Minha primeira vez com outro homem

Ola pessoal, meu nome é André, tenho 33 anos no momento que estou escrevendo, 1,80m, 90kg e nao sou muito musculoso.

Vou lhes contar sobre minha primeira vez com uma pessoa do mesmo sexo, um amigo de longa data que nunca imaginaria que iria me ajudar a conhecer esse mundo.

O nome dele é Felipe, trabalhamos juntos por dois anos em SP capital quando eramos bem novinhos, e como moravamos pertos saiamos juntos quase todos os fins de semana, mas nunca nem me passou pela cabeca nada relacionada a sexo com ele. Felipe era meio “afeminado”, mas tinha namorada que inclusive eu ajudei a conquistar.

Voltei a morar no interior, me casei com uma maravilhosa mulher, tive filhos e levo uma vida normal e feliz.
Passados mais de dez anos do nosso ultimo encontro, surgiu uma oportunidade de ir a capital a trabalho novamente, por apenas 2 dias, entao precisava de um lugar pra dormir. Coincidentemente naquela mesma epoca eu e Felipe tinhamos acabado de nos reencontrar pelo Facebook, e como sabia que ele havia se separado recentemente, perguntei a ele se tinha um lugar em sua casa. Ele respondeu que sim.

No dia do reencontro, fui com ele em um restaurante apos a reuniao de trabalho, onde nos atualizamos nas conversas e onde ele me contou o motivo da separacao: Ele resolveu que nao queria mais passar sua vida com uma mulher, e se abriu como gay pra mim.
Nao foi nenhuma surpresa, pois ele sempre teve um jeitinho pra isso embora nossas conversas fossem sempre sobre mulheres na epoca.
Depois dessa conversa, minha cabeca comecou a imaginar que eu iria dormir na casa de um homem que se interessa por outros homens, e comecei a imaginar se ele estaria me olhando com esses olhos. Nao conseguia pensar outra coisa, e me despertou uma curiosidade sobre o que poderia acontecer se eu permitisse.

Chegando em sua casa, a surpresa. Ele deu uma desculpa que a ex-esposa havia levado o colchao de visitas, mas que podiamos dividir a cama de casal que ficara com ele apos a separacao. Nessa hora percebi a armadilha, mas agora eu ja estava comecando a querer experimentar algo novo, pois ja saquei que so dependia de mim. Nos revezamos no banho, conversamos mais um pouco e fomos pra cama dormir. Ate ai um escondendo do outro o desejo do que estava por vir.

Ja deitado na cama, brinquei que iria dormir de olho aberto pra nao ser atacado de noite, e assim comecou a conversa sobre ele ser gay… usar aplicativos do celular pra se encontrar etc, e pedi pra ele me mostrar esse tal aplicativo. Na sessao de fotos dele, havia uma foto dele com uma sunga bem erotica, achei muito engracado e pedi pra ele vestir pra eu ver pessoalmente. Ele concordou e foi logo buscar.
Como era uma sunga, ele primeiro teve que tirar sua roupa, fazendo isso na minha frente, e foi quando pela primeira vez vi seu penis. Um pinto bem maior que o meu, ainda estava mole mas era grosso, e a virilha estava raspadinha. Nessa hora me deu um tesão enorme e decidi que queria aquilo, mas continuei fingindo.

Felipe colocou a sunga e depois de me mostrar disse que ia dormir daquele jeito mesmo. Deitou do meu lado de novo. Continuamos a conversar e ele notou que eu estava olhando pro pau dele na sunga, claro que de proposito como um sinal de interesse. Ele mordeu a isca e resolveu avancar o sinal, perguntando pra mim se eu estava excitado e disse que nao ligaria se eu batesse uma punheta ali. Perguntei pra ele se ele me masturbasse e ele imediatamente me pediu pra tirar o short.

Sem nenhuma cerimonia, fiquei pelado tb e ele veio mais perto e pegou no meu pau. Nossa, eu ja estava latejando de tesão e ele tambem. Comecou a acariciar meu pau bem carinhosamente, mas ja foi pro meio das minhas pernas e comecou a chupar gostoso. Eu nao acreditava que aquilo estava acontecendo, mas a unica coisa que eu conseguia pensar era no que fazer pra deixar ainda mais gostoso o nosso momento. Ele chupava, chupava, chupava, dava pra ver que ja tinha muita tecnica em fazer isso, pois estava muito gostoso. Pedi pra ele chupar meu saco, e logo fui atendido. Ele colocou as duas bolas naquela boca quente, enquando movimentava meu pau que ja estava quase pra gozar.

Vagarosamente, ele foi colocando minhas pernas pra cima, sem parar de me mamar, e foi lambendo do saco ate chegar no meu cuzinho. Nossa, aquilo era muito bom e eu comecei a gemer meio alto de proposito, pra ele entender que ela ali que eu queria que ele acariciasse mais. Lambeu, fazia forca com a lingua na entrada do cu e aos poucos trouxe sua mao ali na minha bunda, explorando aos pouquinhos o redor do meu cuzinho. Deu mais umas lambidas gostosas e por fim deu uma babada bem na porta do cu pra lubrificar… e comecou a acariciar com o dedo.

Sem pedir permissao, comecou a enfiar o dedo, e eu gemendo pra dizer pra ele que ele estava no caminho certo. Nunca tinha tido aquela sensacao, e estava adorando. Depois de umas tentativas, ele ja estava com um dedo inteiro no meu cu, e comecou a movimentar pra dentro e pra fora, girando um pouco entre os movimentos. Depois que pegou ritmo, comecou a fazer isso chupando meu pau ao mesmo tempo. Eu ja estava vendo estrelas e aquilo estava muito gostoso. Peguei no pau dele e comecei a masturbar ele tb.

Deixei ele bem excitado, o que fez ele querer ir mais longe. Pegou um lubrificante, passou no meu cu e no proprio pinto, me deixou de frango assado e posicionou a cabeca da rola na entrada do meu cu.

– Se doer me avisa; disse ele
– Cala a boca e mete; respondi ja sem paciencia.

A primeira vez que um pinto entra na minha bunda… nossa que tesao. Confesso que nao senti dor igual todo mundo diz, cada centimetro que entrava so me dava mais prazer. Resolvi me entregar o maximo possivel pra fazer daquele momento inesquecivel… entao gemia alto e dizia detalhadamente o quao gostoso aquilo estava sendo. Puxei ele pelas costas e forcei ele ate o pinto dele entrar ate o talo. Ai comecei a movimentar e dar umas reboladinhas, pois queria sentir aquele pau dentro de mim. Ele ja cheio de tesao tb comecou a se movimentar e me comer gostoso…. e eu pedindo mais e mais. Ele me pediu pra eu acariciar os mamilos dele… e assim o fiz enquanto ele me fodia cada vez mais intensamente. Puxei ele pra cima de mim e comecamos a nos beijar que nem loucos… nosso primeiro beijo foi ai, enquando ele ainda no movimento vai e vem.

Eu sendo dominado e penetrado estava tao gostoso que quando percebi acabei gozando sem mesmo mexer no meu pau. Mas estava muito bom, e nao queriamos parar por ai, pois ele ainda estava ali me fudendo, os nossos corpos estavam bem quentes, e a gente ja estava se beijando e se chupando como loucos enquanto ele comia meu cu apertadinho e virgem ate aquele momento.

Depois de muito beijo, gemido e amassos, ele disse que iria gozar, e comecou a meter com força. Eu gemia e dizia; “ai que gostoso, ai que gostoso” enquando ele aumentada a velocidade e forca na metida. Finalmente ele gozou, mas continuou metendo mais um pouco… diminuindo o ritmo e aproveitando o prazer daquilo tudo.

Deitamos pra descansar e conversar um pouco sobre o que acabara de acontecer… ate comecarmos denovo pois tinhamos a noite inteira pela frente, mas iss ja e historia pra outro dia.

Confesso que dar o cu é tão gostoso quanto comer buceta, e acho que todos deveriam tentar pelo menos uma vez. Me encontrei outras vezes com esse amigo pra transar e vou postar sobre isso em breve.

2 thoughts on “Minha primeira vez com outro homem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *