Virei cadelinha do professor – Parte 1

Meu nome é Alice, tenho 18 anos, tenho 1:60 de altura peso 50 quilos, sou branca, tenho uma bunda grande e bem redondinha, pernas grossas, peitos pequenos mas com bicos bem bonitos, tenho cabelos grandes e castanhos e olhos da mesma cor.
Bom, Eu Faço faculdade de Direito, estavamos no final do semestre, quando vejo que estou reprovada em Direito Econômico por faltas, entrei em desespero, o professor de econômico tem fama de que não alivia em nada para os alunos, ele não me ajudaria.


No dia seguinte fui para faculdade como sempre, um vestidinho preto e um salto da msm cor, eu tinha aula do bendito professor, estava determinada a falar com ele depois da aula.
Meu professor é um homem de 40 anos, alto, moreno dos olhos verdes, está ficando grisalho, muito bonito por sinal, vamos chamá-lo de Emanuel.
Ao final da aula, espetei todos sair e fui falar com ele:
– Bom dia professor, eu queria falar sobre minha porcentagem de faltas, vi no portal que já está em 25%, e eu fico reprovada assim, o senhor sabe que minhas notas são boas, não tem nada que eu possa fazer?
– Alice, as regras da faculdade, não permitem.
Eu sabia que não boa dar em nada, já tava indo embora, quando…
– posso ver se consigo fazer alguma coisa, se você fizer uns trabalhos para mim. Mas vou logo avisando que não deram fáceis.
Fiquei apreensiva com o sorriso de vitória dele, mas não podia recuar, não agora.
– Qualquer coisa- falo tentando em vão não deixar transparecer meu medo.
– Ajoelhe
-oi? – falei absmada
– Ajoelhe
Eu não sabia oq pensar, mas a autoridade que ele falou me fez obedecer.
– ótimo, fique assim até eu sair da sala, depois vá para casa e aguarde contato.
Dizendo isso ele me olhou mais uma vez com superioridade e saiu, eu esperei mais alguns segundos depois que ele saiu para poder levantar, que merda foi aquela? Por que eu obedeci aquele homem? O que me aguardava? Perdida em dúvidas e medos fui para casa.

2 thoughts on “Virei cadelinha do professor – Parte 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *