No provador da loja com o namorado de uma cliente

Tenho uma amiga de balada nos finais de semana, que tem uma loja de moda feminina aqui em Niterói… é uma boutique maravilhosa, pena que não é muito frequentada por causa da localização. Mas, enfim, ela disse que até o final do ano vai mudar para um shopping. Eu vou muito até lá, principalmente quando quero botar a fofoca em dia com ela. Bom, dia desses eu cometi uma loucura sem tamanho por lá, e ela, a minha amiga, que é tão safada quanto eu, além de companheira de putaria, me ajudou diretinho. Foi trabalho de profissional. Pois, enquanto nós duas conversávamos distraídas no balcão da loja, eis que entra um casalzinho… uma simpática morena com um garotão sarado que me chamou logo a atenção e me fez subir um fogo dos pés ao juízo… e ele, na hora em que botou os olhos em mim, notou que eu tinha ficado assanhada por ele. E enquanto eles dois foram ver umas roupas que ficavam ao fundo da loja, eu aproveitei e falei baixinho pra minha amiga que daria qualquer coisa pra tirar um tasco daquele carinha gostoso… então a minha amiga disse que isso seria possível… era só distrair a namorada dele enquanto eu fazia o serviço. Chamei ela de louca e que isso seria impossível acontecer, pois, não daria tempo e a garota sentiria a falta dele rapidinho… Foi então que ela, minha amiga, foi até onde eles dois estavam e chamou a atenção da namoradinha dele, dizendo que faria alguns descontos pra ela, mostrando a ela algumas roupas, inclusive levando ela até um provador para vesti-las. E como nós, mulheres, adoramos uma promoção de roupas, a garota ficou animada. Enquanto isso eu fui em direção a um outro provador, e, no trajeto, ao passar pelo garotão que estava esperando a sua namoradinha, eu me insinuei pra ele, desabotoando minha blusa e dando um sorrisinho malicioso… e ainda bem que ele entendeu o recado e me seguiu na hora, afinal, nessas horas todo homem só pensa com a cabeça de baixo e se descuida do perigo. Daí, no momento em que ele chegou perto da porta semiaberta do provador eu comecei a tirar minha bermuda, fazendo de conta que não estava vendo ele me espiando… fiquei só de calcinha e blusa aberta, até que me virei pra ele que estava ali, de olho duro em mim pela brecha da porta e, num supetão, eu puxei ele pela camisa pra dentro do provador e fui logo tascando um beijaço nele, que respondeu a altura, chupando a minha língua com vontade… tive que pedir um pouco de calma para que nós não chamássemos a atenção da namorada dele que estava a poucos metros, em outro provador.. Eu tava encostada no espelho do provador, já o garotão, entre minhas pernas, colado em mim, me beijava o pescoço e apalpava uma de minhas coxas entrelaçada na cintura dele, meus braços estavam em volta de seu pescoço, então ele abaixou meu sutiã e deixou meus peitos a mostra pra cara dele, que se deliciava olhando, até cair de boca e me mamar com força… sua boca e língua tomaram conta de cada centímetro e canto de meu corpo em brasas de tanto tesão… me esforcei pra não gemer alto… já tava todinha arrepiadinha e louquinha pra sentir o pau dele dentro de mim… na verdade joguei todos os meus gemidos e sussurros dentro do ouvido dele… e bruscamente senti a mão dele afastando minha calcinha para um lado, deixando a racha da minha buceta na medida certa pra ser penetrada pelo cacete dele, ele tava de bermudão, então apenas baixou até o meio de suas pernas, puxou seu pau duro pra fora da sunga e encostou a cabeça na entrada da minha xana excitada e… socou com tamanha força e rapidez que deixei escapar um “AAAAI!” bem alto… a pressão que o safado me fez ao me bombar no meio das minhas pernas me fez delirar sem abrir meus olhos, sem querer fechar a boca de tantos suspiros e ofegos que eu soltava… que puta tesão do caralho foi dar aquela foda gostosa no provador da loja da minha amiga… em seguida, como não tínhamos muito tempo nem intenção de fazer todas as posições do Kamasutra… eu dei as costas pra ele, colocando um pé em cima de um banco que ficava a baixo do espelho a minha frente, empinando meu rabo e me apoiando no espelho… então ele segurou firme em minhas ancas e bombou forte minha xota por trás… nooosssssaaaa, que delícia do caralho, eu tava quase explodindo ao sentir o gozo se aproximando, vindo com tanta força e intensidade que minhas pernas começaram a bambear e meus pelos a ficarem arrepiados antes mesmo que o gozo acontecesse… abri meus olhos e pelo espelho eu enxerguei ele atrás de mim, alucinado feito um bicho faminto… mandando ver sua pica grossa e duríssima na minha xana gulosa…. fechei meus olhos e curti o gozo………………….. cheguei a babar no espelho… Pedi então pro filho da puta diminuir a bombação na minha xota, pra que eu pudesse curtir aquela sensação lisérgica do pós gozo… mas ele nem deu ouvidos e continuou, só que aumentou a velocidade a ponto de fazer um barulho enorme de CLAP CLP CLAP CLAP CLAP CLAP das virilhas dele batendo nas minhas nádegas… me esforcei pra segurar os gemidos e gritos que eu tava doida pra soltar… nossa, ele tava muito tarado, ali, atrás de mim… movimentando sua virilha pra trás e pra frente, pra cima e pra baixo… segurando-me firme pelas ancas e socando, socando, socando… até que o filho da puta gozou dentro da minha buceta… se debruçando por sobre minha bunda avermelhada de tanto levar bombada, urrando abafado, de rosto deitado e colado em minhas costas suadas… em seguida empurrei ele e me sentei no banquinho… colocando uma mão por sobre minha xotinha, que latejava e esguichava suco… procurei controlar meus sentidos ouriçados pela foda em si… ele tava na minha frente e em pé, passando a mão em sua testa, limpando o suor do calor que fazia ali, naquele cubículo apertadinho e cheirando a porra e buceta esfolada… minhas costas, na minha espinha rumo ao meu rego, escorria um rio de suor… então ele subiu a sua bermuda, deu uma olhada pela porta do provador pra ver se o caminho tava livre… e me deu uma piscada safada antes de sair. Minutos depois a minha amiga abre a porta do provador, olhando pra mim ali sentada, rindo da minha ousadia e perguntando se ele me fudeu gostoso… já eu perguntei se a namorada dele havia desconfiado de algo, e ela disse que quase, pois, teve um momento, quando ela saiu do provador, que olhou pra loja e deu falta dele, então eu tive que inventar que ele havia saído pra tomar um ar, que tava reclamando muito do calor… ela acreditou, pagou as compras e saiu da loja sozinha… depois ficou caminhando pra cima e pra baixo na calçada da loja, com seu celular na mão, ligando pra ele, tentando localizar ele… e ainda bem que ela não viu ele saindo logo depois de dentro da loja, todo suado e ofegante. Bom… se a namorada dele desconfiou de algo ou se brigou com ele lá fora da loja eu não sei. O que posso afirmar aqui pra vocês é que tal ousadia cronometrada valeu cada segundo, foi tudo rápido… questão de 15 a 20 minutinhos de uma trepada excitante e sensacional dentro de um pequeno provador… com direito a uma gozada e uma esporrada na buceta… Delícia. Obrigada por lerem este relato e comentem, por favor!! BEIJOS!!

Sexo Por Telefone
Disk Sexo

2 thoughts on “No provador da loja com o namorado de uma cliente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *