Com um casal da internet

Mais uma deliciosa aventura. Desta vez eu, Marco e sua mulher Fernanda.
A maneira que nos conhecemos foi bem diferente, pelo menos para mim. Depois de os ter conhecido num site de contos eróticos entrei em contato com eles. Não sou muito adepta de transar com pessoas conhecidas pela internet. Mas este casal me chamou a atenção. Depois de muita correspondência por e-mail, telefones e trocarmos fotos, eles resolveram vir a São Paulo para me conhecerem e tentarem realizar suas fantasias.
No primeiro encontro foi rápido, saímos os três e jantamos, mas eu estava um pouco insegura, na realidade eles também, é normal, nem eles nem eu nunca havíamos conhecido ninguém pela internet, marcamos um novo encontro, o casal se hospedou em São Paulo por um final de semana, chegaram na sexta e marcaram comigo para sábado, logo pela manhã,
Ela já estava mais solta, mais confiante em relação ao primeiro encontro, pelo que me apercebi ele não estava aguentado mais de vontade de me agarrar e me beijar. Seu desejo era me comer. Fernanda um loira também de 1,70 de altura, cabelos longos e uns 65 quilos,com um rabo de deixar qualquer um (a) excitado (a). Também ela estava querendo muito transar comigo, embora fosse a sua primeira experiência com uma mulher.
Para mim seria experiência nova, transar com alguém que conheci pela internet. Mas ela queria muito sentir como era transar com uma mulher.
Naquele sábado pela manhã eu cheguei ao hotel e fui direta ao quarto deles depois de ter recebido autorização na recepção, ele me recebeu enquanto Fernanda estava no chuveiro, logo que abriu a porta me deu um beijo bem gostoso no canto da minha boca.
Me apresentei vestida apenas com uma calça jeans, do jeito que eu gosto quando não estou trabalhando uma camiseta leve para realçar minhas formas,só de pensar no que me esperava meus seios já estavam duros e tesos, aqueles bicos lhe chamando a atenção. Gentilmente ele pegou minha mão e nos abraçamos, pude sentir seu corpo quente, conversamos um pouco, até que ele falou que não estava aguentando mais de vontade de me ter para ele.
O abracei e o beijei, apesar de sua esposa estar no chuveiro tive a sensação que ela estava vendo nós dois, nada melhor que ela começar por ver seu maridinho a transar com outra mulher. Eles tinham me falado que apesar de quererem muito incluir uma mulher na sua relação nunca o tinham feito. Isso me deu muito tesão na hora.
Estava curiosa para saber qual seria a reação dela quando visse a gente se beijando. Me sentei na beira da cama, Marco se agachou e ficou entre as minhas pernas. Me abraçou pela cintura, e começamos com os beijos, lambias meus lábios, acariciava minhas costas. Eu comecei a ficar louca de tesão e desejando também a sua esposinha, ele se levantou e veio por trás de mim . Me fez uma massagem.
Baixou minha camiseta, eu estava sem soutien, e foi logo acariciando meus peitos, com o seu peito pressionando minhas costas e suas mãos apertando meus peitos eu inclinei minha cabeça para trás e mordi sua orelha,
Fernanda apareceu somente de toalha e falou: “Achei que vocês já estariam trepando” . Eu sorri e falei que estávamos esperando por ela. Fernanda estendeu as mãos e me puxou, tirando seu marido de mim. As duas nos abraçamos e ela ao contrário do que eu estava esperando muito safada me beijou no rosto. Depois passou os dedos nos meus lábios, olhou para o seu marido e disse que logo logo iríamos gozar muito.
Como eles tinham falado que era a primeira vez que ficavam com outra mulher perguntei a Fernanda se ela queria beijar minha boca naquele momento e começar a sentir outra mulher. Nem respondeu, bem devagar as duas encostamos nossos lábios começando um delicioso beijo
Marco ficou louco com a cena, eu com a camiseta baixada e Fernanda nua, ele tirou seu pau para fora e começou a bater uma punheta, quando ele fez menção de participar, Fernanda não deixou, dizendo que eu era primeiro dela e que não seria ali no hotel.
Vocês podem imaginar situação dele… Mas se conteve , eu sorri safadamente e beijei seu rosto, dizendo baixinho: “calma, vc vai me comer muito”. Saímos do hotel e passeamos por São Paulo, conversamos muito e parecíamos que já nos conhecíamos à anos, e tinha apenas umas horas que eu os conhecia. Almoçámos, fizemos compras, e voltámos ao hotel, à noite saímos para jantar. Depois veio o que eu não estava à espera… O motel!!!
Jantámos, tomámos vinho enquanto Fernanda esfregava suas pernas nas minhas, o tesão entre nós era demais que fomos dali diretos para o motel.
Chegando lá, Fernanda se jogou na cama e me chamou para deitar junto com ela. Começamos a nos beijar, a acariciar nossos seios, as coxas e a nossas bucetas. De novo Marco tentou entra na festa, mas também de novo Fernanda não deixou,
Ela fez questão de tirar as minhas roupas, e tirou tudo bem devagar, com aquele olhar de puta. Marco já estava pelado acariciando seu pau, Fernanda tirou sua roupa e se agachou na beira da cama, me puxou e abriu bem as minhas pernas começando a chupar o meu grelo já duro.
Eu de pernas abertas me contorcendo de tesão, com a cabeça jogada pra trás e Fernanda com aquele rabo quase de quatro como que convidando seu marido. Depois de me chupar o grelinho começou a atolar um dedo, depois dois na minha buceta, eu segurei sua mão e pressionava mais ainda para dentro. Fernanda me lambia e metia os dedos, eu parecia que estava ficando louca.
Marco se aproximou e comecou a me beijar, meti minha língua dentro de sua boca e segurei seu pau, acariciando com minha mão quente e macia, ele ficou de pé para que eu o chupasse enquanto Fernanda me chupava a buceta. Eu já não aguentava mais, abocanhei aquele pau, cuspia nele e acariciava com as mãos, depois bem devagar abria a minha boca e ia engolindo tudo, só encostando os lábios, fechava a boca com seu pau dentro dela e tirava chupando e deixando bem molhado.
Marco já estava quase gozando só com aquele meu olhar de safada. Me joguei na cama e deixei minhas pernas para trás, para Fernanda chupar melhor minha buceta e meu cuzinho. A safadinha lambeu meu cuzinho feito uma cadela e começou a meter o dedo, Marco olhava para mim falava que ia comer e fuder bem gostoso minha bunda, e que maravilha de bunda. Nós duas trocámos de posições e fizemos um maravilhoso 69 . O marido começou a ajudar a esposa a me chupar e me penetrar
Agora ele metia também sua língua na minha buceta ao mesmo tempo que beijava a sua deliciosa esposa, as duas nos contorciamos de tesão, ficamos assim até gozarmos. Não demorou muito e tanto eu como Fernanda gozamos como loucas, Marco lambeu uma de cada vez para sentir aquele tesão. Esperou um pouco até nós duas recuperarmos. Depois deu seu pau para nós chuparmos , fiquei de frente para ele e Fernanda segurando aquela rola gostosa para eu chupar com gosto, as duas o beijavamos e revezavamos naquele pau duro como uma rocha. Fernanda olhou para o marido e falou que o queria ver me fodendo com força. Me levantei e fui para mesa, inclinei-me e meti os dedos na minha xana, olhei para ele e o chamei para me foder.
Ele foi direto a mim se baixou e mamou meu grelo duro, esfregou sua boca por minhas coxas, bunda e foi subindo bem devagar pelas minhas costas, de seguida segurou seu pau, apontou na minha buceta, antes de me penetrar batia com ele na minha bunda e esfregava na minha buceta, Fernanda ficou agachada me lambendo e lambia também o pau do marido, então ela segurou aquele pau e esfregou no meu clitóris.
Marco começou a forçar a penetração em mim, concerteza sentia minha buceta quente, meteu tudo e eu comecei a rebolar feito uma vadia, enquanto metia na minha buceta sua mão acariciava meu cu, foi aí que Fernanda veio com o dedo molhado com sua saliva e começou a meter no meu cuzinho enquanto Marco me estocava bem fundo, agora eu gemia e pedia mais.
Me segurou bem forte pela cintura e socou seu pau com toda força, apertou minha bunda contra seu corpo e deixou aquela rola pulsando dentro de mim. Fernanda se sentou na mesa em posição para eu chupar sua buceta . O marido me pegando por trás de pé e vendo sua esposa chupando minha xana quase gozou. Tirou seu pau de mim e foi acariciar Fernanda, aproveitou aquelas pernas abertas e meteu também com força sem gozar, Fernanda deitou-se na mesa, meio sem jeito e pediu para ele foder seu cuzinho, deu uma cuspidela e o lambuzou todo. Com minha ajuda foi abrindo e metendo bem devagar até seu pau entrar todo, sua esposa estava acostumada a dar o cú para ele, por isso foi fácil a penetração, enquanto ele metia eu lambia a bucetinha da esposa.
Depois de muitas estocas em Fernanda, ele pegou em mim e me levou para cama, virou-me de costas e a me colocou de quatro, meteu seu pau na minha buceta e começou a molhar meu cuzinho com o liquido quente que dela saía, Fernanda ficou na minha frente de pernas abertas, com meu cuzinho bem lubrificado começou a apertar seu pau, bem devagar, eu fui cedendo e engolindo aquela rola enorme, gemia, apertava as pernas de Fernanda e pedia para ser fodida com vontade, seu pau entrava e saía com toda a força. Marco sentia meu cuzinho latejando. Abri bem a bunda e gritei: “Me fode! Me fode! Gostoso”.
Segurou minha cintura e continuava a me dar estocadas, quando começou a revezar, ora metia na minha buceta melada, ora no meu cuzinho. Fernanda segurava meus peitos, enquanto o beijava, falando para ele liberar a porra para nós… Marco já estava louco para gozar, tirou seu pau de dentro do meu cu e deu para Fernanda chupar. Feliz ele gozou forte na cara da esposa, eu me virei rapidamente e abocanhei seu pau gozado, ainda deu uma jorrada bem gostosa na minha boca.
Eu e Fernanda elas nos beijamos e chupamos aquele pau até ficar limpo e também beijamos o nosso macho delicioso… que delicia! Foi um dia maravilhoso, superou minhas expectativas.
Eu que não acreditava em relacionamentos pela internet, naquele dia revi melhor a minha opinião.

LibidGel

“Andréia Felina “

LibidGel

One thought on “Com um casal da internet

  1. Delicia de relato.Me deixou tesudo.
    Procuro mulher sozinha fogosa ou esposa cujo marido sinta vontade de me ver transando com sua esposa.Não aceito baixarias nem envolvimento financeiro.Tenho local, sou saudável e sigiloso. são paulo capital campinas, interior de sp e viajantes [email protected]
    Estou sempre excitado e desejo conhecer mulher que viva com a calcinha molhada de tesão.
    NInguém precisa saber o que faremos na intimidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *