Amiga de inversão

Gostaria de compartilhar com vcs a minha experiência de inversão realizada com uma amiga que é tarada demais.
Nós conhecemos através de um grupo de whatsapp e durante uma conversa particular, revelei que tinha o desejo de fazer inversão. Ela logo falou que adora esse tipo de coisa e já me incentivou a fazer com ela. Ela tem um consolo de 20 cm bem grosso, que apesar de ser gostoso, dói muito também.
Marcamos de ir pra um motel aqui da cidade e ao chegar fomos tomar banho juntos. Durante o banho ela me tratava como se fosse uma mulher “minha putinha”, “minha cachorra safada”… A cada palavra que ela dizia eu me deliciava, adoro ser tratado como mulher nessas horas. Ela me alisava, passava a mão na minha bunda e dizia que ia me fuder todinho.


Fomos pra cama e boa beijamos, acariciamos, daí ela me mandou ficar de costas, abriu mi hás pernas e começou a passar a língua quente na minha bunda gulosa. Foi abrindo até chegar no meu buraquinho, quando ela passou a língua eu me derreti todo, comecei a gemer igual uma puta, pedindo pra ela não parar, minha pica já tava toda melada e ela enfiando a língua de cu a dentro.
Depois ela passou lubrificante boa dedos e enfiou logo 2 no meu rabo, eu vi estrelas…. Que delícia, ela sabia como fazer, mexia bem gostoso e falando sacanagens parecia que eu ia explodir de tanto tesão.

Até que ela pegou o consolo e foi passando na entrada do meu cuzinho, foi brincando até ir abrindo caminho com ele. Sentia muita dor mas queria ele lá dentro, todo enterrado. Mas como falei, ele é muito grosso e doeu muito. Pedi pra parar pra ver se aliviava mas não consegui recebê-lo todo. Depois de várias tentativas eu pedi pra não forçar mais, tava dolorido e já tava sem tesão. Então parti pra chupar a buceta dela, que já tava toda alagada. Depois eu comi a buceta dela e gozei dentro da safada.
Ainda vamos continuar essa transa gostosa, quero sentir todo aquele pau na minha bunda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.