Gozando em público

Tudo bem? Bom, sou morena, cheinha de cabelos longos, pretos e cacheados. Tenho seios fartos com auréolas grandes e uma bunda grande bem redondinha, minha buceta é bem inchadinha e sempre bem lisinha e ultimamente tem ficado bem molhadinha kk. Tenho 19 anos e sou estudante, moro em Franca – Sp e sou bi.

LibidGel

Enfim, estou aproveitando esse tempo pra compartilhar todas as minhas aventuras, então vamos lá.

LibidGel

Um dia desses acordei morrendo de tesão, sentia minha buceta super melada e ai resolvi que ia dar uma volta pra dar uma aliviada.

Tomei um bom banho, me depilei e coloquei uma saia branca um pouco abaixo do meios das coxas, que são bem fartas, uma blusa preta sem sutiã e um vibrador no cuzinho, e claro sem calcinha. Era mais ou menos 9h e estava um sol bem forte, entrei no ônibus e me sentei bem no fundo.

Não tinha muita gente, então levantei minha saia e liguei o vibrador no máximo. Levantei minha saia e deixei minha buceta a mostra, completamente melada, coloquei uma mão dentro da blusa e comecei a apertar meus mamilos.

Estava uma delícia, me segurando pra não gemer, até que um homem entrou no ônibus e ficou me olhando bem curioso. Se sentou no banco de trás do meu e eu continuei adorando ter uma platéia…

Ele saiu sei banco de trás e logo se sentou do meu lado, o cara devia ter uns 30.. no máximo 35 anos, era branco, forte e bem alto. Ele começou a deslizar as mãos nas minhas coxas até minha buceta, é ficou deslizando o indicador no meu clitóris… minha saia já estava toda melada por baixo e eu estava prontinha pra explodir em um orgasmo delicioso…

O pau dele já estava bem duro na calça, desci minha mão até ele e comecei a apertar e ouvia ele suspirar. E como em época de quarentena os ônibus costumam ficar bem vazios, tirei o pau dele pra fora, tinha um tamanho bem considerável, e comecei a bater uma punheta pra ele.

O mocinho suava e melava mais o dedo na minha buceta, eu batia e massageava as bolas grandes e pesadas… Se fosse em outra situação teria chupado ele inteiro.

Comecei a gemer no ouvido dele pedindo pra ele gozar em cima da minha buceta, comecei a bater mais rápido, apertando e massageando o pau dele até que ele começou a gozar.

Não era muito mas a porra dele acertou minhas coxas e barriga e caiu um pouco na minha buceta também, ele ficou bem ofegante, guardou o pau e desceu do ônibus. Eu fiquei lá com a buceta escorrendo e toda melada, espalhei toda a porra nas minhas coxas e na minha buceta, já estava quase subindo pelas paredes…

Até que olhei pro lado e vi que tinha uma mulher olhando e fiquei louca de tesão e envergonhada também, o ônibus já estava voltando pro meu bairro, então eu desci deixando o banco todo molhado e fui voltar pra casa, com as pernas já bambas querendo gozar.

Meu bairro é bem deserto, então parei em um terreno baldio, abri as pernas e comecei a me masturbar ali mesmo

Estava uma delícia sentir o mato deslizando na minha bunda, enfiava os dedos na minha buceta e gemia feito louca, até que comecei a gozar

Gozei tanto que fiquei com as pernas molhadas, usei a saia pra me secar e voltei pra casa toda melada e esporrada como se nada tivesse acontecido e como sempre, me masturbar e gozei muito lembrando disso.. inclusive vou fazer isso agorinha kk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *