Dei meu cuzinho pro estranho

Bom, após montar sobre como foi uma de minhas aventuras numa república, vou montar outra situação que eu adooooro advertir. Eu, especialmente, amei, enlouqueci de atração, por isso vou aformalar com vcs mais essa alienação.

Sexo Por Telefone

Do mesmo jeito que o universitário que conheci no bico antecedente, este cara no qual cito agora tmb conheci pela net. Agradável pq não me lembro precisamente como nos add. Sei que ele aparecia la no meu msn a séculos, porém nós de modo algum se falava. Passaram-se meses e ele lá. Nem sequer sabia quem era. Afinal.
Numa madrugada qlqr, acessei o msn, e ele era um dos poucos na internet line. Dessa maneira que entrei, ele me cumprimentou e logo disse; ‘caramba, de modo algum nos falamos, será que podemos agora? rs’.
Eu disse evidente, e começamos aquela apresentação apurado. Nome, no qual mora, o que faz etc e análogo, e o bate-papo fluiu. Começamos a substituir as fotos da imagem pra auxiliar na apresentação (ahha) e começou aquele assunto de estarmos solteiros, precisando de acompanhador, que aparecia friozinho e íamos dormir sozinhos e lá vai bate-papo.
Eu morava sozinha, porém de modo algum comentava isto,ate pq era meio medrosa. Ademais, pelo que ele disse,morava a aproximadamente 2 horas de afastamento de mim.
Bom, nesse dia não passamos disso. Elogios um ao outro, o achei agradável, ele disse o inclusive, ótima noite e até a proxima. Após umas 3 noites de conversa, começamos a abordar umas besteiras. Dizendo o que mais gostava no coito, quanto tempo não transavamos, afinal… o atração começou a acumular, o bate-papo esquentando bastante até que ele pediu meu telefone para escutar minha voz. Resolvi permitir… eram 3 da manha, eu ja louca ouvindo as sacanagens dele, pelo telefone iria ser excelente. No momento em que o cara ligou, que voz…
ele já foi falando com aquela voz anelante (isto me coloca doida), dizendo que se estivesse próximo de mim ia colocar minha calcinha de lado, me chupar, me sugar ate eu achincalhar na boca dele, sentir os dedos dele entrar na minha xota ate eu implorar pra ele me fuder com vigor.. Bom, já vi que era dos meus… safado! Ficamos horas no telefone falando putarias deliciosas, e eu gozei que foi uma delicia. Bom,precisava obter este homem pra ele me alimentar-se daquele modo.
Comentei com ele a que lugar eu morava, e por um acaso ele conhecia o lugar. no acme do meu sono, alienação, atração não sei, dei meu direção e ele disse que no dia posterior ele iria me realizar uma catamênio.
Em seguida que desliguei,pensei a merda que fiz. Não sei quem ele era, nem sequer telefone dele eu peguei, nada. Lá ia eu acolher catamênio de um tarado afastado.. ahha
Bom,o dia passou, fiz tantas coisas que aproximadamente esqueci do cara.
Cheguei em casa do trabalho bastante cansada, ja aproximadamente 23hs da noite. Tomei um banho, coloquei minha calcinha eme esparramei no sofa consumindo besteiras. (eu adoro ficar de calcinha em casa, sem nada mais. Estilo de analisar televisão passando a mão no corpo, passando a mao nos meus seios que eu acho maravilhosos, afinal, coisa de gnete que morava sozinha..rs).
Nessa momento lembrei do cara, porém pela momento, desacreditei de acolher uma catamênio ne? Pela afastamento acabei por esquecer. Dormi vendo televisão.
Acordei com a campainha. Fiquei um tanto assustada. Olhei o relógio, exatas 02h33 da manhã. Pelo atenção admirável vi que era ele. Alto, bem arrumado, básico mais bem arrumado. E eu, lerda toda vida, também meio que dormindo,abri a acesso daquele modo. Forma, abri porém deixei o corpo atras da acesso, como se o fosse conceder. Ele me olhou, perguntou se tinha me acertado, eu também sem abonar disse que não o que o tirou permitir um alegria, acho que eu aparecia com carinha de sono. Fiquei sem entender o que dizer direito, não sabia se o mandava entrar…por isso ele falou, posso apenas descansar um tanto? vim de longe… 5 minutos está bom,uma água por favor, e logo vou ainda que. Eu ri..ahha
Sem entender o que realizar, ja que aparecia apenas de calcinha, pedi pra ele acreditar um de acordo com, e qd eu encostei a acesso para abrigar uma roupa, eu vi que ele a empurrou lentamente…
eu virei, olhei pra ele e ja subiu um calor… e disse meio sem desejo ; ‘vou so me abrigar’..
ele entrou devagarzinho, fechou a acesso sem levar os olhos de mim, e eu então ajuste de calcinha, esperando o que ia acontecer…
Até que ele se aproximou muuito lentamente, vou encostando o anverso próximo do meu como se fosse me beijar, e desviou dando um cheiro de rápido no meu pescoço. Sussurrou dizendo o quanto eu aparecia cheirosa. Eu amoleci. Senti as mãos dele passando pelos meus ombros, braços, tudo bastante afiado e lentamente, sem aceleração o que me deixou louca. Ele não foi direto ao ponto, ficou passando a mão no meu corpo, sem me beijar, apenas me deixando escutar sua respiração, sentindo eu amolecer com tudo aquela coisa a ponto de desejar implorar pra ele me pegar e me alimentar-se.
Em um dado hora, eu me virei pra beijar e ele desviou… deu um alegria bilontra e disse que eu não deveria ter aceleração. Pirei.
Ele por isso sentou no meu sofá, me pegou pela mão e me tirou abancar no bocal dele, de frente. Eu louca, já alucinada, sentei mirando bem no pau dele que deu pra sentir, difícil como uma rocha. Deixei meus seios roçarem no anverso dele, que fechava os olhos, com atração. A coisa começou a pegar fogo. Sentada em cima dele eu comecei a acaudilhar a situação.
Roçava minha buceta no bocal dele, no pau, peguei aquelas mãos grandes,coloquei os dedos na minha boca, e nós o tempo todo se olhando no atenção, uma coisa sem aproximado. Após melar os dedos dele com minha saliva, coloquei minha calcinha de lado e falei, ‘não pretende sentir se esta melada,quente, esperando por vc?’ e ele respondeu, ‘AGORA!
Gente, ele me deu uma dedada de uma vez apenas.. puta que pariu. de modo algum senti tanto atração com uma dedada so. E começou a achincalhar com minha buceta enquanto eu o fazia mamar meus seios que ja estavam durinhos… que delicia.
Levantei do bocal dele, pedi pra ele levar a roupa.. enquanto isto, sentei numa cátedra de frente pra ele, abri as pernas apoiando uma em cada lado dele e comecei a me abalar…
Ele foi tirando a roupa me olhando louco, eeu dedava minha buceta melada, chupava meus dedos, sentia meu estilo, e enfiava meus dedinhos outra vez, gemendo baixinho… até que ele se despiu, abaixou de frente pra mim e caiu de boca na minha buceta. Meu deus… que chupada de grelo ele dava. Ele entre minhas pernas, eu segurando sua cabeça e ele chupando e dedando minha buceta como se quisesse isto a tempos. Gozei horrores. Até que ele se levantou, e começou a abalar aquele pau abundante na minha frente… batia com ele na minha cara, segurou no meu cabelo e disse; vai sua puta.. chupa essa piroca toda.
cai de boca. porém chupei como uma louca, lambia, sugava, batia com ele na minha lingua, porém que delicia de pau. Por isso, ele me vira, me apoia na cátedra eu empino bem meu rabão pra ele, ele abre beem a minha assento e eu sinto cada centimetro daquele pau entrando na minha buceta apertada, quente, mais melada que qlqr coisa…
Porém que vai e vem agradável. segurava forte na minha cerca, batia com vigor na minha assento, gemia bom no meu ouvido. que homem agradável, que atração;
Por isso, após deixar ele armazenar aquela piroca grossa e gostosa na minha buceta, coloquei ele sentadinho no sofá, e sentei bom no colinho dele. Rebolava, cavalgava, esfrevaga meus seios na cara dele, enquanto me tocava bom sentindo aquela piroca entrando na miinha buceta….
até que numa alienação de atração, tirei o pau dele da minha buceta, e esfreguei gostosinho no meu cu. Aparecia piscando, eu queria sentir aquela coisa tudo no meu bunda. Queria leitinho no cu.
Eu vi que ele ficou abalado, e por isso, segurou as duas bandas da minha assento, abrindo, enquanto eu esfregava aquela cabeça gostosa e aos pouquinhos sentia aquela dorzinha gostosa…. aparecia entrando. E no momento em que eu pensava que aparecia tudo bem, entrando lentamente, eu controlando aquela dorzinha, ele enterra de uma vez apenas, e inicia a armazenar com vigor. Ao inclusive tempo que gritei de dor, eu gritei de atração… Por um de acordo com eu me irritei… doeeeuuu… doeu bastante! Porém aparecia uma delicia aquela dor, aquele pau arrombando meu cu.. e eu sentia ele metendo os dedos na minha buceta.. caralhooo… como eu gozei. Logo após ele me deu o meu presente… leite.. muuuito leite no meu cu.Que deliciaaa.Urrei de atração, e ele veio me permitir um adorável tão bom, com tanto atração física que começamos tudo outra vez.

Este foi um coito acidental que durou um bom tempo. Porém como essa primeira vez, de modo algum mais resultou. Bom.. em seguida bico mais loucuras. Agora, necessário tomar um bom banho frio, fiquei com assobiador de uma visitinha dessas… delicia!!! ? Em breve faço escrevo mais contos para vocês.

Disk Sexo

One thought on “Dei meu cuzinho pro estranho

  1. Delicia…….adoro mulher que goste de anal
    Li esse relato e estou tesudo.Adoro sexo bem feito e procuro mulher fogosa para intensos momentos de prazer sexual.Tenho excelente nível, local para encontros secretos mas posso viajar
    [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *