Carol com vontade de fazer dupla penetração

Eu aqui de novo com mais um conto para vocês. Tentarei, como sempre, não estender tanto o conto assim, mas acabo me empolgado com a história, relembrando os fatos e fico querendo relatar tudo a vocês.

Sexo Por Telefone

Bom, esse aqui se passa depois do meio do ano de 2016, no ultimo conto, Carol havia me chamado para a festa junina próximo à rua dela e transamos mais uma vez. Depois daí a coisa ficou ainda mais intima.

Acontece que depois do meio do ano, Carol trocou os estudos da Faculdade dela de EAD para o presencial. Era últimos ano e essas ultimas aulas precisaria ser presencial. Pra ela ficava muito longe, pois ela morava no interior. Dessa forma, ela ficava lá em casa ( pra quem leu os meus contos anteriores, eu moro sozinho a um tempo já ) e dormia pelo menos uns 3 dias na semana comigo. Então imagina só as loucuras que tínhamos. Nossa intimidade era sem limites. Nossas fodas eram intensas demais com direito a tudo. Eu sempre tentava apimentar mais ainda, íamos em motéis, pegação em lugares públicos, itens sexuais… mas acabei notando que pra ela já estava ficando monótono.

Carol adorava pornô. Ela sempre gostou mas era coisa que só ela via mesmo, já teve as pegações no tempo da Mari, afinal as duas eram amigas e tinha suas brincadeiras, depois que me conheceu que começamos a se pegar, ela começou a gostar mais ainda. Queria fazer como nos vídeos. Depois que começou a dormir comigo, ela colocava sempre alguns vídeos ou pequenos trechos de cenas sexuais pra a gente assistir e fazer igual. Eram cenas de sexo anal, oral, garganta profunda ou umas posições diferentes. Ela pesquisava, geralmente, cenas onde a atriz recebia um enorme pênis e tentava engolir ou sentar o máximo que podia, por eu ter um pau grande, ela se desafiava a fazer igual. Ela era muito safada, se tornou uma puta louca por minha rola, não ficava uma noite sem sexo, sem receber gozada na boca, sem fazer anal, sem fazer garganta profunda, não ficava sem sexo mesmo. Em uma noite que eu que estava exausto foi quando rolou uma pequena briga, pois ela queria transar eu estava morto. Mas lembro que no dia fizemos um meia nove gostoso e eu não resistir em foder aquela safada. Eu fazia tudo o que ela queria, foda ela do jeito que ela merecia, da maneira que ela pedia pra mim.

Foi então de comecei a reparar que ela estava querendo mais ainda do que fazíamos, ao invés de procurar os vídeos que ela sempre fazia, começou a ver e colocar uns vídeos de DP (dupla Penetração), onde tinha uma mulher e dois caras ao mesmo tempo. Era sempre assim com a mina levando duas rolas. As vezes era mesmo Gangbang (vários homens com uma mulher só), geralmente mais que três, onde a atriz fazia dupla penetração, levava rola na boca e varias gozadas na cara.

Foi então em uma noite que ela estava ali, com a boca inteira no meu pau, me chupando loucamente e babando sempre minha rola do jeito que sempre faz antes de sentar no meu colo que ela me questionou uma coisa.

– Gostoso, você me dividiria com outro homem?

– O quê, como assim?

– Ah, sei lá. Eu estou com uns desejos diferentes ultimamente. Eu não sei se você toparia o que estou pensando, mas gostaria de saber..

– Hum, quais desejos? Me conta, sabe que eu faço do jeito que você me pede.

– Então… Você sabe que sou sua puta, né? Amo seu pau.. Você me ensinou a ser vadia, a amar ainda mais sexo e sem ser aquela coisa de sexo simples, sempre foi selvagem e eu adoro assim. O jeito que você me fode, o jeito que me maltrata. E tudo o que eu peço você faz. Você me deixa acabada toda vez.. Adoro mesmo isso. Sabe que eu amo mesmo ser sua vadia… Mas nesses dias estou querendo uma coisa a mais…

– Hum, fala logo. Eu sei que você é minha puta, adora apanhar e sentir esse pau inteiro na sua garganta, mas pode falar o que você quer.. Afinal, não temos intimidades aqui, não mesmo?

– É isso mesmo, vou direto ao assunto.. Então, eu quero me sentir mais puta ainda, uma vadia submissa, que adora rola, que adora apanhar na cara.. Você já faz tudo isso, mas eu quero tudo isso a mais. Quero um outro homem fazendo isso comigo, quero experimentar uma outra rola…

– Ué, como assim? Ta querendo transar com outro cara?

– É, mais ou menos isso.. É estranho falar isso pra você, pois eu não gosto de te dividir e brigamos dias atrás por conta disso…

(o que é verdade, uma outra moça veio de conversa comigo na academia e no dia eu até brinquei ‘ vamos fazer um menage como daquela vez ‘ e ela ficou brava demais. A Carol não gosta de me dividir mesmo, e ela é minha puta assim porque a antiga amiga dela me dividiuNós brigamos com aquela putinha lá da sua academia, que eu não divido você, mas fiquei pensando e estou com muito desejo mesmo de ser comida por dois. Sabe.. Quero ter duas rolas pra eu chupar ao mesmo tempo… A sua é maravilhosa e eu nem consigo por completo na boca, ja me sinto puta só em ter esse pau enorme todo pra mim. Mas eu fico vendo uns vídeos e me da vontade de ter de sentir como é receber duas rolas ao mesmo tempo. Eu fico aqui tentando engolir seu pau e minha buceta fica piscando ali de vontade. Mesmo fazendo 69, que eu adoro, não ta matando esse desejo.. Queria outra boca ou outro pau.

– Ta pensando em fazer sexo a três, você, eu e outro cara? DP, né?

– Isso! Você, claro! Tem que ser você, isso é obvio, meu gostoso! Mas poderíamos achar um outro cara, um amigo, sei lá. Eu fico me imaginando de joelhos, você em pé com essa jebba ai na minha cara e um outro homem com o pau ao meu lado. Nem precisa ser grande como o seu. Só quero ter dois homens ali de pau duro por mim. Pra eu chupar, babar e engasgar, ser gulosa como sou, preparando dois homens pra me comer. Imagina você laceando meu cuzinho como sempre faz , eu sentindo ele todo lá no fundo, você metendo, me arrombado, fodendo a bunda da sua safada e ela nem podendo gemer pois tá ali com um outro pau na boca. Ou o que mais espero. Os dois ali dentro de mim, me rasgando….

Eu estou louca por isso, não se se aceitaria. Mas é meu fetiche de agora. Quero ser maltratada por dois.

– Poxa! Não sei o que dizer, achei que estava bem satisfeita com um.

– Ai, D.! Claro que estou. Você me deixa acabada com o cu ardendo sempre.. Eu nunca transei tão forte antes, como você faz comigo. Me sinto uma cachorra nas suas mãos. Eu to sempre chupando você do jeito que você gosta, dando a bunda e a buceta pra você, Mas você não sente vontade de ter duas bocas chupando seu pau? Ou duas bucetas ou dois cuzinhos pra você meter? Duas vadias safadas desejando esse membro aqui todo? E eu sozinha não sou o suficiente pra você? Mas mesmo assim você queria.. Sim, eu neguei aquele dia. Mas estou disposta a topar você chamar outra mulher, mas se você fizer esse meu desejo também.

Quero ter você e outro cara acabando comigo como você faz. Quero chupar os dois e depois ter os dois dentro de mim. Mostra que você é o machão, chega pra esse outro cara e fala “ Olha essa puta “ e acaba comigo, me bate, fode, fala que é sua vadia e que você vai rasgar ela toda e pra isso queria a ajuda de um amigo, sei lá. Quero muito!

Você topa?

– Não sei, onde vou achar outra pessoa, sei lá. Estranho te oferecer. Oh, minha companheira ta querendo te dar.. Não sei..

– Ah, não é assim… Mas sei lá, chama um amigo. Fala que você tem um amiga que está disposta a fazer a três, vai conversando. Poxa, prometo mesmo fazer qualquer coisa mesmo por você. Deixo você chamar outra safada, eu sei que não falta mulher querendo seu pau. Posso sei la, ficar amarrada e ver você comer outra. Deixo você e ela foderem meu cu. Qualquer coisa que você quiser.

Você disse que gosta de novidades sexuais, fazer tudo, agora poderia ver sua putinha aqui sendo arregaçada por duas rolas..

– Não curto isso, nao curto ver minha putinha sendo arregaçada com outra rola, gosto de arregaçar minha putinha, isso sim.

– Ta, falei errado. Você vai está junto. Prometo que meu cu será só seu. Só mais um pra eu chupar e receber na buceta.. Pode ser? Mas meu cuzinho é só seu. Faz como falei antes, que você é meu homem e eu sou sua puta, serei total submissa. Eae?

– Okey! Vamos ver então. Eu faço sim, vou procurar algum amigo que tope, sei la, algum colega, talvez, ai você conhece ele e se tiver tudo ok eu chamo ele aqui. Mas é só uma vez.

– Aeeeh, Sério? Ah, meu gostoso! Sua vadia te ama! Farei do jeitinho que me pedi.

– Bom, só que tem uma coisa. Não gosto de DP. Fica horrível meter com outra coisa ali dentro. Eu nunca fiz, mas eu maltratei a Mari uma vez com dupla penetração, meu pau e um vibrador que eu comprei. Ela recebia os dois ao mesmo tempo, era horrível. Eu metia e sentia a outra coisa ali dentro, não entrava todo meu pau e nem cabia direito. Mesmo cada um em um buraco. Nao era tão bom. Eu coloco atrás e metia o vibrador na frente e sentia o outro la. Imagina outro cara ainda, ali ocupando espaço. Sem falar que quando um mete o outro fica parado, não dá pra meter junto. Fica bagunçado.

– Ah, meu gostoso! A gente dá um jeito. Colocamos uns videos pra gente ver umas posições, eu não vou me importar. Só vou querer duas rolas em mim. Tenho dois buracos e quero os dois preenchidos. Fico em qualquer posição. E olha esse seu braço, você treina, é forte, consegue me pegar no colo fácil e me comer, como já fez antes. Ai o outro só encaixa. E se mesmo assim não couber dentro de mim, me rasga toda. Você pode, rasga meu cu e minha buceta, coloca esse braço todo que você chama de rola. Coloca até as bolas, coloca tudo. Só me fode e me arromba. Só me dá o que eu quero.

– Vendo você falar assim, com essa cara de puta. Dá vontade de fazer isso mesmo. Olha só meu pau em sua mão. Quero ver você engasgando e babando-o todo. Ta parada porquê?

Ela bateu pra mim deslizando a mão no meu pau e e falou:

– Esse pau aqui? Essa coisa enorme e grossa? hum, É todo meu.. Sempre engasgo e deixo melado do jeito que você gosta… Já pensou dois desses, meu deus! Eu seria detonada.

Foi ai que eu lembrei que eu tinha aquele vibrador que eu usei na Mari, havia usado naquela vez e tinha largado e nem lembrava mais. Acho que só tinha limpado e guardado.

– Posso fazer uma coisa, vou pegar uma coisa que eu tenho aqui, não é grande mas vai te ensinar como é ter duas rolas pra você.

Fui la, peguei, verifiquei tinha pilha, e elas estavam soltas ainda, peguei o controlezinho e trouxe. Ele tinha um formato de um pênis mesmo, não grande, médio, mas era grosso. A parte do meio pra cima era um pouco torto que era pra ele girar e vibrar. É estranho pensar porque um homem tem uma coisa dessa, mas quando você tem uma puta safada que faz tudo, as vezes você quer descobrir os limites dela. Eu havia comprado isso pra pegar um dia a minha antiga puta, a Mari, e detonar ela a noite inteira. Nesse dia ela recebeu, meu pau e essa coisa ao mesmo tempo. Ele delirou muito no dia.

Vim com ele voltando pra ela mostrando que tava funcionando, apertei pra ele dar uma mexida na parte de cima e ela riu, pedi pra ela ficar de joelhos que eu ia colocar meu pau ao lado dela e do outro o brinquedo.

Ela ficou de joelhos já totalmente nua e já começou a me chupar ferozmente e ficou segurando o vibrador com mão na direção do seu rosto, como se fosse de um cara em pé ali. Eu estava em pé ali com meu pau todo pra ela, que sugava e babava ele inteira quando engasgava, e agarrava o outro como a mão, ela tirava a boca do meu pau cheio de saliva e engolia o vibrador, que estava desligado. Eu a ajudava a segurar o vibra pra ela poder engolir mais ou metia em sua boca. Falei para ela que quando a puta é submissa a dar pra dois, ela não tem direito nem de escolha, tem apenas que receber. Tirei o vibrador da mão dela e segurei, falei pra ela colocar as mãos pra trás e meti e sua boca com meu pau mesmo até o talo, ate engasgar e cuspir baba, puxava seu cabelo e xingava ela de vadia, dava cada tapa em seu rosto que ficava a marca, colocava o de borracha em sua boca e fazia engasgar.

– Isso, vadia! Chupa bem assim, você é uma gulosa, que ama chupar um pau. Imagina agora tudo pra você.. Homem gosta quando vocês tentam engolir tudo, como deixa molhado com a baba, quando engasga e quando bate com ele molhado na cara.. Do jeito que você sabe fazer..

E ela fazia, ela engolia meu pau, voltava com a boca cheia de baba, me olhava com os olhos cheios de lagrima, batia pra mim e ficava lambendo em volta do pau, passando a língua e esfregando ele nos lábios, deixava eu meter na boca dela e depois tirava da boca, batendo e passando a mão e dizendo ” Sou sua puta, eu amo esse pau “, partia pra chupar o de borracha com o queixo babado levando de um pau para o outro e fazia igual no vibrador.

Tirei meu pau da sua mão e deixei ela ali segurando o vibrador com a boca toda nele, empinei a sua bunda e fui chupar sua buceta, que estava bem molhada mesmo que até escorria. Imagina o tesão que aquela safada estava sentindo. Falei pra ela que seria mais ou menos assim, depois de chupar os dois, um ia querer chupar ela. E logo seria eu que ia cair de boca naquela buceta e que meu pau seria o primeiro que ela ia receber. Fiquei chupando e lambendo sua buceta, claro com umas dedas e umas massagens ao mesmo tempo com os dedos e a língua, do jeito que ela ama e se retorce. Agarrei ela e joguei ela só de bunda pra mim de quatro, falei pra ela continuar ali chupando o vibrador, prendi ele ali no sofá pra fingir como se o outro cara tivesse sentado. Ela ficou ali caindo de boca e eu logo preparei aquela buceta pra me receber, passei a cabecinha bem no meio que ela deu uma estremecida e eu falei pra ela não tirar o foco do ” pau ” que tinha na boca. Preparei e soquei em uma metida só na sua buceta. Senti abrindo na hora e ouvi ela gemer com o brinquedo todo na boca, bucetinha quente e bem molhada, passei a meter naquele vai e vem forte já, sem dó enchendo-a de tapa na bunda. Metia em sua buceta sem parar, indo e vindo com meu pau, remexendo ali o sofá e ela gemia enquanto chupava o vibra. Às vezes eu diminuía o ritmo e dava uma remexida com meu pau dentro, era gostoso comer ela de quatro, meu pau bem grosso marcava ali sua buceta e deixava aqueles ‘ lábios ‘ quase pra fora que ficava lindo de ver.

Tirei meu pau de dentro dela e dei mais um tapa na sua bunda e falei pra ela que agora era revezamento, ela entendeu bem o que seria. Passei pra frente dela, peguei o vibrador e liguei ele e coloquei em sua buceta. Deixei em um ritmo menor e depois ia aumentando aos poucos. Agora ela ia voltar a chupar meu pau..

” Vem, vadia! Se quer dar pra dois, vai ter que revezar, agora vai chupar meu pau que acabou de sair de sua buceta “

Mas ela nem se importou, caiu de boca chupando e engolindo meu pau daquele jeito que ela toda gulosa faz, aumentei o ritmo do vibrador para médio e ela começou a gemer com meu pau na boca.

Olhou pra mim batendo meu pau em sua cara e disse ” Isso é uma delicia, sabia? Chupando seu pau é muito mais gostoso do que quando tava chupando o vibrador, e quando você metia, era mais gostoso do que ter apenas algo girando ali atrás. Consigo imaginar os dois ao mesmo tempo e isso vai me deixar louca de tesão “

Eu dei um tapão na cara dela que ela virou o rosto na hora, puxei seu cabelo e fiz ela engolir meu pau de uma vez e disse ” Cala boca, vadia! ‘ estamos aqui ‘ pra te foder inteira “

Ela me olhou e voltou a chupar forte, babando e batendo pra mim.

Depois de um tempo assim, puxei o cabelo dela e continuei fingindo como se tivesse outro ali ” Chega, tá na hora de comer o cu dessa vadia.. Hoje ela vai levar rola em todo lugar.. Deixa eu voltar pra trás dela que eu vou lacear esse buraco “

Ela me olhou e entendeu, desliguei o vibra e deixei pra ela voltar a chupar. Comecei a espalhar o mel que tava de sua buceta e passei em seu cuzinho, esfregando o polegar e colocando dois dedos dentro. Aproveitei que meu pau estava bem molhado, passei a mão nele e deixei pingar no cuzinho dela, dei um tapa na bunda, empinei e falei ” vem cá, vadia.. Engasga com uma rola ai que eu vou arrombar esse cuzinho “

Ela deu uma olhada pra trás segurando o vibra e pressionei a cabeça do meu pau pra dentro da bunda dela. Logo deu uma leve resistência, mas aquele cu já havia me recebido varias vezes, a cabeça do meu pau entrou e eu pressionei o resto pra dentro. Ela arqueou o corpo e gemeu com o vibra na boca. Meu pau estava ali dentro do seu cuzinho, retirei devagar e meti de novo. Aumentei o ritimo e logo em seguida estava metendo rápido naquela bunda.

Meu pau entrava e sai de seu cuzinho que estava bem rosa em volta, tirava meu pau só pra falar ” olha só o tamanho do cuzinho dela, vai ficar facil pra você meter aqui “, ela gemia e ria ao mesmo tempo na hora que eu socava de novo.

Metia forte, aquele barulho na sala de coxa batendo com coxa, já nao tinha dó daquela vadia e meu pau inteiro entrava completamente no cuzinho dela. Retirei meu pau depois de dar mais uma metidas e disse ” Sua vez, vem experimentar esse cuzinho aqui..”

Ela estava adorando toda a encenação, peguei o vibrador dela e coloquei em seu cuzinho que deslizou facil. Liguei já na velocidade media mesmo e falei ” vem cá sentir o sabor do seu cu “

Ela agarrou meu pau e chupou mesmo sem dó, molhando ele todo enquanto gemia com o vibrador ali socado em sua bunda. Ale lambia meu pau e molhava ele todo e dava uns leves gemidos. Então ela largou meu pau, me olhou e falou “ Quero vocês dois dentro de mim, vem me foderem e me rasgar.. Me faz mais vadia “.

“ É, ta na hora de dar a essa vadia o que ela merece.. vem cá, puta! Peguei ela pelo cabelo e bati na cara dela “ senta no colo dele que eu já coloco em seguida “.

Levantei o corpo dela e tirei o vibra da sua bunda, coloquei ele preso ali no meio do sofá apontado pra cima como se o cara tivesse sentado ali e fiz ela sentar com a buceta nele mas na posição que ela fique de costas pra mim. Ela sentou e eu liguei pra ele pra ficar remexendo na bucetinha dela. Falei pra ela empinar a bunda, posicionei meu pau e mirei eu seu cuzinho de novo que novamente foi fácil. Comecei a meter e ela gemia alto dizendo ” Isso, ai, issso, me fodem.. Quero os dois em mim, que delicia, duas rolas me fudendo. “

Eu sentia o vibra ali remexendo na bucetinha dela, era a coisa ruim de fazer a DP, da pra sentir o outro lá dentro, mas como ela queria, eu deixei. Metia sem dó em seu cuzinho. Era gostoso aquela bunda empinada vendo aquele buraquinho recebendo todo meu pau. Eu metia forte e ela gemia muito alto, a sala fazia aquele barulho de sexo e a safada gemendo.

Após um tempo, falei pra trocar então, eu sentei no sofá e pedi pra ela sentar com a buceta em mim. Ela me beijou e rebolou na hora, logo em seguida eu já coloquei de volta o vibra em seu cuzinho, ficava só a metade sempre, mas essa vez em empurrei mais pra cabecinha girar la no fundo. Como quem ficava por cima, consegue meter mais forte e mais rápido do que quem come em baixo, aumentei o ritimo no alto e ela começou a gemer desesperada com meu pau ali na buceta.

Ela xingava e gemia muito, quando podia ela rebolava, mas as vezes eu segurava ela e metia, sentia o vibra remexendo no fundo do cuzinho dela e aquilo fazia meu tesão aumentar. Mas percebi que ela mesmo estava perdendo o controle. Quando percebi que ela ia chegar la, tirei meu pau dela e levantei seu corpo, coloquei ela de quatro, sem tirar o vibra de seu cuzinho, soquei forte meu pau em seu cuzinho junto com o vibrador, os dois ali no mesmo buraco. Ela gritou e gemeu me xingando e dizendo que tava rasgando o cuzinho dela. Metia na sua bunda com meu pau ali e o vibra ao mesmo tempo, vi aquele buraquinho esticado. Eu socava e ela gritava, pediu então pra fazer o mesmo na buceta e eu fiz, coloquei os dois na buceta dela ela se remexeu tanto que sentir sua buceta tremer e encolher em um orgasmo louco.

Voltei a colocar os dois de volta em seu cuzinho no mesmo tempo que ela recuperava, eu fodia sua bunda com meu pau e o vibra, porem a massagem que o vibra fazia remexendo ali junto ao meu pau me fez gozar antes mesmo do que deveria, e nas metidas forte dentro do seu cu, soquei de uma vez e enchi ele de leite.

Foi uma metida ate o talo, meu pau pulsou forte e encheu seu cuzinho tanto de gozo, que quando tirei o pau, escorreu por sua buceta. Foram vários jatos ali dentro, havia enchido bem o cuzinho dela.

Eu me afastei ainda com o pau escorrendo, parecia que não parava de sair gozo, ela se virou pra mim com aquela cara de puta e quando viu meu pau pingando, caiu de joelho pra lamber o que escorria. Lambeu a cabecinha e ainda retirou o excesso, mostrou pra mim com a boca aberta pedindo tapa, puxei seu cabelo e dei um tapa e em seguida coloquei meu pau inteiro na garganta dela em uma engasgada única, quando ela engasgou, larguei ela no chão.

” Eae, gostou, vadia? “

” Adorei, desse jeito eu já adorei, imagina quando for de verdade “

” Deve ser bem melhor do que isso “

” Aposto que sim.. Nossa! Como foi bom.. Na próxima, pode me maltratar muito mais, mas só pra o outro saber quem é que manda. E no final, quero ficar de joelhos com os dois paus na minha cara pra eu receber as duas gozadas. Não quero os dois gozando dentro não, mesmo que eu goste, eu quero na boca “

” Eu ia gozar na sua boca, mas o vibrador massageava a cabeça do meu pau a mesmo tempo que metia em você, nem deu pra segurar “

” HAHA, também recebeu um prazer em dobro. Ah, foi otimo. Adoro quando você enche meu cuzinho de porra! Mas sabe que adoro mais na boca.. “

” Vadia sempre recebe leite na boca, não é ?”

” Isso mesmo… E você gostou? Vai conseguir meter com outro dentro “

” Vou sim, pelo menos não vai ficar girando na dentro hahaha “

” Otimo! Ai você me mostra quem você vai trazer. Não pode ser qualquer um. E será que vocês conseguem fazer como você fez? Adorei dois em um buraco só. Aquilo estava me rasgando. “

” Por um instante achei que não ia caber, mas como você disse que era pra te rasgar sem dó. Eu te abri e forcei.. Aposto que está com o cuzinho ainda mais arrombado “

” Você sempre me deixa assim… Adorei mesmo. Sera que aguento de novo mais tarde? Vou querer os dois juntos de novo “

” Vai aguentar sim, eu farei aguentar.. E quando eu achar alguém eu te falo.. Só não vicia! É uma vez só! “

” Pode deixar “

De noite fizemos de novo, coitada sofreu bem mais ainda e ficou até marcada de apanhar. No fim das contas, essa DP que ela queria nunca rolou. Pois é, podem falar que sou ingrato ou sei lá, mas aconteceu que depois disso, todo dia ela cobrava, em todas as transas. Eu falava que ia achar, só ter calma, mas não adiantava, toda vez que íamos fazer, tinha que tocar no assunto.

peguei raiva e ate tinha parado de procurar e esquecido e isso foi deixando ela brava por eu não mais comentar nada, depois voltei a falar com um amigo que até topou mas depois deu cano. Então achei melhor deixar pra lá e não procurar. Porém, o próximo conto que eu vou escrever pra vocês, eu paguei por não fazer a DP com minha vadia e acabei fazendo com outra. Mas antes disse mesmo, a Carol mudou. Ela ate parou de ir em casa só porque eu parei de falar que estava procurando alguém e pedir pra ela para de encher o saco com isso. Quando fosse acontecer, aconteceria.

Acontece que a safada me traiu e não me falou nada. Primeiro ela parou de ir em casa, segundo, voltou com uns papos estranhos de que estava sem tempo, então eu fui la na casa dela sem ela saber mesmo, pra saber como estava e ela estava bem marcada de tapa e até murro e andando mancado. Fui descobrir o que era por uma amiga, ela pegou briga com uma conhecida por causa de homem.

Sabem porque? A Safada marcou de fazer uma DP sem me chamar, isso mesmo, sem me chamar e falar comigo, simplesmente chamou um carinha que ela já ficou antes e ele mano chamou um amigo dele que namorava. Foram os dois la comer ela e a namorada do cara descobriu e teve um maior barraco. Na hora que descobri, já parei de falar com ela na hora.

Pedi pra ela não ir mais em casa e nem me procurar mais, pra isso ela nem precisou falar nada e pelo jeito não ia falar. Voltei pra casa triste mesmo e vendo que meu azar com a mulherada ainda estava forte e a Carol agora foi só mais uma.

Mas galera, fiquem por ai, em breve tem mais conto. Terá mais coisa a se contar.

Até mais!

Disk Sexo

5 thoughts on “Carol com vontade de fazer dupla penetração

  1. Procurando emoções quentes? Ligue agora para 091 17 7878-2728 e entre no portal de Voz Sensual Club 24h no ar. *Custo de ligação de Vivo para Vivo

  2. Procuro mulher sozinha fogosa ou esposa cujo marido sinta vontade de me ver transando com sua esposa.Não aceito baixarias nem envolvimento financeiro.Tenho local, sou saudável e sigiloso. são paulo capital campinas, interior de sp e viajantes
    [email protected]
    Estou sempre excitado e desejo conhecer mulher que viva com a calcinha molhada de tesão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *