Namorado da minha mãe volta a me comer

Desde q ele me comeu , fico evitando vê ele com minha mãe , fico com vergonha, receio sei lá. Era em um sábado , quando havia saído com umas amigas a tarde, quando volto a casa estava um silêncio, fui na cozinha e a porta do quarto da minha estava aberta, ela tava deitada dormindo. Quando me deparo com o F. Só de toalha.
Ele diz se aproximando de mim:
– olha quem chegou , tava só te esperando .
Fiquei toda sem graça , e falei q ele é doido, a mãe tava dormindo. Ele aponta para a pia da cozinha, havia 2 garrafas de vinho. Minha mãe sempre foi super fraca pra bebida , ela apaga , e não acorda por nada .
– Vai tomar um banho vou te esperar no teu quarto.

Fiz o q ele mandou, e quando volto ao meu quarto ele tá deitado de rola duríssima batendo punheta e vendo vídeo . Ele se levanta e tranca meu quarto.
Começa a me beijar , me lamber todinha, desde o bico dos meus seios até chegar na minha bucetinha, acabei soltando vários gemidinhos, aquele tarado chupando minha bucetinha, fiquei completamente molhadinha. Eu estava na beirada da cama, quando ele levanta e mira a pica dele na minha buceta, ficou pincelando, me maltratando novamente. Eu igual uma puta implorei: Soca na minha buceta , por favor. Tô te pedindo. Demorou pouco ele socou devagarinho, sentia cada

centímetro daquela rola dura, ele soca minha bucetinha muito gostoso. Sinto os ovos batendo no meu cuzinho , ele ficou nessa por um bom tempo, depois me comeu de frango assado, de ladinho , mandou eu sentar no pau dele, até q me mandou ficar d4, atolou aquela vara na minha buceta d4, socava muito gostoso e eu tentando abafar os gemidos com um travesseiro, o medo era imenso da mãe acordar e ouvir algo. Ele socava com um dedo no meu cuzinho e falava, um dia vou devorar ele viu sua puta. Ele n cansava de me comer, nossa . Ele me pôs sentada na cama e socou novamente sem pena, depois de um bom tempo ele pergunta : onde tu quer q eu goze em ti hein puta?
Eu falei no ouvido dele:

Goza Dentro da minha bucetinha, por favor .
Eu riu e ficou apertando meu quadril e socava mais forte, nosso suor escorria, até q senti minha bucetinha quente , e aquele tarado urrava despejando toda gala dele na minha buceta. Nossa q delícia de vara . Ele saiu da minha boceta. E fui xupar a rola dele , ajoelhada , eu amo xupar depois q o cara goza. Ele colocou a toalha dele, e sem dizer uma palavra foi saindo do quarto. Demorei um tempo e fui banhar, ele tava no quintal fumando e minha mãe apagada. Quando eu tava saindo do banho ele me puxa para o quintal e estende 20 reais pra mim e diz:
– Pega, compra a pílula do dia seguinte eu gozei dentro , aquele dia era pra eu ter te dado tbm.

Eu falei que não queria, que já tomo anticoncepcional e sempre faço exames, e pedi q se ele quisesse continuar me socando ele tinha q socar assim só em mim , q era muito arriscado . Ele me puxou , deu uns beijos e bateu na minha bunda e mandou eu sair pra mãe caso acordasse n visse nada.
Fui para o meu quarto , tirar um cochilo , depois de um tempinho escuto minha mãe falando com ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *