Primeiro Anal

Foder um cuzinho é bom demais. E quando é ainda virgem é muito melhor. Sou Ricardo e moro no Recife. Tenho 24 anos. Em nossa casa trabalha Dona ana. Ela é diarista e vem aqui nas terças, quintas e sábados. Quando não pode vir quem vem é sua filha. Shirley tem 19 anos e já é separada. Era casada com um Bêbado que a maltratava demais.Começamos a fazer amizades. Principalmente quando ela vinha nos sábados. Ficávamos sozinhos. eu tomava umas cervejinhas e oferecia. ficávamos conversando e bebendo. Enquanto ela não parava de trabalhar. Certa vez nos beijamos e desse dia nos tornamos amantes. Fodíamos muito. Em vários locais. Mas ela era virgem no anal. Nem queria fazer. Já tinha tentado. Mas a dor a desencorajava. Mas um dia ela falou que estava com muita

Sexo Por Telefone

vontade de dar o cu pela primeira vez a mim. Que até já enfiava o dedo qo tomar banho. Aí marcamos para sábado. Claro que tinha de registrar isso com detalhes. Os amigos do site de Selma tinham de ver. Eu também jamais tinha fodido um cu virgem. Não sabia como era. E como é diferente e bom. Passei manteiga em seu buraquinho. Melei bastante. Depois em meu pau. Encostei a cabeça do pau e já vi que ia ser foda. Que buraco apertado. As pregas eram muito fechadas. Pedi para ela relaxar e fizesse força como se fosse cagar. Ela foi fazendo Senti a cabeça rompendo a resistência daquele buraco. Parecia um elástico apertado. Mas ia se abrindo. E como ia ficando quente a cabeça de meu pau. Buraco super quente. Ela gemia e se desesperava. Mas ficava na posição. E meu pau aos poucos ia desaparecendo o meio de sua bunda morena e linda. Logo estava todo atolado. Começo a entrar e sair. Ela começa a se peidar e pede para não continuarmos. Estava envergonhada. Disse-lhe que era gostoso isso. E ela deixou. Quando mais o tempo passava mai a vadia se peidava. Há pouco o cu era virgem. Depois já estava de quatro com um caralho entrando e saindo. Ela tentava segurar os peidos mas eram inevitáveis. Ela pede para eu ser rápido. eu sabia que estava com dor de barriga e isso me excitou mais. Chamei-a de vagabunda e disse que queria que la cagasse em meu pau. Ela me chama de doido e fala que é isso mesmo. Começo a bombar mais e além dos peidos meu pau em cada vez mais melado. Ela sente o cheiro e pede para parar. Falei que era tarde. Que ia gozar naquele rabo imundo e sujo. ela começa a se masturbar e ede para eu falar mais putaria. Falo que la era uma puta. Que agava em pau. que a bunda estava fedida e melada de bosta. Ela gozou insanamente. Chega se contorcia. E chegou minha vez. E que gozada. Enchi o reto da vagabunda de esperma e hoje ela está viciada em dar-me essa bunda.

Disk Sexo

2 thoughts on “Primeiro Anal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *