Traindo meu marido com meu patrão

Meu nome é Shirley é quero fazer um relato sobre como acabei botando um par de chifres no meu marido. Estava com 28 anos e fazia uns 3 anos que trabalhava numa firma de CONSTRUÇÃO E TERRAPLANAGEM como secretária do Diretor Executivo (Dr. Tito) e apenas 2 anos casada com Miguel. Não consegui engravidar como Miguel queria; com isso meu casamento rapidamente foi caindo numa rotina maçante, Miguel todo final de semana saía pra jogar futebol e fazer churrasco com os amigos. No serviço, depois de tanto tempo tinha criado uma cumplicidade e uma intimidade muito grande com o Dr. Tito, tudo dentro do maior respeito, eu sabia mais da vida dele do que a própria família. Dr. Tito estava com seus 56 anos e eu tinha muita admiração por aquele coroa simpático que me tratava com muita delicadeza. Até que um dia, Tito estava aguardando a chegada da PrefeitA de uma cidade vizinha para discutirem sobre uma licitação de obras a serem realizadas em sua cidade. O contrato seria de um valor muito alto e ela estava indo pra discutir sobre a comissão (o por fora) que iria receber; coisa normal na política. Tito estava um pouco nervoso e me pediu pra providenciar um suco de maracujá. Ele pegou a jarra de suco e depois de encher o copo ao colocá-la de volta sobre o móvel (estava na minha sala) deve ter esbarrado em alguma coisa, a jarra balançou e ele tentou segurá-la com a barriga… Foi um desastre! A jarra com 1 litro de suco virou sobre ele dando-lhe um banho. Tito foi pra sua sala e eu providenciei alguém pra limpar a sujeira. Depois que a funcionária da limpeza saiu, eu entrei na sala do Dr. Tito e ele estava dentro do WC (tinha apenas o vaso e uma pequena pia). Perguntei e ele respondeu que estava se limpando… Pedi para ajudá-lo e ele pediu pra pegar seu paletó que estava sobre a cadeira… Ele saiu enrolado no paletó muito nervoso e eu entrei… Ele tinha tentado levar suas roupas, a calça estava mais molhada do que antes com o suco, a cueca estava mergulhada dentro da pia, a camisa era que estava menos pior; apenas molhada na bainha. Era uma situação inusitada, ele apavorado pediu pra que desse um jeito rapidamente já que a Prefeita devia chegar dentro de meia hora. Assim que ele falou, tocou a interfone e da portaria avisaram que a Prefeita (chegou antes do combinado) estava subindo. Vendo Dr. Tito igual uma barata tonta enrolado apenas naquele paletó, tomei uma decisão rápida. Pedi pra ele vestir a camisa e colocar o paletó e a gravata… Ele ficou indeciso e colocando a camisa semi-molhada em sua mão, puxei o paletó. Ele ainda sem entender vestiu a camisa e enquanto eu ia colocando os botões no lugar e ele vestindo o paletó.. Só quando cheguei nos botões de baixo que vi rapidamente o bilau do Dr. Tito balançando no vazio… Dei-lhe a gravata e mandei-o sentar daquele jeito mesmo e fingir que estava atendendo ao telefone; já escutávamos gente entrando na minha sala. Corri e pedi para a Sra. Prefeita entrar na sala. Dr. Tito com o telefone no ouvido apenas levantou um pouco o corpo da cadeira para cumprimentá-la e pedindo pra ela se sentar fingiu estar se despedindo de alguém do outro lado da linha. Dr. Tito me apresentou dizendo que eu era de sua estrema confiança me pedindo pra participar da reunião. Graças a Deus a prefeita era uma pessoa objetiva, em apenas 15 minutos chegaram a um acordo. Como eu percebi que ela já ia se despedir do Dr. Tito e o correto seria ele acompanhá-la até a saída, fiquei por trás da prefeita e apontando pro meu celular dei a dica pro Dr. Tito e disquei pro telefone sobre a sua mesa… Dr. Tito pegou no telefone e novamente ficou fingindo que estava falando com alguém e a prefeita assim mesmo terminou se despedindo dele e eu mesma a acompanhei até a saída. Quando retornei Dr. Tito estava ainda sentado e fui providenciar para que as roupas molhadas ficassem em frente a um ventilador ligado. Vendo seu constrangimento puxei conversa sobre o acordo e ele falou.  NUNCA PASSEI NA MINHA VIDA UMA SITUAÇÃO DESSA! GRAÇAS A VOCÊ DEU TUDO CERTO… Falei.  É, MAS QUE FOI MUITO ENGRAÇADO, FOI!… Acabamos caindo na gargalhada. Ele me perguntou e eu respondi que as roupas iam demorar um pouco pra secar e como já devia estar quase na hora do encerramento do expediente ele ia poder sair sem ninguém perceber as roupas manchadas.  MAS EU VOU TER QUE FICAR AQUI SOZINHO E PELADO?…  O SR. QUER QUE EU FIQUE ESPERANDO?…  NÃO! PODE IR! VOCÊ JÁ FEZ MUITO POR HOJE… SE NÃO VOCÊ ESSA SITUAÇÃO RIDÍCULA QUE ME ENCONTRO EU TE DARIA UM ABRAÇO DE AGRADECIMENTO… Eu sem querer respondi.  SE O SR. QUIZER, EU FECHO OS OLHOS!… Assim que cerrei os olhos percebi que ele levantou da cadeira e chegando perto me deu um braço sem encostar em mim dizendo.- SHIRLEY, VOCÊ É UMA PESSOA MUITO ESPECIAL PRA MIM, TENHO MUITA SORTE DE TÊ-LA TRABALHANDO AQUI COMIGO!… e me deu um beijo carinhoso na testa. Fiquei emocionada e acabei abrindo os olhos enquanto ele se afastava pra sentar na cadeira novamente… Percebi que ele estava com o pau muito duro; nem reto estava, estava fazendo um ângulo quase apontando pro teto. Fiquei com a cara vermelha e ele percebendo pediu desculpas.  TUDO BEM! NÃO PRECISA FICAR PREOCUPADO COMIGO, EU TAMBÉM TENHO UMA GRANDE ADMIRAÇÃO PELO SR. E NÃO VOU ME IMPORTAR SE SAIR DE TRÁS DA MESA….  MAS ASSIM VOU FICAR MAIS EXCITADO DO QUE JÁ ESTOU!…  E DAÍ!!!… ESTOU AQUI E SE PRECISAR DE MIM PARA ALGUMA OUTRA COISA E SÓ PEDIR…. Dr. Tito saiu de trás da mesa e veio da minha direção novamente com aquela coisa enorme e reta, confesso que fiquei gelada na hora, mas minha xoxota estava latejando e lacrimejando. Dr. Tito voltou a me abraçar dessa vez encostando aquela vara no meu corpo, dizendo.  SHIRLEY!!! SEMPRE TIVE MUITO TESÃO POR VOCÊ, MAS NUNCA FIZ QUALQUER COMENTÁRIO COM MEDO DE TE MAGOAR!… Foi quando ele numa ousadia que jamais poderia imaginar, procurou minha boca num beijo ardente. Meu coração disparou e fui me entregando… Quando dei por mim já estava segurando a piroca do Dr. Tito que latejava na minha mão. Enquanto me beijava ele foi desabotoando minha blusa pra logo puxar meu sultiã pra cima deixando meus peitos livres e cair de boca nos meus mamilos. Aquilo foi me dando um prazer tão grande que nem percebi que ele tinha soltado minha saia e já arrastava minha calcinha pra baixo… Em poucos segundos; como uma adolescente que ia transar pela primeira vez, me livrei de todas as peças restantes ficando totalmente nua na frente do meu patrãozinho, ele se livrando do paletó e da camisa também ficou peladão… Me fez sentar sobre o tampo da mesa dizendo.  VOCÊ NEM IMAGINA O QUANTO SONHEI EM TER VOCÊ PELADINHA E PODER TE COMER INTEIRINHA!….  ENTÃO VEM! SOU TODA SUA! QUERO SENTIR VOCÊ ME PENETRANDO!…. Dr. Tito puxou meu corpo pra beirada da mesa e abrindo minhas pernas e segurando aquele cacete com uma das mãos foi se aproximando até encostar aquela ponta enorme e vermelha entre os lábios da minha xoxota… Quando ele deu a primeira estocada e senti minha vagina envolvendo aquela coisa dura, não resisti e como uma puta pedi.  VAI TITO, ENFIA TUDO, ENFIA!…. Fui arriando meu corpo sobre a mesa e ele segurando minhas coxas um pouco acima do nível da mesa enterrou aquela piroca até o fundo…. Eu me deliciava sentindo aquela coisa batendo lá no fundo do meu útero, e quando ele começou um vai-e-vem ritmado não demorou muito pra eu ter um orgasmo como nunca tinha tido na minha vida…. Gemi igual uma cadela. Quando Dr. Tito parou que o pau todo enfiado em mim, percebi que ele também ia gozar e travei minhas pernas em sua cintura.  ISSO, GOZA, GOZA TITO!… GOZA DENTRO DE MIM!… Senti o pau dele tendo contrações enquanto soltava jatos e jatos de porra…. Ficamos um bom tempo ainda pelados nos beijando até resolvemos que estava na hora de irmos cada um pra sua casa. O dia seguinte transcorreu normalmente, no fim do expediente entrei em sua sala com a finalidade de me despedir, mas Dr. Tito pediu pra trancá-la… Novamente ele me possuiu ali sobre a mesa com uma fúria de um leão. Mesmo continuando como sua secretária exclusiva, Dr. Tito me promoveu a sua assessora dando-me uma aumento salarial bem substancial. Como assessora passei a sair com Dr. Tito nas visitas aos canteiros de obras e até viajar com ele a serviço (rsrsrsrsrs). A primeira vez que ficamos hospedados em um hotel, Dr. Tito me surpreendeu com uma bela chupada na minha buceta… fui nas nuvens de tanto orgasmo que tive com aquela deliciosa língua brincando na minha xoxota… ele lambia, chupava e mordiscava levemente meu grelo. Em retribuição; nunca tinha feito antes, segurei aquele mastro e comecei a lamber sua ponta vermelha e quente…. Ele pediu e acabei enfiando uma parte dentro da boca. Tive um princípio de asco, mas como amante do meu patrãozinho queria ser completa e aos poucos fui me controlando até estar chupando gostoso seu pau… Dr. Tito lambuzou minha cara de porra e eu adorei. Miguel (meu marido) em pouco tempo começou a desconfiar das minhas viagens e da minha rápida ascensão dentro da firma. Em uma discussão, ele falou claramente que eu estava transando com meu chefe… Não confirmei mas também não desmenti, apenas falei que achava que estava na hora da gente se separar. Quando ele percebeu que eu realmente queria a separação, ele quase chorando simplesmente disse que me aceitava assim mesmo e que nunca mais ia fazer qualquer comentário sobre eu e Dr. Tito. Percebi que Miguel tinha aceitado sua condição de corno por eu estar bancando tudo dentro de casa… tínhamos melhorado muito nosso padrão de vida. Aceitei continuar com o corno manso sem largar de ser a amante do meu padrão. E era como amante que eu me realizava sexualmente… Dr. Tito supria toda minha tara por uma piroca e não perdoou nem a minha bunda. Certa vez ele me comendo de quatro, tirou seu pau da minha buceta já bem molhado e sem pedir colocou-o na entrada do meu cú e empurrou pra dentro me fazendo soltar um urro de dor.  CALMA MEU AMOR! CALMA!…. DAQUI A POUCO VOCÊ ACOSTUMA E TENHO CERTEZA QUE VAI GOSTAR MUITO…. Realmente! Depois que meu traseiro engoliu toda aquela vara, a dor passou e comecei a sentir um prazer indescritível com o vai e vem daquela tora enfiada no meu rabo até despejar aquele líquido quente dentro de mim.

Sexo Por Telefone
Disk Sexo

One thought on “Traindo meu marido com meu patrão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *