Chupando o amigo roludo do meu sobrinho

Olá tudo bem? vou começar o meu delicioso conto erótico espero que gostem, Tenho 33 anos, e meu sobrinho 25 e esse seu amigo por volta de 30 anos. Sempre fui muito próximo aos meus sobrinhos, e esse quando criança até fazia muita pipa para ele soltar, nunca queria fazer e hoje sei que era preguiça, mas ele sempre foi muito carinhoso comigo. Esse meu sobrinho é bem macho, pega geral no bairro e entorno e tem um big kcte. Esse seu amigo é conhecido por negão, e é muito brincalhão, cara de safado e pegador. Negão é um cara bem normal, porém uma rola bem grossa e ótima de chupar, e esta sempre na casa da minha irmã, porém nunca passou pela minha cabeça que algo poderia acontecer, até mesmo porque não me sentia atraído por ele e não gosto de fazer esse tipo de coisa em família. Um dia meu sobrinho estava só em casa e resolveu fazer um churrasco e chamou uns amigos e a mim e lá fomos. Rolou tudo normal, uma amiga fez o arroz e feijão e dividimos cerveja. E estava quente e então fomos tomar banho de piscina e MUITA cerveja, e eu fiquei bem passado. Fui então ao banheiro para me trocar e aproveitei para tomar um banho e foi quando o negão bate na

Sexo Por Telefone

porta e diz estava muito apertado para mijar e me pediu para abrir, e como somos homens não vi problemas, e ele entrou, tirou aquele pauzão do short, começou a mijar, e uns jatos fortes saiam daquela rola, e o troço foi ficando duro, e eu tomando banho de costa para ele e tentando olhar discretamente, mas era impossível e ele já havia percebido, eu alto pela bebida comecei a provocar, então deixei o sabonete cair e me baixei com a bunda, sempre depiladinha, virada para ele. Quando me abaixei vi que ele olhava minha bunda e batia uma punha de leve no seu grosso pau, e eu fiz questão de piscar o cuzinho. Eu então subi e comecei a lavar o czuinho e meter um dedinho no cuzinho e ele solta essa: “bem, nunca comi, mas sua bunda é linda e seu cuzinho parece ser bem gostoso e guloso” e eu cheguei perto dele, virei o rabo para o seu lado, e olhando para ele perguntei: será? Ele então passou a mão no meu rabo e meteu um dedo no meu cuzinho, e disse: “agora tenho certeza que é”. Guardou o pau duro, deu descarga e saiu, e eu bati uma punheta e gozei bem gostoso. Quando sai meu sobrinho só me olhava e ria, o sacana. Já no fim do dia, quase todos foram embora, e eu não conseguia tirar o pau o negão da cabeça, pois era um puta pau delicioso e pesadão, e eu estava muito a fim de senti-lo na boca. No final ficamos só meu sobrinho, o negão e eu, e meu sobrinho foi tomar banho e ficamos negão e eu tomando as ultimas latinhas de cerveja e assistindo TV. Assim que meu sobrinho saiu para tomar banho, negão que estava sentado em uma cadeira e de pernas abertas, começou a apertar o pau sob o calção e perguntou se eu queria provar, e eu para provocar passei a língua nos lábios e o mordi, e disse que não sabia se devia, pois era muito perigoso. Ele então tirou o pauzão já duro para fora e me disse: “por favor, passa só a linguinha na cabeça para eu sentir sua língua quente nele”, e eu disse que só a língua e ele só balançou o pau me chamando, e eu fui e me ajoelhei em sua frente e ele deu um gole na cerveja, e eu olhando para ele passei a língua no seu saco depiladinho e soprei, e como estava chupando um halls preto, esse cara gemia e esticava as pernas, e eu perguntei se estava bom e ele me disse que não e eu então passei a língua no cabeção dele e novamente sobrei e o sentia vibrar de tesão, e ele disse que nunca havia sentido aquilo e eu só passando a língua na cabeço do pau dele, resolvo engolir só o cabeção, e tiro e pergunto se esta bom e vou me levantando, e ele suplica para eu não para, e eu percebendo que ele já esta doido, resolvo chupar o seu pau com gosto e lhe faço o melhor boquete que adquiri com anos de experiências e só o ouço gemer baixinho e dizer que minha boca é maravilhosa e que vai dar leite para o bezerrinho dele tomar e matar a cede, e ele estava quase gozando e pedindo para eu não parar, e eu então levado a cabeça e vejo meu sobrinho nos olhando e apertando seu pau e me diz para não parar, e o negão o olha e dá uma risada sacana e me pede para eu voltar a engolir seu pau para tomar leite e eu cheio de tesão e morto de bêbado volto a engolir sua pica e apertar seu saco e ele pega minha cabeça e diz que vai me dar leite e goza vários jatos quentes, e ainda bem que o celular do meu sobrinho toca e ele sai para atender, e eu posso me deliciar e limpar a rola do negão, que diz que minha mamada foi espetacular e que sempre que eu tiver cede de leite é para ligar que ele vai imediatamente ao meu encontro me satisfazer. Eu logo me levantei, peguei minhas coisas e fui embora para casa sem nem mesmo falar com ele. No outro dia pela manhã recebo uma mensagem do negão perguntando se o leite de ontem tinha matado minha cede ou se ainda estava com fome, pois disse que a mamadeira esta cheia de leite e hoje ele estava com fome de cu, do meu cu. E como estava no trabalho, nem pude responder e disse que depois lhe DARIA, uma resposta. Mas ainda não dei para ele…. Até o próximo conto. Pessoal espero vosso comentário e votos para eu contar como foi a primeira vez em que senti o negão dentro…

Disk Sexo

2 thoughts on “Chupando o amigo roludo do meu sobrinho

  1. Krl q delícia seu conto, muito excitante se eu tivesse um sobrinho q visse eu chupando o amigo dele, já iria pedir pra por a rola pra fora… seria delicioso chupar o sobrinho e amigo juntos.
    Adoro chupar: tenho 35a Moreno claro, magro definido, 1.78alt, 70kg, cabelos pretos lisos, olhos castanhos escuros, boa pinta, super discreto, macho porém curto ser dominado por outro macho. Algum macho a fim de manter contato no sigilo e discrição add 13 99618-5866. preferência por casados sigiloso em forma ou q cuide do corpo…..chama la bora trocar uma ideia e ver noq pode acontecer 😎

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *