Realizando a fantasia do meu parceiro

Olá olha eu aki novamente para lhes contar mais uma transa da Pâmela, conheci uma pessoa com a qual iniciei um relacionamento até então tudo dentro da normalidade, saía do trabalho ele ia me buscar íamos para o seu apartamento no trajeto ja começava a pegação, minha farda era saia e blusa, então reclinava o Banco do carro me deixando quase deitada, pedia pra eu tirar a calcinha e começava a brincar na minha buceta, passando a mão e os dedos e levava ao nariz, ficava sentindo o cheiro da minha buceta, dizia que gostava de buceta suada com cheiro de mijo e isso me deixava enlouquecida de tesão, seu apartamento era no 12° andar de uma das muitas torres da capital amazonense, ele era policial e isso por si só já me deixava muito excitada, solteiro boa pinta, muito cheiroso, quando chegávamos em seu apartamento aí a coisa engrossava pra valer seu jeito pegador, safado, já ia me jogando encima de um carpete da sala tirava minha roupa e

LibidGel

começava a chupar minha buceta, depois de saciado de chupar minha buceta tirava sua roupa e metia seu cacete na minha buceta, quando tava bem melado trazia pra eu chupar aquela grande e linda pica, segurava nos meus cabelos forçando minha boca contra seu cacete me fazendo engolir todinho, e começava a foder minha boca, depois me levava para o quarto e lá tinha uma cama muito alta, mandava eu me deitar deixando meu vi a sua disposição e logo melava a entrada do meu cu e começava a penetrar seu cassetão no meu rabo, logo tava tudo dentro então ele fodia meu cu com força e muita tara , socava feebetcamente e com força fazendo arder o meu cuzão, ia acelerando até gozar, enchendo meu cu com seu esperma, depois tirava seu cassete do meu cu e trazia pra eu chupar e limpar, depois dizia que ia me limpar e começava a lamber e sugar meu vi, bebendo seu próprio esperma, não achava normal mais era da vontade dele tava tudo bem, tomava um banho e ele me levava em casa.

LibidGel

Um certo dia, era um sábado ele me buscou na loja e em vez de irmos para o apartamento dele fomos para um barzinho, no caminho como de praxe me fez tirar a calcinha e foi brincando na minha buceta até chegar no barzinho, quando entramos ele procurou uma mesa bem no fundo do bar o que logo me despertou para sua estratégia de sacanagem, sentamos ele pediu um wisque pra ele e um Campari pra mim, começamos a beber e se beijar e logo sua mão começou a procurar minha buceta por baixo da mesa, me deixando doida de tesão e tara, pra me deixar mais doida tirava o dedo da minha buceta e colocava dentro do copo dele e bebia, depois me beijava, podia sentir o cheiro da minha buceta na sua boca, após uns 20 minutos que estávamos lá, chegou um amigo dele, também polícial Boa pinta, usava uma calça jeans desbotada bem colada no corpo onde dava pra ver além da arma na cintura o desenho do seu pau, logo meu amigo pediu

pra ele sentar conosco o que ele rapidamente o fez, pra entrar na tara dele fui ao banheiro mijar e adivinhem não me enxuguei e voltei pra mesa, quando retomei os dois estavam muito sorridentes, logo meu parceiro pegou na minha buceta e sem pudor nenhum levou ao nariz, o amigo dele pediu um wisque também a garçonete trouxe, então ficamos os três ali eles papeando e eu ouvindo, meu parceiro foi ao banheiro e nessa hora o amigo dele aproveitou pra me elogiar e que tinha ficado muito afim de mim, falei que estava acompanhada com o amigo dele, então ele se desculpou logo o meu parceiro voltou pra mesa e falou que já íamos embora, falei que tudo bem, foi nessa hora que meu parceiro falou pro amigo dele, vamos pro meu apartamento esticar a noite, convite aceito de imediato, então fomos pro apartamento do meu parceiro, chegando lá começamos a beber, ele pegou uns tira gosto e fomos pra varanda, lá ele levantou um pouco minha saia é

começou a se esfregar no meu rabo, em seguida ele tirou a camisa e falou pro amigo dele também ficar a vontade logo ele também tirou a camisa pude ver seu corpo peludo o que me deixou super excitada porém não dei mancada, meu parceiro não satisfeito foi no quarto e colocou um short sem cueca e trouxe outro pro amigo dele que trocou na sala mesmo, o clima começou a esquentar quando meu amigo soltou minha blusa deixando eu só de sutiã o amigo dele aproveitou pra fazer um elogio dos meus seios meu parceiro falou se ela quiser e deixar vc pode pegar por mim tudo bem, aquilo me deu um frio na barriga pois também tinha ficado com tesão no amigo dele, logo ele fez a pergunta mágica, vc deixa eu pegar eu respondi

se ele não se importar por mim também tá tudo bem, morrendo de tesão sentia minha buceta encharcada do meu prazer e minha língua gelada, nunca tinha ficado com dois homens ao mesmo tempo, aquilo tava uma loucura na minha cabeça, então ele começou a amassar meus seios devagar e logo com muita tara e tesão, tirou meu sutiã e começou a mamãe os meus seios, e tudo isso na varanda o que aumentava ainda mais o meu tesão, seu amigo foi pegar mais bebida, então meu parceiro terminou de tirar minha saia, se deitou no piso e me fez apoiar na varanda e agachar na cara dele começando a chupar com volúpia minha buceta me arrancando gemidos de prazer, nisso volta o amigo dele ja sem o short punhetando o seu monstro cassete aproveitando que estava agachada começou batendo no meu rosto com seu enorme cassete me

chamando de gostosa vagabunda safada e logo foi trazendo seu cassete pra eu chupar o que fiz com muita gula e muito prazer ele logo começou a forçar meu rosto corra seu cassete me fazendo engolir e me engasgar com sua pica, toda essa orgia acontecendo na varanda, depois de algum tempo naquela chupação minha buceta tava ardendo e minha boca cansada de chupar aquele pauzão meu parceiro pediu pra eu levantar eu levantei ele se levantou me beijou e falou agora ele vai fuder vc e eu vou assistir, então o amigo dele puxou uma cadeira sentou e me fez sentar na pica dele nossa aquele cassete enorme apesar de estar hiper encharcada foi enchendo minha buceta, então ele segurou na minha cintura e me fez ficar galopando no seu pau, depois me fez segurar na grade da varanda e ficou me fodendo de quatro é meu parceiro assistindo a tudo, conseguia ver as pessoas pequeninas passando lá embaixo do prédio e eu levando pica, depois de fuder

bem minha buceta, pediu pro meu parceiro chupar meu cu pra ele meter no meu cu, meu parceiro chupou lambeu deixando bem melado depois me deu um beijo então seu amigo se aproximou colocou seu cassete na porca do meu cu e começou a forçar devarinho e logo começou a penetrar, as estocadas foram ficando mais fortes e logo seu cassete entrou por inteiro no meu cu me tirando gritinhos de dor e de prazer, eu estava em êxtase de tanto tesão, então ele começou a socar cada vez mais forte esfolando meu cu, tirava e colocava com força meu cu tava em brasa vermelho e ardendo de tanto levar pica daquele safado, foi quando ele tirou seu cassete do meu cu e deitando no piso pediu pra eu sentar no seu cassete primeiro continuou metendo no meu cu fiquei por alguns minutos galopando no seu Cassetão, depois me fez ficar sentada agora com seu Cassetão na minha buceta de frente pro meu parceiro, de onde teve uma visão privilegiada daquele enorme pau

entrando e saindo da minha buceta, nessa hora não aguentei e dei uma gozada que quase desmaiei tanto foi o prazer, então logo ele também pediu pra eu apressar meus movimentos de vai e vem quando anunciou que ia gozar e gemendo muito alto e me chanando de gostosa vagabunda gozou enchendo minha buceta com sua gala, logo me deparei com meu parceiro chupando minha buceta e lambendo junto com o meu prazer a gala do amigo dele, depois de limpar bem minha buceta me colocou de quatro e começou a fuder com tara minha buceta e logo não demorou muito para gozar também é voltar a lamber e limpar meu bucetão que estava encharcado mais uma vez de gala e vermelho de levar pica, depois ele

trouxe sua pica pra eu limpar, aquele cheiro de gala de dois homens de cu e da minha buceta era una sensação inexplicável muito gostosa, foi uma experiência maravilhosa e prazeroso, nisso já era quase de manhã, fomos para o quarto e adormecemos, despertamos já eram quase meu dia, o amigo dele já tinha ido embora, não pude nem agradecer por ter me proporcionado tanto prazer, meu parceiro foi me levar em casa dizendo que adorou nossa noite e que outras dessas ainda viriam, mas, isso já é uma outra aventura prazerosa da Pâmela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *