bastante na minha bucetinha e passava a ponta do dildo na entrada da minha bucetinha até o dildo ficar molhadinho e então ela começou a deslizar o dildo para dentro da minha bucetinha e ela fazia um vai e e vém e eu gemia bastante. Ela se deitou, abriu as pernas, cuspiu nos dedos dela, e cuspiu no dildo até que a outra ponta ficasse toda molhadinha e enfiou na bucetinha dela. Nós estávamos uma de frente pra outra, as duas com as pernas abertas e as duas com uma ponta cada dentro da bucetinha e uma de frente pra outra fazendo um movimento de vai e vem e de forma que o dildo entrava e saía um pouco das nossas bucetinhas. Tiramos o dildo e sentamos uma de frente para a outra roçando a bucetinha de uma na outra por longos minutos até que então ela foi buscar um strap on. O strap on era preto e um pouco longo. Ela colocou o strap on e começou a me foder. Ela continuou por longos minutos até que eu gozei. Depois ficamos as duas se beijando no sofá. Passava-se uma hora e a minha amiga não havia chegado. Deu tempo de conversarmos longamente. Eu nunca havia percebido que a mãe da minha amiga gosta de mim. Eu sabia que ela era divorciada mas eu nunca havia percebido que ela passou a gostar de mulher. Ela percebeu que eu uso uma pulseira de arco-íris e ela achava que eu também sou lésbica assim como ela. A minha amiga um pouco depois chegou mas não percebeu que nós havíamos transado. A minha amiga se desculpou pela demora, agradeceu a mãe dela por ter ficado comigo enquanto ela estava fora, mas não percebeu em nenhum momento que tínhamos feito sexo. Eu e minha amiga fomos para o quarto da minha amiga mas eu não parava de pensar na transa com a mãe dela. Eu pensava comigo mesma que na próxima vez que eu viesse estudar na casa da minha amiga eu queria que a minha amiga demorasse para chegar, para na próxima vez eu e a mãe dela transarmos de novo. Eu não consegui prestar atenção no estudo e eu só pensava em uma próxima vez. Ao sair do quarto da minha amiga para ir ao banheiro eu passei na sala e a mãe dela me chamou falando baixinho e me beijou e eu retribuí o beijo. Eu voltei para o quarto da minha amiga e eu disse que eu precisava ir embora. Nos despedimos e a mãe dela me acompanhou até a porta. No caminho de volta para casa eu não parava de pensar na mãe da minha amiga e eu estava ansiosa pela próxima vez. Foi muito bom e foi a primeira vez que eu tinha ficado com uma mulher mais velha e experiente e eu tinha gostado. Por várias vezes na faculdade nos dias seguintes eu perguntei para a minha amiga sobre a mãe dela. A minha amiga não desconfiou de nada mas ela ficou feliz que a mãe dela havia gostado de mim, no sentido que a mãe de uma havia gostado da amiga dela, no caso, Eu. Eu gostaria que eu tivesse tido outras vezes com a mãe da minha amiga, porém não havia tido outras oportunidades, e enfim, aquela foi a única vez. Eu nunca me esqueci daquele dia mas as coisas são assim, quando é para ser, acontece.

Disk Sexo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *