Fui flagrada pelo meu gerente…

Olá me chamo Ana, tenho 19 anos ,sou morena, tenho 1,63, cabelos cacheados um pouco abaixo dos ombros e sou gordinha kk
Um conto atrás relatei como conheci meu novo amigo, o Fernando, depois do ocorrido a gente passou a conversar bem e realmente viramos amigos, mas com privilégios kkk Era sábado a noite, e a galera do meu trabalho resolveu fazer uma social, só pra beber e se divertir um pouco, e acabei convidando Fernando pra ir comigo, ele logo topou e assim fomos.
Estavamos entre umas 7 pessoas lá no total,mas quem irei destacar é p Zé, o meu gerente…O Zé é um cara alto, forte,branquinho dos cabelos bem pretos, barba bem feita(aquelas que chamam a atenção mesmo), e uma voz de endoidar qualquer mulher no pé do ouvido…

Sexo Por Telefone


Enfim…Estavamos bem, bebendo, dançando até que Fernando começa a me agarrar subindo meu vestido falando que não aguentava mais ficar ali só sarrado durante a música, tentei disfarçar e pedi pra ele ir pro banheiro e me esperar lá que logo iria…Assim o fiz, dei umas voltas e fui direto pra banheiro.Fe já estava com o pau na mão me esperando, que puxando com tudo quando abro a porta, só deu tempo de encostar a porta e apoiar na parede,logo já senti Fernando forçando seu pau contra mim, que a esta hora já estava molhadinha, e de uma vez atolou com tudo seu pau em minha bucetinha, e com a mão tampando minha boca pra ninguém ouvir meu gemido.Ele socava com toda força possivel me levando a gozar em questão de minutos, seguida pelo urro dele gozando por dentro do meu vestidinho.Foi só virar o rosto pra olhar pra Fernando que levo um susto da porta se abrindo… era Zé que parecia estar espantado com a cena que tinha visto, ficando imóvel.Fernando rapidamente abotoou sua calça e a pedido saiu do banheiro me deixando lá com meu gerente.

-Ei…fala alguma coisa!- falei puxando meu vestido pra baixo.Ele não disse nada, se virou e trancou a porta, olhou pra mim e sorriu.
-Poxa Zé, eu sei que não devia fazer isso aqui na casa da Isa, mas você sabe, quando o tesão bate a gente acaba fazendo besteira.
-Calma bobinha…quem sou eu pra julgar alguém- disse ele enquanto alisava meu rosto
-Então porque trancou a porta, se não for pra me dar uns esporros?
-Sabe… isso que você disse sobre tesão nos levar a fazer besteira é completamente verídico. Já tem uns dias que venho te observando, te desejando, mas nunca tive coragem de te falar nada, tentei ser o mais profissional possível.-Escutei tudo quieta e olhando em seus olhos, observando sua boca, e pensando como aquilo poderia estar acontecendo- Quando te vi chegando hoje disse pra mim mesmo que ia chegar em você, mas você trouxe seu namorado.

Sorrindo maliciosamente e já sabendo aonde aquilo ia dar disse que ele não era meu namorado, mas sim um amigo colorido.Rimos juntos e ele me disse
-Bom…já que é assim…vem cá vem…
E me tascou um beijo, daqueles que te da até falta de ar depois de um tempo de tão intenso, enquanto passava as mãos em minha cintura, puxando meu vestido pra cima e apertando meu bumbum.
Logo me agachei, desabotuei sua bermuda e puxei seu pau (que ja estava duro) pra fora de encontro a minha boquinha, babei muito nele e sem cerimônia iniciei uma leve chupeta,fiquei nem 3 minutos mamando aquela delicia e já me levantei me apoiando na parede de perna aberta pedindo pra ele meter aquela delicia de rola em mim (afinal não podia demorar mais tanto assim naquele banheiro), fui rapidamente atendida.

Como estava bem molhada,o pau de Zé escorreu pra dentro com facilidade nos arrancando um gemido, me apoiei em seus ombros e começamos um vai e vem lento e bem gostoso, enquanto ele bombava, eu beijava seu pescoço, ficamos assim por um tempo até que não aguentei e gozei gostoso,ele anunciou que também gozaria logo, me soltei de seus braços, me ajoelhei e pedi pra ele fodee minha boquinha, ele com um sorriso no rosto nem questionou e logo começou com o vai e vem, me fazendo engasgar as vezes, logo gozou jogando todo o leitinho dentro da minha garganta, o que logo tratei de engolir tudinho, e suguei seu pau mais um pouco afim de deixar ele bem limpinho.
Nos abraçamos, e combinamos de falar sobre isso somente na segunda feira.Me limpei e sai do banheiro deixando ele lá, logo o Fernando veio ao meu encontro perguntando se estava tudo bem, respondi que sim, que ele podia ficar despreocupado, mas como ele não é bobo nem nada, logo notou e me disse:

-Você deu pra ele né safada!- Me dando um beijinho e saiu rindo.Continuamos a festa normal até irmos embora, Fernando queria saber de cada detalhe e fiz questão de contar enquanto lhe batia uma maravilhosa punheta no caminho de volta.E assim terminou meu delicioso sábado, espero anciosa por segunda feira, caso algo aconteça( o que torço muito kkk) venho aqui relatar pra vocês…Beijos

Disk Sexo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *