Um estranho ajudando a comer a esposa safadinha

Vou por nome fictícios, o meu de Ricardo e de minha esposa de Pâmela. Somos casados a quase 3 anos. Eu 29 e ela 39. Eu branco 1,79 com corpo comum é minha esposa uma morena de 1, 71 com um corpo bem destribuido. Nosso sexo sempre foi bom. Com o passar do tempo começamos a realizar fantasias que foram crescendo e se misturando. Começamos a fuder dentro do carro, depois ela ficar nua e ir se masturbando com os vidros baixos e quem viu . . . Gostou né? Até um dia realizarmos uma que queríamos que era transar em local aberto no capô do carro. Então fomos a um ramal durante a noite, estacionamos o carro na beira da rua de terra que só tinha vegetação em volta e algumas casas distantes. Saímos do veículo já totalmente sem roupa me apoiei no carro e ela começou a mamar bem gostoso meu pau e depois ela se deitou no capô e a chupei um tanto demorado na buceta. Quando já estava bem molhada comecei a meter na buceta que já escorria de tesão. Aí depois de um tempo ela começou a sorrir com um ar muito safada e me disse que tinha um rapaz de bicicleta nos observando de longe e estava vindo em nossa direção. Tentei me afastar para nós cobrirmos mas ela me segurou e mandou não tirar de dentro. meio tenso mais continuei metendo e ouvi o rapaz já bem perto de mim. Quando o rapaz que pedalava cada vez mais devagar estava passando ao lado do carro ela que nem um puta disse ao rapaz ” boa noite, gostou?” O rapaz sorriu e disse “claro gostosa” e ela respondeu “nem comeu ainda para saber” o rapaz encostou a bicicleta e parou ao nosso lado e aquela cena estava me deixando tenso é com mais tesão ao mesmo tempo. Então minha esposa puta sendo comida e olhando para ele perguntou: vem me experimentar e depois você diz se sou gostosa.
Olhou para mim e disse: amor ele vai me comer viu? Quero os dois ao mesmo tempo.
O rapaz já estava passando aos mãos nos seios dela e eles massageando o pau dele pelo short e ela mesmo puxou para fora e ficou punhetando e se beijaram nessa mesma posição. Ela o chamou para ficar em meu lugar mas antes ela se ajoelhou e mamou o cara. Meu coração foi a mil e o tesão também. Me puxou pelo pau e ficou revezando as picas na boca. Ela se levantou. Abriu a porta traseira do carro e ficou de quatro e mandou o cara meter. Eu disse que não tínhamos camisinha e antes de eu completar a frase ela me mandou calar a boca que o cara já comer ela assim mesmo e o rapaz começou a meter nela de início devagar depois acelerou na buceta da puta , enquanto isso eu dei a volta e coloquei meu pau em sua boca. Depois ela mandou o cara sentar no banco de trás e ela montou na pica dele rebolou um pouco e gozou na pica do desconhecido e eu sentado do lado . Depois dá gozada dela voltamos para o capô e ficamos revezando na buceta dela. Aí o rapaz deu uma sequência pesada e falou que ia gozar ela falou para gozar em cima da buceta dela , o rapaz disse que queria gozar na boca dela aí ela sem exitar se agachou e mamou até levar uma boa gozada dentro da boca, cuspiu e eu fui logo colocando a minha boca dela que poucos segundos depois despejou muito leite na boca da boqueteira. Nós levantamos e fomos nos limpar com uma toalha enquanto o rapaz se vestia. Ele perguntou nossos nomes e ela disse , ele se identificou como.o Bruno. Pediu nosso telefone é ela respondeu não ia dar, mas se dá próxima vez ele passar de novo ela vai dar o cu para ele gozar dentro. Entrou no carro e fomos embora.
Já transamos no mesmo lugar duas vezes e não apareceu nenhum sortudo…

Sexo Por Telefone
Disk Sexo

2 thoughts on “Um estranho ajudando a comer a esposa safadinha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *