Meu tio me iniciou

Olá tudo bem, esse é meu primeiro conto.
vou me descrever, sou branco 1.72 75kg 21 anos e bem atraente, não sou afeminado, sou um rapaz comum porem sou compromissado com mulher , mais curto sacanagem ….
oque vou relatar aconteceu em 2008, eu tinha meus (18) aninhos,
sempre tive tara por homens machos e mais velhos,
e com essa idade batia sempre uma pensando no meu tio ( vou chama-lo de Beto ) naquela época nunca tia feito nada com outro homem, só tinha experimentado a pica de dois primos, mais foi coisa de criança,
nunca tinha feito algo com um homem de 45 anos,
sempre delirei ao pensar em como seria a pica do meu tio,
nunca imaginei que um dia fosse realizar esse louco desejo,
meu tio estava separado e morava sozinho,
em um triste dia, meu avô veio a falecer, deixando assim minha doce avó sozinha, e com isso minhas tias decidiram que minha avó deveria morar com uma delas, é assim foi feito, porem minha avó tinha vários móveis que tiveram o destino de ir para casa do meu tio beto, que morava sozinho e não tinha muita coisa,

LibidGel

passado alguns dias, minha avó foi passar um final de semana em minha casa, nessa época eu morava com meu pai e minha mãe,
assim que ela chegou logo já veio me pedindo favores, como já era de costume, ela me pediu que fosse a casa do meu tio e busca-se um relógio de parede que ela queria dar pra minha mãe,
eu prontamente atendi o pedido, e fui buscar o tal relógio de parede….

LibidGel

chegando lá chamei no portão e já fui entrando, quando cheguei na sala, me deparei com uma cena jamais vista por mim, meu tio, todo macho, sem camisa, e sem bermuda, com uma cueca apertadinha, fiquei bege, não tive como não olhar,
e ele logo me perguntou:
vc está sozinho!? não tem ngn com vc não né?
eu disse: não, estou só!
ele respondeu: então não vou nem vestir roupa, hoje está muito calor, oque veio fazer aqui?
tio, vim buscar um relogio de parede para minha avó, ela me disse que estava dentro de alguma caixa.
ele disse: ok vamos procurar!
começamos a revirar a casa, procurando em cada caixa, mais sempre que ele passava por mim, eu não conseguia me conter, sempre dava uma leve secada naquele volume gigantesco, passado alguns minutos de procura, não achamos o bendito relógio, bem ele não achou, pois eu já tinha achado antes e tratei de esconder bem escondido.
começamos a voltar as caixas para o lugar, pois reviramos a casa toda, eu comecei a arrastar uma caixa bem pesada pelo chão, e tratei de fazer isso com a bunda bem levantada, e propositalmente fiz com que ele me desse uma baita encoxada, nossa fui a loucuras, ele logo falou cuidado por ande anda, se não vai se machucar, me virei meio se graça e fui a cozinha,
qnd estava voltando para sala, vi uma cena deliciosa, ele estava meio que de lado arrumando o pau ( que estava começando a ficar duro ) dentro da cueca, na hora eu percebi que podia acontecer alguma coisa muito boa naquele dia,
eu era uma criança, mais já não era tão inocente assim!
logo chamei ele para me ajudar a vasculhar um antigo guarda-roupas, ele veio por tras de mim, e encostou o pau meio duro na minha bunda, fingindo estar procurando junto comigo, ficamos naquilo por uns 5 minutos,
até que eu virei e disse não está aqui, mais acho que achei uma coisa dura bem aqui, e passei a mão sobre o pau dele, que estava latejando de tão duro,
ele me disse, eu não sabia que vc gostava disso,
eu respondi, nem eu, mais vou descobrir agora,
na mesma hora ele tirou o pau pra fora,
nossaaaaaaaaaaa quase morri,
21cm e muito grosso, cheiroso, e muito macio, botou meu piruzinho no lixo kkkkkk era muito lindo, era tudo que eu sempre tinha imaginado, como ele é macho peludo e um pouco gordinho, eu sempre esperei isso dele,
comecei a punhetar aquela linda piroca, nossa ele estava adorando, pouco a pouco fui perdendo a vergonha e cai de boca naquela vara,
ele não falava nada só dava leves gemidos de prazer,
o tempo foi passando e o tesão aumentando, qnd derrepende ele me pediu para comer meu cuzinho,
nossa nunca tinha feito isso, um pau de 21 cm não ia rolar assim,
eu logo abaixei a calça e fiquei de 4, ele lambeu meu cuzinho ainda sem nenhum pelinho, deu uma cusparada e foi presionando aquela pica gigante em meu anelzinho,
logo comecei a sentir uma dor muito grande, e comecei a lacrimejar, não aguentei, não tinha como, metade da cabeça e eu já tava desistindo, parei e falei com ele, não da, não aguento,
então falei que estava indo em bora,
ele me segurou e disse, vc me deixou assim agora vai ter que tirar esse leite que ta aqui,
me abaixou e eu mamei, mamei como um bezzero louco,
até que ele esporrou litros em minha boca, e eu bebi tudo,
sai de lá naquele dia realizado, mais triste por não ter dado pra ele,

depois de alguns dias ele me procurou , foram umas 6 tentativas para ele colocar o pau no meu anel, até que um belo dia deu certo, aquele pau foi feito pra mim, mais isso eu conto em outro conto….

Posted in Gay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *