Fodida pelo vizinho novinho dotado

Tinha acabado de me divorciar, há algum tempo as coisas não iam bem no meu casamento, meu marido não ligava mais pra mim, me traía quando podia, mal falava comigo, e o sexo já era uma raridade para mim.

Sexo Por Telefone

Chegamos a um acordo, ele ficava com a casa, e eu levava alguns móveis, e iria para a antiga casa dos meus pais, que já faleceram e deixaram de herança. Quando estava realizando a mudança, percebi que o bairro aonde cresci havia mudado muito.

Havia muitas casas nos terrenos que eu lembrava que eram vazios. Antigamente, minha família era uma das poucas que moravam por este lado da cidade, e agora está bem desenvolvida, com direito a um belo mercado bem perto de casa.

Quando me acomodei totalmente, fui para a área de casa, onde na infância, costumava passar a maior parte do dia, fiquei sentada em uma cadeira aconchegante, lembrando de tudo que havia passado por aqui, foi me dando um sentimento de nostalgia.

Olhava para a rua atentamente, para se eu conhecia alguém que passava. Foi quando passou um jovem garoto, devia ter lá os seus 20 anos, era alto, bem definido pelo que pude perceber, fui seguindo com os olhos até onde não dava mais.

Quando ele desapareceu de vista, fui até o portão para ver até aonde ia, para a minha surpresa, ele entrou na casa ao lado da minha, me deu uma leve encarada enquanto abria o portão.

– Boa tarde moça, é nova por aqui?

Dei um leve susto, não esperava falar com ele tão cedo

– Eee… Olá… Nova não, apenas voltei para minha antiga casa

– Hummm, se precisar ajuda em algo, só chamar

Ele entrou em sua casa, e eu fiquei paralisada, só por esta rápida conversa, fiquei imaginando em várias “coisas” que ele podia me ajudar. Nos dias seguintes comecei a mudar minha vida, comecei a fazer academia, e os resultados refletiam no espelho, perdi alguns pneuzinhos, minha bunda e coxa cresceram bastante, e a cada semana parecia que eu rejuvenescia, estava muito alegre e bem disposta no dia-a-dia.

Eu percebia os olhares dos homens diretamente para as minhas partes de trás por onde passava. Pude perceber também que o gostoso do meu vizinho frequentava a mesma academia que eu, foi nisso que desenvolvemos uma pequena amizade, mas eu queria muito mais do que isso.

As vezes eu espiava ele pelo furo da parede que separa nossas casas, ele lavava a roupa só de shortinho, o corpo dele aflorava minha imaginação, e eu ficava muito excitada.

Foi quando decidi que eu precisava foder com ele urgentemente, e apagar logo esse fogo no rabo de transar. O chamei para ajudar a mover alguns móveis de casa, ele aceitou de prontidão.

Ficamos a tarde inteira nesse arrastão de móveis, já estávamos cansados.

– Finalmente acabamos em – eu estava bem cansadinha e ofegante

– Até que foi rápido, quando é com alguém que a gente gosta, até que fica divertido – ele sorria para mim

– Hugo, fala a verdade, você gosta realmente de mim?

– Com certeza Clara, gosto bastante

– Descreva… – Queria ver ele falando que queria me pegar de jeito

– Você é simplesmente incrível, uma amiga que vale a pena, e tem um corpo muito gostoso por sinal

– Ah Paulo, mesmo sendo uma mulher de 45 anos como eu?

– Eu particularmente prefiro assim, as maduras fazem melhor, e você parece ter corpo e rosto de uma mulher de 25 anos…

Pra mim aquilo já bastava, fui tirando minha roupa, ficando só de calcinha

– Me acompanha no banho?

E fui diretamente ao banheiro, me deliciei na água geladinha, quando sinto meu vizinho gostoso entrando no banheiro e colocando seu pau duro entre minha pernas, que caralho gostoso, quente, grande e grosso.

Ele começou a ensaboar meus seios, eu esfregava a xoxota no pinto dele, e ele beijava meu pescoço, uma sensação muito gostosa. Me virei para ele e ficamos entretidos num beijo de língua gostoso e demorado, aonde eu agarrava o cabelo dele com força, e ele pegava na minha bunda durinha, dando tapas e apertando. Eu gemia de tesão durante o beijo.

Comecei a descer, beijando todo aquele corpo escultural, até ficar completamente agachada e de cara com aquela pica enorme, comecei a dar leves lambidas, para provocá-lo, ele gemia, agarrando meu cabelo, lambia as bolas, dos lados, ficava numa chupada demorada só na cabecinha, deixava a saliva escorrer para todo o pau dele.

Até começar a engolir inteiro, chupava com força, o pau dele entrava e saia da minha boca com um pouco de dificuldade, e eu quase engasgava.

Saímos do banheiro e fomos para o quarto. Mandei ele deitar, e fui agachando a bucetinha na boca dele, um belo chá de buceta, ele chupava toda minha xoxota, e eu rebolava no rosto dele, gemia bem gostoso, até que nos espasmos, acabei gozando intensamente.

Fazia meses que eu não gozava. Me deitei ao lado dele, e ele enfiou o pau dele na minha bucetinha, de ladinho, levantou minha perna, e começou a me foder bem gostoso, ele dava tapas no meu rosto, nos meus seios, e eu esta adorando, ele falava várias sacanagens no pé do ouvido, e eu gemia enquanto ele me fodia

– Fode sua putinha, fode…

Ele aumentava a velocidade das estocadas, e eu gemia cada vez mais alto. Saímos daquela posição e fiquei de quatro, arrebitei meu rabo o máximo possível, e ele caiu de boca no meu cuzinho, novamente estava gemendo na língua daquele homem gostoso, a saliva dele escorria para a minha bucetinha.

Senti ele enfiando gostoso na minha buceta, enfiava bem forte, e ao mesmo tempo, puxando meu cabelo, e espancando minha bunda durinha. Cheguei até a perder a consciência, de tanto prazer, ele que ele gozou dentro da minha buceta mesmo, aqueles jatos de porra quente invadiam e enchiam minha bucetinha.

Nós deitamos lado a lado, recuperamos juntos a energia, ainda não satisfeita, subi em cima daquele pau gostoso, e com a bucetinha escorrendo porra ainda, sentei duma vez, iniciando uma cavalgada violenta e gostosa.

Ele gozou novamente dentro da minha bucetinha, afinal, ele podia gozar quantas vezes quisesse, agora meu corpo era dele, e podia fazer o que quiser comigo.

Nesse dia, ele dormiu em casa, e quando acordamos, estávamos sedentos por sexo de novo. Neste mesmo dia, a tarde, meu ex marido voltou atrás implorando para voltarmos a ser o que éramos antes, quando ele viu o Paulo, fez uma cara feia, e apenas para provocar, fui e dei um belo beijo de língua no Paulo, na frente do ex marido, que foi embora furioso.

Agora que estava feliz, e sendo fodida por um verdadeiro homem, jamais iria querer outra coisa além disso.

Disk Sexo

6 thoughts on “Fodida pelo vizinho novinho dotado

  1. Preciso de alguém que me foda gostoso, estou a oito meses sem sexo até tem um novinho que é louco pra me fuder, mas mora em outra cidade, que eu morava antes,como tenho 3 filhos jovens e adolescentes, nunca tou totalmente sozinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *