Transando no Hospital

Sou bem fogosa, e essa história já aconteceu há algum tempo com um ex namorado meu. Tínhamos uma relação extremamente ativa. Ele reclamava que meu libido era muito alto, mas sempre deu bem no “couro”. Sempre tive tesão em transar em lugares inusitados, e um deles em um hospital! Uma familiar estava hospitalizada e eu era uma das pessoas que ficavam acompanhando ela. Meu ex-namorado sempre ia me buscar. E neste dia havia acordado subindo pelas paredes, mesmo depois de uma noite quente de sexo. O hospital era do exercito, e haviam três partes bem divididas: o ambulatório, a emergência e as enfermarias. Estava na enfermaria, e havia passado o dia inteiro analisando cada parte do hospital para ver em qual eu poderia realizar meu desejo sem correr maiores riscos de ser pega, literalmente, com a boca num pau bem gostoso! Havia percebido o horário de troca de guarda a noitinha, e que o ambulatório não ficava totalmente fechado. Durante o dia mandei torpedos avisando que ele iria me comer bem gostoso num lugar que eu sempre queria. Que de tanto tesão já havia me tocado durante o dia, mas a adrenalina estava me consumindo. Bom, ele Continue lendo Transando no Hospital…

A Vadia Gozou na Minha boca

Hoje fui no puteiro, aqui em Belo Horizonte, rola uma rua que tem puta de todo naipe nova, coroa, loira, morena, pra todos os gostos… Fui procurando de porta em porta, foi ai que vi uma morena de saia, sem calcinha, dançando funk freneticamente, tinha uma bocetinha depiladinha coisa mais linda!! Entrei perguntei, perguntei quanto era o programa e ela me falou 15,00 e mais camprichado 20,00, fiquei com o mais caprichado e perguntei se podia chupar sua buceta, ela riu falou que sim e foi pro banheiro lavar… Quando deitou na cama abriu as pernas e estava ali… lisinha, cherosa e sinseramente muito mais muito gostosa.. não pensei duas vezes e cai de boca, comecei a lamber de vagarinho o seu grelho, que delicia, ficou duro e comecei a deslizar minha linha até o cuzinho dela, ela gemia igual uma egua e eu ali morrendo de tesão…. até o momento estava de olho fechado, quando passou uns 15 minutos abri os olhos e o que eu vi? ela estava BABANDO de tesão, tenho 30 anos e nunca tinha visto isso, então fiquei doido chupei ela durante umas meia hora e ela gosou na minha boca, depois ela chupou meu pau e eu meti gostoso na boceta dela, que boceta quentnha, meladinha ….

Engolindo o tesão da xoxota

Olá pessoal, esses dias relatei um conto aqui (torturando as xoxtinhas), foi assim…do nada com muito tesão que resolvi postar um relato que aconteceu comigo… Mas pra minha surpresa, recebi dezenas de mensagem por email e também pedidos para add no msn! Como foi recente, ainda mantenho contato com algumas delas, atualmente estou “conversando” com cinco, mas muito rápido mesmo foi conhecer a Micheli Ela é morena clara, bem clarinha, 27 anos, aparenta ter uns 19 anos, estatura de uns 1,70, nem gorda, nem magra, cabelos loiros, olhos pretos e tem um filho no atual casamento Conversamos muito no msn, me contou que o marido é viajante, vem 3 x mês em casa, e quando vem, fica 2…3 dias em casa, e quando vem, rola um sexo danado, mas nunca apimentado ou então com chupadas, posições diferentes, etc…a reclamação era de que era sempre a mesma coisa, papai-mamãe e algumas horas e pronto..acabou a noite de “amor selvagem” Pra minha surpresa, ela mora perto de mim(ô sorte) , creio eu, uns 10 km da minha casa! Marido tem carro e ela dirige, trabalha as vezes com o carro como balconista de loja de informática Depois do meu relato postado aqui no Contos, eu recebi primeiramente quatro pedidos pra add no msn e uma mensagem no email, que é dessa Micheli, eu respondi e no email ela perguntava como era “sexo sem penetração”, expliquei amava chupar uma buceta bem molhadinha, sem um fiozinho de roupa, mas que se quisesse, poderíamos transar normalmente em inúmeras situações, de quatro, 69, etc… Ela perguntou se eu ficaria satisfeito apenas em chupá-la sem depois ter que penetrá-la…disse que sim, que isso é uma delícia pra mim, que amo Continue lendo Engolindo o tesão da xoxota…

Pegando a mulher do chefe no ônibus

Era um dia quente, como sempre eu estava pegando um onibus para voltar pra casa, e como sempre todos no onibus estavam dormindo, pois já era bem tarde. Devido a lotação do onibus me sentei ao lado da mulher do meu chefe, ela era uma das mulheres mais gostosas que eu já vi, então me segurei pra não ficar de pau duro na frente dela. Enquanto eu conversava com ela ia analizando o corpo dela, as coxas grossas, os peitos grandes e a sua boca sedutora. Após algumas horas de viagem recebemos a noticia de que o onibus quebrou uma das rodas e ficaria parado por 30 minutos para concertar, enquanto trocavam a roda muitos dos passageiros continuaram o caminho andando deixando apenas eu e a mulher do meu chefe esperando pelo onibus. Depois do concerto eu e ela voltamos ao onibus e enquanto eu conversava com ela fui percebendo que ela estava com muito sono, como só tinhamos nós no onibus disse que ela poderia dormir sossegada, que nada aconteceria; então ela deitou a cabeça no meu colo e adormeceu. Depois de uns minutos percebi que o zíper da minha calça estava aberto, e como meu pau já doia de tanto querer aquela bucetinha dela eu resolvi me aproveitar da situação, puxei o meu pau pelo zíper da calça e fique enfiando na boca entreaberta dela, depois dei uma Continue lendo Pegando a mulher do chefe no ônibus…

Dei gostoso pro vigia da obra

Meu nome é Karla e volto hoje pra relatar o que rolou comigo a uma semana. Sou casada tenho 24 anos. Meu marido não liga muito pra sexo e quando me falta eu não penso 2 vezes antes de me satisfazer. Me acho muito nova e me cuido muito malhando 3 vezes por semana pra ficar bem sarada. Me orgulho de ter um corpo bem feito, pernas grossas e bundinha redondinha. Moro em Niterói no bairro de camboinhas região oceânica da cidade. Lugar lindo ! Eu amo o fim do dia na praia, quando começa a escurecer e quando dá eu mergulho completamente nua na esperança de aparecer algum tarado que me coma muito. E foi num desses dias que me realizei. Eram já umas 18:30 quando caminhava em direção a praia, estava com muito tesão. A praia estava vazia era uma terça feira e começava a escurece quando desci do calçadão e fui em direção ao mar. Parei não havia ninguém tirei minha canga e meu biquini minusculo e fui mergulhar. Nossa que delícia já estava noite, via as luzes das casas acesas e eu ali me deliciando alisando meu corpo dentro d’água. Comecei a me masturbar imaginando um macho ali comigo me pegando por trás com seu pau duro pressionando minha bundinha enquanto suas mãos percorriam meu corpo e tocava minha xaninha já toda melada. Gozei ali mesmo dentro do mar, meu corpo estremecia sem parar, meu corpo todo arrepiado e um frio que veio derrepente que me fez tremer toda. Me recompus e dei uma olhada em volta pra saber se havia alguém por perto e fui saindo. Coloquei só a canga ois não queria perder tempo colocando meu biquini e fui saindo em direção a calçada quando olhando pra uma casa em construção logo a frente dei de caras com um senhor, Continue lendo Dei gostoso pro vigia da obra…

O tio de meu marido me fez de vagabunda

Olá pessoal sou Karla e estou aqui de volta pra relatar mas uma de minhas escapolidas,rs Tenho 24 anos sou lorinha toda saradinha e um fogo no corpo que quando quero ninguém me segura, rs O que vou relatar aqui aconteceu realmente comigo, fui fazer uma caridade e acabei sendo toda comida por um corôa de 59 anos. Bem, como já relatei me contos anteriores meu maridinho no inicio de nosso casamento mal me dava o que eu mais queria mas depois do fim de ano em que ele me viu ser comida por dois machos deliciosos ( armado por ele) nosso relacionamento melhorou mas ainda não me satisfaz do jeito que quero e quando Olá gente sou eu novamente, Karla! tenho 24 aninhos sou casada com um homem que não sabe o vulcão que tem. Meu maridinho vive viajando e pouco me dá o que quero( muita sacanagem). Bem, a 3 meses atrás meu marido teve que viajar as pressas pela empresa que trabalha, ele é criador e responsável pela manutenção de um sistema de informática de uma empresa Estatal e quando aparece algum pepino ele tem que ir pessoalmente fazer o suporte e quem fica chupando dedos sou eusinha. Fui leva-lo ao aeroporto e um pouco antes dele embarcar recebeu um telefonema de uma tia que mora na Barra ( bairro aqui no Rio) pedindo um favor. Sua madrinha havia falecido minutos antes dessa ligação e como ela morava só com seu marido que não fazia nada, e que desde que se aposentara caíra na ociosidade, acabou adoecendo e era totalmente dependente dela e que se possível por uns 3 dias ele poderia ficar em nossa casa pois ela temia em deixa-lo só e ele não tomar os medicamentos no horário certo. Meu marido explicou que estava embarcando numa Continue lendo O tio de meu marido me fez de vagabunda…

Estuprada no Metro

Naquele dia seguinte eu fui despertada com a Jeny alisando minhas coxas e tocando de leve minha xana….. Abri os olhos. Ela me trouxe meu café da manhã. Depois do meu desjejum, eu tomei um banho rápido e ela voltou para o meu quarto. Jenny havia passado a ser tudo na minha vida, menos empregada. Virou amante, conselheira, melhor amiga, dama de companhia, mas acima de tudo…. “personal stylist”. Ela fazia questão que eu usasse as roupinhas mais provocantes quando eu ia para o trabalho. Adorava que eu me exibisse, me obrigando a usar saias cada vez mais curtas e blusas cada vez mais decotadas. E sempre de meias e sapatos altos. Eu me sentia exposta desde o momento em que saía de casa até a hora de voltar. Todo mundo na rua virando a cabeça para ver aquela mulher vestida de maneira extravagante indo para o trabalho; ouvindo todo tipo de piada até as mais grosseiras. Eu sentia um medo horrível de ser abusada por algum homem ou até de apanhar de alguma esposa ciumenta. Acho que ela ficava numa excitação meio louca de me imaginar correndo perigo pelas ruas ou fugindo de algum tarado. E eui confesso que eu também sentia um tesão irresisitível de me vestir assim. Eu sabia que era desejada por todos por onde passasse. Então, enquanto eu terminava de me enxugar, Continue lendo Estuprada no Metro…