Casada safada e vizinho tesudo

Bom pessoal essa é a primeira vez que relato uma das minhas aventuras sexuais. Chamo-me Rosy, tenho 20 anos, 1,68m de altura, 58 kg, cabelos compridos, bundinha empinadinha e seios no lugar; Isto se passou há uns três meses sou casada, e algum tempo já venho planejando uma “fugidinha” e pra minha alegria mudou para uma casa em frente a minha um rapaz moreno claro, alto, olhar sedutor, corpinho sarado resumindo ele é gostoso, nos primeiros dias fui cordial com ele pois ele não conhecia ninguém na cidade, nisso conversa vai conversa vem ficamos vizinhos amigos, se bem que eu sempre percebia aqueles lindos olhos me devorando toda vez em que nos víamos. Em um certo final de semana meu marido teve que viajar pra um sítio visitar uns parentes e eu adorei e pensei comigo é hoje! Bom o dia correu tranquilo e a noite sentei na calçada em frente minha casa pra tomar um tererê (eu adoro isso) e de propósito vesti um shortinho bem curtinho que

realçava meu bumbum e uma blusinha leve bem transparente com uma lingerie rendada de oncinha, meu vizinho chegou do serviço e me viu lá na frente foi lá conversar comigo e perguntou cadê o seu marido? E eu disse que ele tinha viajado e só voltaria no dia seguinte, ele abriu um sorriso safado pro meu lado e me pediu pra tomar tererê eu dei o copo pra ele e falei pra ele sentar no banco comigo, nisso ficamos lá tomando tererê e conversando e ele sempre com aquele olhar me comendo inteira, quando acabou a água eu falei ah vou entrar e assistir a novela e ele perguntou se podia assistir também, eu prevendo o que ele estava querendo falei tá bom então entra. Liguei a TV sentei no sofá e ele sentou do meu lado praticamente em cima de mim aí eu olhei nos olhos dele aqueles olhos que inflamavam puro desejo e ele me falou você não vai assistir novela nenhuma e me segurou pelo queixo e me beijou tão profundo que achei que ia desmaiar nisso nos abraçamos e ele me deitou no sofá e se deitou por cima de mim, nossa! O pênis dele já estava duro só com um beijo, e

começou a esfregar aquela delícia em mim enquanto tirava a minha blusa e me beijava no pescoço e nos ombros e foi descendo com aquela língua perversa até os meus seios tirou o sutiã e começou a passar só a pontinha da língua nos meus biquinhos que estavam durinhos de tanto tesão eu comecei a gemer de tão boa que era a sensação nisso ele vendo minha reação começou a chupar forte e eu me contorcia toda ele foi descendo dando beijinhos na minha barriga tirou meu short minha calcinha e na hora que ele viu minha buceta chega soltou um gemido e caiu de boca chupando meu grelinho e me olhava nos olhos com aquela cara de safado aí eu pirei! gemia me contorcia e ele começou a me penetrar com a língua nossa que delicia sentir aquela língua quentinha dentro da minha vagina nisso eu falei que estava pra gozar e ele aumentou o ritmo me fazendo gozar na boca dele ele chupando avidamente todinho o meu melzinho, aí foi a minha vez tirei a calça dele (porque a camiseta ele já tinha até tirado) e vi aquela cueca branca quase transparente que deixava bem claro que o

brinquedinho dele não era nada pequeno, tirei a cueca e me deparei com um membro lindo de uns 20 cm mais ou menos nossa fiquei louca e caí de boca naquela gostosura toda, chupei a cabecinha bem devagarzinho, ele chega suspirava, lambia de cima em baixo como se fosse um picolé depois engoli aquela pica até na garganta e comecei a chupar ele gemeu e segurou nos meus cabelos eu falei: você quer que eu pare? com a cara mais safada que eu podia fazer na hora aí ele disse: não sua putinha eu quero que você mame essa pica porque tem tempo que ela sonha em ser chupada por esses seus lábios carnudos. Aí eu chupei com força e vi que ele tava pra gozar fiquei de quatro pra ele e falei : vem me come quero ser toda sua, e ele respondeu: com todo prazer minha vizinha safada, e meteu aquilo tudo de uma vez soltei um gritinho misto de prazer e dor e ele começou a fazer um vai e vem frenético e apertava os meus seios por baixo e mordia

minha nuca chupava as minhas costas não agüentei e gozei e ele sentindo meu melzinho escorrendo no pau não agüentou e falou que ia gozar , eu mais que depressa tirei o pênis dele da vagina e coloquei na boca e disse vai meu vizinho tarado me dá esse seu leitinho nossa o cara gozou tanto que eu pensei que nunca ia acabar de tanta porra que saiu ele exausto caiu por cima de mim me beijou na boca ( parece que ele gosta de sentir o próprio sabor) e falou no meu ouvido que eu fui a mulher mais gostosa com quem ele já havia transado e que sempre que eu quisesse podia contar com ele porque ele era um vizinho atencioso e bem prestativo que gostava de ajudar vizinhas safadas quando seus maridos as deixavam solitárias em casa, eu soltei um risada e falei já vi que vamos ser bons vizinhos por muito tempo. Bom pessoal ainda teve outras experiências com esse meu vizinho e com outras pessoas, contarei no próximo conto, por favor, espero que tenham gostado e se não gostaram deixe sua opinião para que eu possa melhorar ou modificar minhas aventuras, beijos calientes até mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *