Putaria no aniversário da minha tia safada

Eu me chamo Juca, tenho uma tia de 50 anos que é muito gostosa, tem um bundão, ela fez plástica e tá com tudo em cima mesmo. Aparenta ter uns 10 anos a menos. Eu tenho 23 anos, sempre fui o sobrinho favorito dela até porque sou o mais novo da família e confesso que eu já toquei uma bronha vendo minha tia de calcinha.

Sexo Por Telefone

Ela nunca teve muito pudor e andava de boa só de calcinha e sutiã na minha frente, e eu sempre me acbava vendo aquele cuzão gostoso da minha tia Célia e um dia ela tava toda animada porque ia receber as amigas para comemorar justamente o niver de 50 anos dela. Não ia ser nada grande, só uma festa para os mais íntimos. Eu tava acostumado a ir sempre para a casa dela e acabei dormindo lá pra ajudar a organizar tudo.

No dia minha tia foi tomar banho na piscina do quintal com um biquíni dentro do cu e essa visão ficou na minha cabeça o dia todo, toquei uma bronha no banho, depois fui para o meu quarto e continuei me masturbando, acabei sendo pego no flagra por ela de pau duro, mas ela fechou a porta rindo e disse pra eu trancar a porta. Minha vontade era que a tia Célia entrasse e chupasse meu pau, mas imagina só que pecado eu querer foder minha tia.

Minha tia tem o costume de beber e apagar, sem lembrar de porra nenhuma no dia seguinte e eu tava notando que ela ia ficar bem bêbada no aniversário, já que no dia da festa, tudo pronto, ela já começou a beber de manhã e minhas primas filhas dela que não moram com a mãe, vieram com os maridos para a festa, os amigos do trabalho da minha tia, o resto dos meus tios e primos e etc.

A galera curtindo a festa, minha tia biritada pra caralho só de biquíni aí ela foi dar uma mijada no banheiro do quintal e eu fingi que tava procurando algo só pra espiar, ela tava de porta aberta e tudo. Ela me olhou, perguntou o que eu tava olhando, eu disse nada ai ela levantou e nessa hora vi sua boceta toda depilada e gordinha, mas a safada fechou a porta rindo mais uma vez. Eu sabia que ela também queria mas ficava com receio da família descobrir, mas eu ia comer aquela velha safada de qualquer jeito!

Depois de muito churras e farra até 2 horas da manhã, a maioria do povo tinha ido embora, meus pais também e as filhas da minha tia foram dormir. A bagunça iam arrumar no dia seguinte. Eu fui lá conversar com ela, aí a tia Célia veio com papo de bêbada dizendo q eu era lindo, o sobrinho preferido dela, e que eu era muito lindo e que tinha visto a boceta dela. Fiquei morto mas gostei do papo e tava esperando ela falar mais, aí eu perguntei qual era o problema de eu ver ela nua, já que ela vivia de calcinha, aí minha tia safada respondeu que não tinha nenhum e que já tinha visto que meu pau era grande.
Fui beber no quarto com ela e acabou rolando

A gente ficou nesse papinho e nem lembro como a coisa evoluiu mas ela perguntou se queria tomar uma no quarto dela, eu disse que sim, assim que entramos tia Célia trancou o quarto, ficou completamente nua e disse que ia tomar um banho. Nessa hora meu pau ficou durão vendo a boceta gordinha e aqueles peitos gostosos da safada.

Minha tia voltou cheirosa, ligou a tv e botou no youtube pra rolar umas músicas enquanto a gente bebia e falava da festa. Notei ela olhando pra o meu pau o tempo todo, que tava marcando minha bermuda e ela não desviava os olhos, as vezes passando a língua pela boca.

Ela tava bebendo mais e de repente passou a mão no meu pau sem dizer nada, e eu fiquei quieto e me acomodei mais na cama pra ela fazer o que quisesse comigo e minha tia bem gostosa veio abaixando a bermuda, pegou na minha pica e logo em seguida botou na boca. Eu não conseguia dizer nada, só curtir o momento e foi o que eu fiz. Ela chupava gostoso demais e parecia sem vergonha nenhuma, ela apertava minhas bolas enquanto passava a língua na cabeça da minha pica e me olhava bem safada.

Eu tava no céu com esse boquete gostoso, aí ela me livrou do resto das roupas e continuou me chupando gostoso pra caralho, ela sugava meu pau como se fosse um sorvete e ainda enfiava minhas bolas naquela boca grande, lambendo, sugando, me deixando com a pica latejando de tesão.

Ela de repente trocou de posição e ficou com a boceta na minha boca me pedindo pra chupar aquele seu grelo durinho e bem gostoso. Ela rebolava na minha boca, eu tinha que mandar ela se calar para não gemer alto e acordar o resto da casa, era uma delícia sentir aquele bocetão na minha língua, aquele gosto bom e aquele melzinho escorrendo pela minha boca.

Tirei o resto da roupa da safada, abri bem as pernas dela e fiquei roçando minha pica no seu grelo, tocando uma pra ela desse jeito gostoso, até que ela não aguentou mais e pediu para eu meter, o que eu fiz com muita vontade, meu pau entrou todo de vez e comecei a comer minha tia. Imagina a merda que ia dar se alguém soubesse, mas eu queria muito foder essa boceta gostosa.

Minha tia gemia baixinho, mordia minha orelha, arranhava minhas costas e ficava falando no meu ouvido:
– Mete gostoso vai, fode minha boceta. Você me deixa toda molhadinha com essa pica gostosa. Me faz gozar pra você!
Putaria no aniversário
Quando mais ela falava, com mais tesão eu ficava, aí troquei de posição e disse que queria comer ela de quatro, ela ficou empinada e eu só tive olhos para aquele rabão guloso pedindo meu pau. Ela tava tão excitada que o seu cuzinho piscava pra mim, uma loucura! Eu comecei a meter na boceta enquanto estimulava o seu cuzinho com o dedo e ela engolia meus dedos com aquele cu gostoso, e eu tava louco pra meter ali também e sem pedir, tirei meu pau da sua xota e fui empurrando no seu cu.

Ela falava que eu ia deixar ela arrombada mas eu disse que era isso que eu queria mesmo e comecei a foder aquele cu gostoso com vontade, primeiro tirando e botando devagar, depois meti com força e coloquei a mão na boca dela para não acordar ninguém. Foi uma trepada gostosa do caralho, quando o gozo veio foi uma quantidade tão grande de porra que deixei o rabo dela coberto com minha gozada.

Tomamos banho agarradinhos, nos beijando muito e ela chupando meu pau, depois fui para o meu quarto dormir. Minha tia ficou bem constrangida no dia seguinte, nem conseguiu me olhar e não repetimos mais o que rolou, mas eu ainda morro de vontade de socar de novo naquele cuzinho gostoso.

Disk Sexo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *