Primeira vez que fui corno

Ola meu nome é Michel e faz algum tempo que venho querendo ser corno, meu sonho é ver minha mulher sendo fodida por um macho de verdade que faça ela virar uma verdadeira puta na cama que faça tudo com ela pois não tenho mais tesão por mulheres faz algum tempo. Agora no inicio do ano tirei férias e fomos pra nossa casa na praia e chegando lá percebemos que havia novos moradores na casa ao lado, um casal mais velho e um homem de uns 45 anos mais ou menos, mulato, nem gordo nem magro muito receptivo e já veio conversar conosco e vi que ficou cuidando a bunda da minha mulher que é uma bunda linda. Já fiquei imaginando aquele homem comendo minha mulher de tudo quanto é jeito e disse pra ela que me disse nem pensar e então esquecemos o assunto. No fim de semana minha prima esteve La em

Sexo Por Telefone

casa e levou as crianças pra dormir na casa dela que fica próxima a minha pois os filhos dela e os nossos regulam de idade e queriam brincar e eu aceitei na hora, então ficamos somente eu e minha mulher e a noite ela já veio se assanhando toda dizendo que tava louca pra transar mas disse a ela que sabe que não quero mais transar com mulheres que o máximo que poderia fazer era um sexo oral nela e a muito custo. Ela me disse que queria muito fazer sexo e disse a ela vamos convidar nosso vizinho pra jantar aqui com a gente e depois ele come a sobremesa que e você. Ela tava com tanto tesão que aceitou e então fui até La falar com o vizinho mas não sabia como entrar no assunto com ele ai perguntei se era casado e ele disse que não e que fazia algum tempo que não namorava ninguém ele então me perguntou quanto tempo que eu era casado e disse uns 20 anos e ele me disse que eu tinha sorte pois minha mulher e muito bonita ai então entrei no

assunto e disse já faz tempo que somos só companheiros pois não somos mais marido e mulher faz algum tempo, ele surpreso me perguntou não transam mais e disse a ele já faz uns dois anos que não tenho mais desejo por mulheres e faço só sexo oral em minha mulher mas hoje ela ta com um tesão enorme e eu queria saber se você topa dar um trato nela e ele mais que depressa aceitou. Ele foi tomar um banho e eu fui dar a notícia pra ela e ela medisse que não sabia se ia conseguir e disse a ela não se preocupar que eu estaria junto com ela assistindo tudo, aquilo deu mais tesão nela ainda e fomos pro banheiro e depilei ela todinha pra transar com um macho de verdade. Quando o vizinho chegou ela ficou todo sem jeito e não sabia o que fazer então disse a eles pra fazer de conta que eu não estava ali e ela então tomou a iniciativa

tirou o vestidinho que vestia e ficou só de calcinha fio dental vermelha que eu tinha dado a ela com aquela bunda maravilhosa que ela tem e o vizinho então despertou já dava pra ver aquele mastro duro querendo estourar a cueca e a bermuda que vestia então partiu pra cima dela e tascou um beijo molhado nela e já começou a percorrer com as mãos pelo corpo dela e ela também foi se soltando, deu uma pegado naquele pau duro feito pedra a foi baixando a roupa dele e deu de cara com aquele pau gigante e não perdeu tempo e já começou a chupar aquela vara lida e ele gemendo de prazer e ela chupando cada vez mais forte e ele gemendo ainda mais então pegou ele pelos braços e tacou outro beijo e começou a chupar os peitos dela e então era ela que gemia de prazer então ela levou ele pro quarto e ele tirou a calcinha dela e começou a chupar a bucetinha dela que gemia muito de prazer então ela pediu pra ele fode essa buceta bem fudida meu machão quero todo esse pau me fudendo me mostra o que é um macho de verdade e ele assim fez parou de chupar e posicionou aquele mastro gigante e meteu tudo de uma vez só e ela deu um grito e ele tascou mais um beijo nela pra não

gritar e perguntou se queria que parasse ela disse que não que queria que arrombasse ela que ela que levar pau de verdade e ele assim o fez me realizei ao ver um macho de verdade fudendo minha mulher na minha cama e ela sendo uma verdadeira puta assim como eu queria, va ela gozar varias vezes e vi o que achei que não veria ela pediu pra ele gozar na boca dela coisa que nunca me deixou fazer e pediu pra ele arrombar o cuzinho dela que nunca deixou eu comer e ele mais que depressa a colocou de quetro e começou a forçar mas ela tem o cuzinho muito apertado foi quando eu peguei um lubrificante na gaveta e enchi o cuzinho dela e o pau dele e disse força que vai e então segu mão dela e disse vai que tu

agüenta e ele forçou outra vez foi quando começou a entrar a cabeça e ela apertou a minha mão com muita força e ele foi empurrando bem devagar até que entrou tudo e ela não disse nada agüentou firme ele deu um tempinho e começou um vai e vem até que ela disse mete com força que eu quero que tu me arrombe todinha e ele o fez arrombou mesmo com aquele cacete de 23cm e grosso ate que ele encheu o rabinho dela de porra e os dois caíram na cama exaustos e acabamos dormindo nós três ali lado a lado na cama eu minha mulher e o macho dela que faz algum tempo ta fudendo ela direto, toda semana saímos eu e ela sozinhos pra namorar e vamos pro motel pra ele comer ela do jeito que ela gosta.Agora eu quero que ela transe com dois homens juntos e ela já aceitou já virou uma puta mesmo e eu adoro isso quando acontecer venho relatar pra vocês.

Disk Sexo

One thought on “Primeira vez que fui corno

  1. deixa ei comer ela jundo com o amante

    sou cinquentão casado seguro e sigiloso, curto fuder esposas na frente do marido
    sou morenão boa pinta 1,80mt 100 kls boa aparencia forte e muito sadio, sou educado seguro carinhoso com ela
    sou experiente em iniciar casais novinhos noivos namorados, só faço aquilo que o casal aceitar
    sei respeitar os limites de cada um ,minha pica tem 19 cm e bem grossa e cabeçuda
    sou da região de Campinas e posso viajar ´so saio com casais seguros e saudáveis
    de bom nível educados, sem drogas e bebedeiras sexo só seguro
    entrem em contato e deixe seu numero ai que eu ligo , tudo com sigilo total e sem involvimento algum
    Email [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *