Minha gerente do banco dando pro travesti

Me chamo Patricia sou casada sempre tivemos a curiosidade em troca de casais, casei virgem só metia com o meu marido até irmos a uma festa onde pude experimentar outro pinto.
Sou gerente de um banco e nele trabalha o Adolfo um jovem rapaz que tirou a virgindade do meu cu risos
Pois bem fui convidada pelo mesmo a ir numa festa onde seria de apenas 5 casais onde possivelmente rolaria alguma troca( a sim conversavamos muito sobre troca de casais em nossos almoços risos). Falei com o meu marido e seguimos no sabado chegando lá o Adolfo nos apresentou sua namorada um tanto mais velha que ele tudo bem mas muito linda alias meu marido a comeu de tudo conter jeito risos. fomos para uma sala onde deixamos nossas bolsas num armario e o Adolfo nos convidou a ficarmos nus a principio ficamos encabulados mas como quem sai na chuva é pra se molhar topamos meu marido vestiu uma meia calça (e eu tirei minha calcinha tamanho “P” ela fica bem atolada na bunda e marcando a ppka) pois estava preocupado com o tamanho do seu pau ser pequeno, mas caiu do cavalo seu pau era do tamnho de todos lá risos
O local era muito lindo uma chacara no interior de São Paulo toda murada e com total segurança nela tem 3 chalés, para 5 casais ou seja quem sobrar ficaria tomando conta das carnes na churrasqueira,e assistendo os casais nos chales vim saber disso depois risos pois bem nos encontramos com todos no local uma moça mais linda que a outra e detalhe todos bancarios pois reconheci 2 lindas loiras de um curso que fizemos na Av. Paulista nos cumprimentamos todas nuas e uma delas me disse voce é um tesão sabia e me deu uma piscada risos… ficamos conversando e o Adolfo sempre na minha cola tinham varios rapazes bem gostosos mas o Adolfo era realmente o mais gostoso um pau medio mas bem grosso e cabeçudo adoro assim risos, qdo foi ficando a tarde fomos pra uma sala toda branca e uma tv de 40 e poucas polegadas onde assistimos os casais nos chalés… 1 2 3 e tudo ficou escuro todos começaram a gritar senti uma mão passar na minha buceta e ir até a minha bunda por tras e susurrou no meu ouvido hoje eu fodo esse cu “chefinha” acenderam as luzes e cada um estava com seus pares formados e o Adolfo ao meu lado meu marido com uma baita loira do outro lado. Enfim vamos nos divertir vamos aos sorteios meu marido foi o primeiro a foder com a baita loira que até então pensava que era namorada do Adolfo… mas não a loira linda era mamãe do Adolfo se viuvou se cedo criou o filho com todo carinho e o encaminhou no mundo dos Bancos mas segundo Adolfo morreia de tesão nela mas ela só transava com os amigos do pai dele… voltando ao chales ficaram eu e Adolfo e mais um casal de fora dos chales ficamos na churrasqueira e os outros na sala assistindo os casais, na churrasqueira o Adolfo ficava pincelando minha buceta e mamando nas minhas tetas eu perguntei se ele acretitava q eu era virgem de cu, ele disse que sim aquilo me molhei todas semper tive vontade de fazer anal mas o meu marido detestava e aquele dia era o dia de experimentar rsrs
Chegou a nossa vez entramos no chalé as 20 horas e só saimos as 23 horas eu com um tesão e tanto no Adolfo ao entrar no chalé ele me virou ficamos frente a frente e ele me disse vou fazer de ti a mulher mais desejada hoje e me lascou um beijo de cinco minutos depois foi beijando minha orelha (ponto fraco) risos foi beijando meu ombro e desceu até minhas tetas que por sinal os bicos estavam duros e enormes puro tesão risos depois foi descendo beijando minha barriga cheia de estrias e celulites eu disse não Adolfo tenho vergonha ele disse essa é a parte que mais gosto eu ao contrario de muitos homens adoro celulites e estrias aquilo me molhou todas foi então que ele disse sente- se na cama e deite se em seguida arreganhe esse bucetão minha puta, gente eu confesso me molhei até 2020 risos pensei comigo ele gosta de mulheres vulgares na cama e estava certissima pois quando abriu minha buceta e comecou a chupar o meu botão da campainha não dei outra comecei a dizer em voz quase alta ai ai mete essa boca chupadeira de bucetas no meu grelo seu puto meu tesudo e depois enfia seu pau grosso na meu bucetão e depois no meu cuzão vamos caraio eu quero rola, com muita calma parou de me chupar e disse caia de boca na minha rola sua vadia chupei o pau dele por minutos até pensei q iria gozar mas não o Adolfo mesmo novinho é bom de cama risos, qdo estava me deliciando no pau ele me disse chefinha fica de quatro pra eu foder seu bucetão pensei vai colocar no meu cu virgem mas não ele me colocou de quatro pediu pra que eu empina-se minha bunda e meteu na minha buceta por varias vezes depois pediu para q eu senta-se em cima adorei nunca tinha feito assim jamas tinha ido ao orgasmo duas vezes numa metida quando patou e me disse chefa chegou a hora do cu eu imediatamente disse não me falaram que doi e muito ele disse doi se o cara não souber meter fique de quantro minha vadia que ja iremos aos finalmente, fiquei e ele lubrificou minha bunda com um gel e o mesmo fez no pau dele que estava duro feito aço e tentou na primeira eu reclamei deus um minuto me beijando e me posicionei e foi tentando até que aquela cabeçona no meu buraquinho depois foi o membro todos e pra frente pra traz bem devagar aumentando aos poucos a velocidade depois de alguns minutos naquela posição deliciosamente tesuda eu disse fode meu cusão seu puto e ele começou a ir mais rapido gente que delicia e começou e me dar uns tapas na bunda eu dizia mete nesse cusão e bate na minhabunda eu nunca tinha levado uns tapas na bunda a não ser qdo criança risos enfim quando chegou no finalmente ele tirou o pintão e gozou na minha bunda esporrando até os meus cabelos foi quando dei por mim estava gritando isso assim meu puto fode sua chefa fode meu cuzão delicia e pronto acabou a metida tomamos uma ducha e fomos para a sala branca já passava das 23 horas e no domingo tinhamos que descansar pois segunda começaria no Banco… risos. na sala desfazemos os casais nos trovamos e fomos para casa meu marido disse que a namorado do Adolfo era muito gostosa foi quando eu disse não é namorada e sim a mamãe dele ficou de cara e mudo… no outro dia domingo levantamos tarde e em mim uma vontade de repetir tudo novamente inclusive a parte do cu risos passou o domingo segunda feira cedo acordei primeiro fui no close coloquei minha menor calcinha me troquei e sai rapidamente na minha Gran Caravan chegando no banco entrei no estacionamento e ao sair do carro a calcinha entrou no meio da buceta eu disse para o manobrista espere um pouco que vou arrumar minha calcinha entrei nas portas de traz e desci a calça e arrumei, ao sair o manobrista disse qqr dia eu arrumo pra senhora d. Patricia eu disse qqr dia eu deixo e risos ao abrir o banco me dirigi a minha mesa esperei todos entrarem inclusive o Adolfo que chegou proximo a minha mesa e disse seu cuzão não sei da minha mente, eu disse não me lembro de nada (querendo fazer a durona) risos
As 11 horas fui tomar um café na cozinha e Adolfo veio atras e disse essa sua calça repartindo o bucetão está uma delicia não aguentei e disse hoje iremos visitar um cliente empresario as 16 horas ok iremos no meu carro Adolfo até. risos
Contando os minutos quando olhei no relogio 14 e 55 chamei o Rodolf e disse vamos ao nosso cliente ele me disse tudo bem mas tenho que deixar meu carro em casa é aqui perto ok fomos e ao chegar na sua casa sua mãe veio até a mim e disse já sabe quem eu sou não é eu adorei o seu marido mas ele não atende o celular engoli seco Adolfo entrou no carro e disse até mamãe e saimos no caminho ele disse é mentira né o lance do cliente eu risos e´clarou saimos mais cedo para voce meter no meu cu e ele me disse posso te pedir uma coisa eu sim ele posso te chamar de mamãe qdo estiver te fodendo… fiquei muda e logo disse claro filho risos ambos tirei uma teta pra fora e disse filho quer mamar na mamãe se dentou no banco e mamou não resisti parei no estacionamento de um hipermercado e disse vamos para o banco de traz, vou eu e depois voce ok filho risos.
eu entrei e fiquei nua pois os vidros da Gran Caravan são fume e coloquei pelicula escura eu disse filho venha ele entrou na Gran caravan eu estava de calcinha socada na buceta e tetas de fora me colocou de 4 e fudeu minha buceta depois saimos e pegamos a avenida industrial onde só tem poucas prostitutas e muitos travestis foi aí que conheci a Laura uma travesti linda loira peitão bunda perfeita e um cassete de pau que tive que provar por uma semana… risos epois continuo vou meter aqui em casa e depois nanar boa noite!! bjim bjim Vera!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *