Enrabei gostoso a minha gerente

Estava desempregado e como meus pais tinham uma loja de roupas infantis aqui na cidade minha mãe sempre pedia para eu com ela para fazer compra de roupas no Braz e alguns brindes na 25 de março e foi ai que passando numa dessas lojas da 25 de brindes que conheci uma senhora tailandesa muito simpática e me convidou para ir trabalhar com eles nessa loja. Logo no primeiro dia de serviço vi uma tailandesa muito simpática vou chamar ela de Ju muito da gostosa nunca tinha visto uma oriental gostosa 19 anos 1.70 mais ou menos uns 55 kg de pura gostosura seios médios coxas bem grossas e uma bunda que me deixou doido ela estava usando uma mini saia e um top sem sutien mas como não sabia quem era

fiquei com receio de falar alguma coisa a tailandesa me chamou e a apresentou a essa moça e disse que ela era sua filha e que ela seria minha gerente a Ju me deu um beijo no rosto e disse muito prazer eu olhei de cima em baixo e disse o prazer é todo meu e ela deu um sorriso safado e disse pra mãe dela alguma coisa em tailandês a mãe dela sorriu e me chamou falando que naquele dia iria no deposito pegar algumas caixas e que a Ju iria me levar até lá para em ensinar o caminho peguei o carro da loja e saímos ela começou a conversar normalmente e perguntou o que eu estava achando da loja disse que avia gostado muito e perguntei se estávamos indo sentido ao bairro da liberdade ela disse que sim e depois de alguns

minutos sem conversa ela falou: o que você achou de mim ? eu perguntei em qual sentido ? ela respondeu em todos! Então respondi que achei ela muito simpática e muito bonita mas cheio de dedos pois era meu primeiro dia de serviço vai que eu dou uma mancada vou pra rua na mesma hora ela então perguntou se achei ela gostosa na maior cara de pau apenas balanceia a cabeça concordando então finalmente chegamos no deposito ele estava fechado ai ela me chamou para ir conhecer a casa deles pois o deposito era na frente e a casa deles nos fundos abriu a porta eu entrei ai ela entrou e fechou o porta tava tudo muito escuro ela então retirou o top ficando com seus seios de fora e ficou apenas de mini saia e ao acender a luz levei um susto ao ver aqueles seios de fora pequenos mas branquinhos e com os bicos arrepiados meu

pau ficou duro na hora e ela me atacou com um beijo muito gostoso e cheio de desejo parecia que fazia tempo que ela não fazia nada pois estava aparentando um certo tesão em demasia por parte dela entre os beijos e abraços ela virou de costas comecei a beijar sua nuca e agarrei seus e ela compartilhou segurando minhas mão apertando demonstrando que queria que os apertasse com força e empurrava sua bunda contra meu pau que nesse instante estava duro como uma rocha doido para penetra-la foi ai que ela se soltou de mim virou de frente esticou sua mão pegou na minha e disse vem aqui

comigo vem fui a agarrando com um tesão que a comeria ali mesmo sob as caixas e ela não agüentando mais de tesão se rendeu aos meus ataques e pediu para eu sentar na mesa de escritório que tinha no deposito então ela veio começou a me beijar e a me despir retirou minha camisa estourando alguns botões começou a beijar meu pescoço e beijando e dando mordidas em meu mamilo meu pau já não agüentava mais de tão duro que estava ela foi descendo beijando e começou a soltar o sinto da minha calça e depois o botão abriu o zíper e pegou meu pau e já caiu de boca com uma cede que parecia que não fazia sexo a um bom tempo mamava com uma vontade e com um força que naum demorou muito e acabei

gozando em sua boca e para minha surpresa continuou chupando e chupando até engolir a ultima gota e continuou eu pegava em seus seios e ela delirava e continuou chupando até gozei novamente e ela novamente engoliu tudo e não parou então a retirei meu pau de sua boca e a peguei e a coloquei de pé e fiz com que ela ficasse calma pois parecia louca pedi que ficasse calma ela olhou para mim deu um sorriso e comecei a beijar seu pescoço desci beijando e comecei a chupar seus seios ela pegou minha cabeça e apertou contra ele com força e pediu para que eu mordesse comecei mordendo de vagar e ela pedia para morder com mais força e que queria ser possuída por mim que queria ser amarrada e enrabada com violência que era isso que ela gostava então a coloquei deitada na mesa peguei corda plástica amarrei seu braços com uma das pontas e a outra ponta amarrei nos pés da mesa e tentou se soltar mas estava gostando da brincadeira abri suas

pernas e também amarrei de modo que sua bunda ficou empinada e depois amarei sua cintura passando a corda envolta da mesa a prendendo com força comecei a retirar sua mini saia ela então deu idéia que eu a cortasse e me falou onde tinha uma tesoura peguei e comecei a passar a tesoura na sua bunda e cortei sua mini saia só faltando um pedaço para corta-la por completo e comecei a dar tapas na sua bunda ela ficou doida e como não podia se mexer muito apenas arrebitava sua bunda então puxei sua calcinha e comecei a cortar um pouco sua calcinha de modo que desse para enfiar o dedo e comecei a bolinar sua xana que estava alagada de tanto tesão comecei a masturba-la bem lentamente joguei a tesoura de

lado e sentia o cheiro de sua xana e comecei a rasgar sua calcinha e invadia cada vês com mais um dedo e depois coloquei três e finalmente o quarto dedo ela ao mesmo tempo gritava de prazer finalmente rasguei sua calcinha com uma das mãos e pude ver aquele rabo gostoso e comecei a chupar aquele rabo e ele ficava cada vez mais doida comecei então a forçar a minha mão na sua xana como se quisesse rasga-la ela então deu um gritinho bem fininho e senti minha mão se molhar com o gozo que ela estava soltando foi ai que chupei ainda mais seu rabo e mordia sua bunda e ela como não conseguia se mexer direito apenas piscava seu rabo e movia muito pouco sua bunda e continuei a masturba-la com força até que ela gozou novamente e se soltou na mesa me enchi de tesão e a enrabei sem dó dei apenas uma pequena lubrificada com sua próprio gozo que estava na minha mão e enterrei gostoso ela apenas podia gritar ou algo parecido mas

não fazia nada e isso me enchia ainda mais de tesão e enchi seu rabo de porra então fui a sua frente olhar o porque ela estava tão quieta perguntei se ela estava bem ela respondeu que estava exausta mas que queria continuar a transar comigo então a soltei das amarras e ela levantou-se meio cambaleante a amparei e fomos sentido a casa nus lá chegando ela me levou ao banheiro tomamos um banho ela ainda teve forças para me mamar mais uma vez e tomou meu leitinho terminamos de tomar banho ela foi se arrumar mas como eu tava doido de tesão entrei no quarto e a comi novamente

enterrando meu pau na sua xana pois nunca tinha comido uma oriental e era um sonho que estava sendo realizado gozei gostoso ela novamente foi ao banheiro lavou a xaninha e voltou para o quarto para se trocar e disse que ia me dar uma nova camisa pois aquela estava rasgada se arrumou e fomos para o carro pegamos duas caixas de urso de pelúcia e colocamos no carro passamos no shooping eu com a camisa com botões estourados e ela me comprou uma nova camisa chegamos na loja como se nada tivesse acontecido.

Tivemos outras trepadas mas é outro conto se você quiser saber mais me mande mensagens e você mulher que quiser me conhecer me mande mensagens que entrarei em contato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *