O exibicionismo tomando outro rumo – Parte 2

Então vamos continuar os casos me perdoem se o conto vai ficar um pouco longo pois contarei o mês de dezembro de 2017 todo que foi um mês muito movimentado então dividirei em partes vamos ao fatos, nos anos de 2014 quando começamos as brincadeiras depois do aniversário da filha mais nova e em 2015 as brincadeiras foram ficando mais atrevidas gostosas e boa parte delas eram incentivadas por mim como no dia do churrasco com Claudio comecei a fazer surpresas como sair sem calcinha nos passeios noturnos comprei micros calcinhas sem ele saber usava na cama ou quando íamos curtir a noite em bares ou restaurantes além de fantasias sensuais de enfermeira professora comprava

LibidGel

acessórios para casais como bolinhas e afins, com o Claudio em duas ou três situações me exibi sempre deixando entender que era sem querer, frequentávamos uma praia de nudismo pouco movimentada durante a semana e claro que nos ambientes familiares sempre mantínhamos uma postura normal para não correr riscos porem quando estávamos sós era certo voltar sem lingerie ou até ir sem, se aproximava o verão e com ele as férias de fim de ano, Pedro por prestar serviços de informática em 3 empresas sempre tinha três eventos para ir sendo que uma das empresas encerraria o contrato no Rio e ele não teria mais contatos com os funcionários após o retorno de janeiro (assim eu achava) porem mesmo assim teria a despedida de final de ano e claro que eu planejava brincar um pouco neste evento apesar de ainda não ter falado para ele que iria eu só não sabia que Claudio o seu amigo de infância e outros três colegas sendo que dois irmãos também trabalhavam nessa e em outra empresa e que Claudio já havia comentado dos “moles” que eu dava quando bebia um pouco, eu nunca havia ido aos churrascos da empresa eram churrasco e futebol já que majoritariamente trabalham homens na empresa e sinceramente ninguém merece ficar horas parada vendo os homens jogarem e beberem mas este ano a primeira empresa resolveu fazer um jantar num restaurante muito chique e badalado do Rio de Janeiro para agradar Pedro um pouco fui acompanha-lo comprei um vestido coladinho super sensual por delinear bem minhas curvas tipo vestido de casamento, ousado porem sem ser vulgar, coloquei uma micro calcinha que escondia-se sob o vestido e salto pois depois dali iria fazer a festa a sós com ele porem como é comum nestes vestidos qualquer deslize ao sentar ou qualquer passada mais larga ele sobe então… estava arrebentando ele ao me ver sair do banheiro fez uma cara de tesão que se eu tivesse deixado ele me agarrava ali mesmo e nem sairíamos de casa rsrs, fomos e claro que por se tratar de ambiente de trabalho eu me portava mas sempre que podia abria um pouco as pernas para ele deixando-o louco com a visão de minha calcinha de renda rosa cobrindo a bucetinha completamente depilada, dois irmãos solteiros que prestam serviço com ele perceberam um relance da calcinha quando me exibia para Pedro e pouco depois soltaram piadinhas disfarçadas quando passaram por mim mas nem comentei nada para não dar bandeira fiz cara de paisagem fingindo não ouvir, serviam um champanhe delicioso fiquei meio de pilequinho por não estar acostumada a essa bebida o ambiente era tão agradável e divertido que nem vi a hora passar, já meia noite próximo do fim bem de pileque ficamos as esposas sentadas enquanto os funcionários eram homenageados foi realmente muito legal, terminadas as homenagens os patrões foram embora e ainda ficamos bebendo e dançando eu estava bem grogue já ria muito uma moça simpática esposa de um funcionário me fazia companhia na champanhe quando era uma da manhã os dois colegas solteiros comentaram que iriam pedir um Uber pois tinham vindo sem carro já que “iriam beber mesmo” e riam muito dando a nítida impressão que estavam mesmo alegres, eu cochichei com Pedro “oferece uma carona” ele entendeu e ofereceu na hora e por coincidência moravam perto do nosso bairro nós saímos eu fingia estar mais alta do que realmente estava cambaleando um pouco me apoiando no ombro de Pedro ria de tudo enquanto Pedro que não bebeu se fazia de sério ao chegarmos no carro Pedro pediu para Luiz ir na frente para mostrar o caminho (ele e eu estávamos em sintonia total) e Gui iria atrás comigo e ali mesmo já deixei os dois doidos pois Pedro deu a volta para entrar pela porta do motorista só que ao invés de dar a volta eu entrei pela porta detrás do carona e ao subir o degrau da picape com certeza dei uma bela visão aos rapazes pelo reflexo do vidro ficou notório que se olharam maldosamente, a dupla era muito divertida e com o pretexto do papo que fluía entre nós três de forma muito divertida por sinal Luiz que estava na frente foi a viagem toda virado para trás rindo “papeando” e eu que estava de pileque “paguei calcinha” a viagem toda com as pernas semiabertas sentada no meio do carro entre os bancos e muito próxima de Gui conforme o papo fluía e como que sem querer ria das piadas dos dois e dava uma visão um pouco melhor para a dupla, era notório que ambos eram bem safados e inteligentes, foram meia hora de viagem extremamente excitantes ainda mais que Gui em dois momentos pousou sua mão em minha coxa sendo que na segunda já bem perto do destino deles a mão ficou a menos de um centímetro da calcinha e seus dedos tocaram minha bucetinha por cima da calcinha por dois ou três minutos antes de desembarcarem e é claro que ela estava super hiper molhada provavelmente ele percebeu rsrs, os deixamos e fomos para casa mal descemos do carro o sexo começou no elevador mesmo num amasso fenomenal se estendendo a todos os cômodos do apartamento até chegarmos no quarto, foi uma verdadeira loucura gozamos muito, no dia seguinte soube que a segunda festa seria na quarta-feira da semana seguinte num campo de futebol e a outra a da empresa que fecharia a sede do Rio seria num sítio e seria logo no domingo seguinte começando cedo, também soube que Gui e Luiz iriam participar porque eles também prestavam serviços esporádicos para esta empresa então resolvi ir somente na terceira festa, a semana transcorreu normalmente Pedro como de costume super atolado de 8 da manhã até as 20 quando costuma chegar em casa e até a quarta-feira do futebol foram 10 dias sem nenhuma aventura salvo que na segunda-feira antes do futebol o porteiro teve uma emergência familiar tendo que se ausentar me ofereci para ficar ali por uns mim até a chegada do substituído como moramos em um prédio com somente 32 apartamentos divididos em dois blocos com ambiente bem familiar isso é bem tranquilo, temos intimidade para isso, eram 10 da manhã eu estava retornando de minha caminhada com calça de lycra e top ao sentar na cadeira dos porteiros reparei que a TV que fica de frente a eles são as câmeras de segurança do prédio confesso que não fazia ideia e reparei que uma das câmeras via o elevador todo, com certeza Pedro sabia disso porque ele foi sindico por 2 anos e quase diariamente dávamos altos sarros fora que na madrugada quando chegávamos de nossas farras quase fazíamos sexo nele sendo que Pedro expunha e chupava meus seios colocava as mãos em minhas intimidades levantava minha saia ou seja, era um senhor amasso e Pedro sabia que os porteiros com certeza viam nossos sarros talvez por isso os “bom dia” deles para mim sempre foram tão simpáticos e “gulosos” mal passou 10 minutos chegou o porteiro da noite que iria dobrar um senhor de 45 anos muito simpático educado quando subi fiquei me ajeitando no espelho do elevador de costas para onde deveria estar a câmera dando um show ao pobre coitado que iria dobrar aquele dia chegando a ajeitar o TOP provavelmente dando a ele visão de meus seios, mandei mensagem brigando com Pedro que respondeu rindo prometi forra rsrs, nossa intimidade e cumplicidade aumentava a cada dia, na quarta-feira ele foi para o churrasco e eu para o shopping com as crianças ver filmes e bater pernas, combinamos que no domingo deixaríamos as crianças com minha mãe, chegando em casa lá pelas 23 horas fui ver as mensagens e li uma que Pedro dizia estar indo com Claudio porque ele estava muito bêbado e não tinha condições de ir para casa sozinho ao chegar eles já estavam em casa, Claudio completamente bêbado sem falar coisa com coisa no sofá da sala de TV da cobertura e Pedro rindo muito do amigo, desci para pôr as crianças para dormir tomei meu banho e coloquei uma camisola super sensual Pedro entrou no quarto me deu uns beijos e foi tomar seu banho nisso eu subi para sala de TV do segundo andar para levar um lençol e um travesseiro quando percebi que Claudio deixou o celular cair no chão quando fui pegar para colocar na mesinha de canto vi que o mesmo estava desbloqueado ai já viu né rsrs, não resisti e fui mexer e logo de cara vi um grupo de trabalho onde estavam Pedro Gui Luiz e Claudio e mais uns 15 rolava muita sacanagens piadas fotos e vídeos de mulheres e etc… Pedro ao sair do banho me viu mexendo no celular eu rindo comentei que estava pegando os “flagras” ele rindo disse fica à vontade amor que vou dormir eu fiquei fujicando no grupo de trabalho vendo as putarias deles quando tocou um alerta do grupo “a gostosa” ao olhar de curiosidade vi que eram apenas 4 pessoas no grupo, Claudio Luiz Gui e um tal de Betão, a mensagem era do Gui perguntando e aí? Quando fui ver o histórico tinham várias conversas dos quatro comentando sobre a gostosa da Iris o grupo tinha sido criado logo após a festa no restaurante 10 dias atrás esse tal de Betão estava na festa e lamentava não ter pego a carona também eles comentavam sobre a carona no carro que tinham visto minha calcinha a viagem toda e que era transparente que tinha um bucetão que eu era gostosa que tinha cara e jeito de safada, Luiz falava que meu bucetão parecia estar lisinho sem um pelo, Pedro já dormia eu continuei lendo as mensagens Gui comentou que minha buceta estava encharcada que ele tinha tocado com os dedos que com certeza eu sabia que eles estavam vendo minha calcinha porque tinha hora que abria mais as pernas e tal até que as últimas mensagens eram de Claudio comentando que iria beber e pedir Pedro para dormir na casa dele para ver se via algo, depois disso teve um “conte novidades” do Luiz um “boa sorte” do tal do Betão e um “manda ver” do Gui mas pelo visto o tiro saiu pela culatra como dizem e Claudio ficou bêbado de verdade, veio uma outra interrogação de Gui vendo que Claudio estava on-line e respondi um “pera ai” como se fosse ele escrevendo nisso corri ao quarto para pedir permissão ao Pedro para brincar mas ele dormia profundamente então voltei para sala com o celular do Pedro e escrevi “galera Pedro apagou e largou o celular aqui desbloqueado estou bêbado demais mas estou vendo cada coisa irada no celular dele adiciona ele no grupo que vou mandar umas paradas depois a gente exclui ele e eu apago o grupo por aqui do celular dele, passado menos de um minuto Gui adicionou escrevendo um “sério cara? Manda ai” eu tentava escrever o mínimo possível para disfarçar colocando alguns risos carinhas e mandei três fotos minhas de biquíni que estavam no celular do Pedro, uma tirada de cima enquanto tomava sol na cobertura e duas de lado na espreguiçadeira sendo uma de barriga para cima e uma de costas mostrando o perfil do meu bumbum, Gui começou a rasgar elogios eu só colocava risos para não dar bandeira enquanto Gui me chamava de gostosa tesuda com certeza Gui acordou Luiz pois ele entrou On-line mandando Claudio enviar mais enviei outras três de biquíni porem duas muito ousadas sendo que uma delas Pedro tirou de baixo quando estava sentado e eu em pé que mostrava a parte de baixo do biquíni em perfil e eles não paravam de escrever elogios mandei uma de camisola fazendo posse depois outra e outra eles começaram a comentar o que fariam comigo que me comeriam assim assado eu ficando com mais tesão completamente encharcada fui me empolgando acabei mandando uma nua de quatro com a bunda arrebitada sem mostrar o rosto eles piraram e neste momento o Betão entrou on-line eram quase 1 da manhã também ficou rasgando elogios achei outra nua sendo que de frente que também não mostrava o rosto e mandei nessa foto minha buceta estava completamente a mostra e lisa sem um pelinho de pernas abertas e joelhos dobrados deitada na cama eles piraram escreveram “MEU DEUS” em letras garrafais depois mandei uma que eu havia acabado de chupar Pedro ele com pau duríssimo no meu rosto eu toda gozada na boca, nariz olhos e etc… o membro do Pedro tampava parte do rosto protegendo minha privacidade eles foram a loucura porem como já estava muito tarde e tinha que levar as crianças para escola na quinta-feira comentei “exclui ele que vou excluir o grupo aqui que a luz acendeu lá vou fingir que estou dormindo” eles excluíram eu vi que o celular do Claudio despertava as 7, coloquei o celular do Pedro em sua mão ao lado do dele fui para cama estava com tanto tesão que tive que me masturbar para conseguir cochilar de manhã acordei as crianças 6:30 enquanto as crianças se arrumavam fui de camisola semitransparente e calcinha preta ao segundo andar, Claudio estava mexendo no celular dele completamente de ressaca ao me ver ficou meio sem graça disfarçando e escondendo o telefone do Pedro meio que sem saber o que tinha feito, lhe entreguei uma toalha e comentei que na cozinha lá embaixo tinha um banheiro de empregada com água quente ou ao lado da piscina um chuveirão se ele queria se lavar ele reparou minha roupa de dormir meio que despertou comentando “nossa Pedro tem sorte hein” eu ri e disse um deixa de ser bobo menino vou preparar café e desci nisso reparei que ele tirou uma foto minha de costas enquanto eu saia mas finge não ouvir o som da câmera estava na cozinha colocando agua e o pó ele veio e mesmo a cozinha sendo espaçosa ele se pois próximo por detrás e perguntou “Iriszinha cheguei tão bêbado, paguei algum mico?” Disse que nem vi pois quando cheguei estavam dormindo e também apaguei, ele riu e disse menos mal né sinal que não devo ter feito besteiras eu ri também concordando nisso ele pois a mão em minha cintura por detrás me puxando contra ele dando um beijo no rosto agradecendo a hospitalidade encostando levemente seu membro duríssimo em minha bunda, tudo isso levou segundos e antes que eu pudesse falar algo ele já se afastou mas foi o suficiente para me arrepiar toda e dar aquele “choque” de calafrio ele riu falando “nossa se arrepiou hum que delicia hein” e saiu em direção ao banheiro sem me dar tempo de responder, sai da cozinha vi que o telefone do Pedro estava em cima da mesa de canto como se Pedro tivesse deixado lá eu peguei deixei em nosso quarto acordei Pedro fui tomar meu banho sai com as crianças, voltei nem fui caminhar de tão cansada que estava, eles já não estavam então contei tudo para o Pedro por mensagem que ria e xingava “os amigos da onça” enquanto via o grupo que claro que eu não havia excluído eu comentava com ele que estava cheia de tesão e etc… fui dormir mais um pouco a tarde tinha uma mensagem do Pedro falando “vou as forras vou aprontar para você também” e muitos corações e beijos e coisas assim, e ele realmente aprontou para mim logo no dia seguinte me deixando numa situação deliciosamente sem graça, conto no próximo.
[email protected]

LibidGel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *