Minha primeira vez foi com meus primos

Olá, me chamo Diego. Sou moreno claro, cabelos cacheados, altura mediana, e corpo normal. Esse é meu primeiro conto, espero que gostem.

Tudo aconteceu quando tinha 16 anos, eu era acostumado a ir dormir na casa do meu tio, irmão da minha mãe. Ele tinha 2 filhos, os dois dormiam no mesmo quarto, e eu quando dormia lá, ficava com eles. Nunca tive desejo neles, um deles que vou chamar de Rodrigo, tinha a mesma idade que eu, era moreno claro, alto, e magro, o outro que vou chamar de Mário, tinha 18 anos, era branco, forte.


Nesse final de semana, brincamos muito, e umas das brincadeiras foi de luta. Mario me agarrou por trás, me imobilizando, senti ele me encoxar, e senti seu membro duro. Senti um tesão indescritível, meu cu piscou na hora, me concentrei ao máximo pra não ficar de pau duro. A brincadeira acabou, jantamos, tomamos banho, e fomos para o quarto, era hora de dormir. Só havia um beliche, e ficou combinado que eu dormiria com Mário.
Não sei de fato que horas era, sei que, eu já estava dormindo, quando senti, o Mário alisando minha bunda. Não me faço de rogado, e nem dou uma de difícil rsrs, coloquei a mão pra trás e peguei no pau dele, ele sussurrou no meu ouvido.

– Sabia que gostava putinha, me chupa.

Eu me virei e fui direto para o pau dele. Tirei pra fora, e abocanhei, era um pau normal, deveria ter seus 17 centímetros, era grosso, e uma delícia, já tinha chupado outros pais, então sabia o que estava fazendo. Conforme chupava, ele foi gemendo, não estava preocupado se iria acordar o Rodrigo, e confesso que eu nem estava me importando também. Até que escuto.

– Porra, nem me acordou né mano.
Era o Rodrigo falando, parei de chupar, fiquei gelado, puta merda, agora estava fudido, o medo de alastrou em mim.

– Continua chupando vagabunda. Disse Mário, levando minha cabeça até seu pau novamente. – Eu não disse que ele gostava, chega mais, a putinha chupa gostoso.

Porra fiquei aliviado, e com mais tesão ainda. Rodrigo desceu do beliche, e tirou o pau pra fora e me deu pra chupar, era uma rola menor, tinha uns 14 centímetros, mais era uma delícia. Engolia ela toda, chupava a cabeça, as bolas, fiquei revezando entre os paus. Mário abaixou meu short e começou a lamber e dar mordidas na minha bunda, abriu ela, e passou a língua no meu cuzinho, me arrepiei todo, ele começou a chupar meu buraquinho, e eu chupando Rodrigo, eu estava totalmente entregue.
Mário levantou, ascendeu uma espécie de luminária, pegou um creme de corpo, e voltou. Me perguntou no ouvido, se eu já tinha dado o cuzinho, balancei a cabeça negativamente.

– Então aguenta, pois eu vou te comer putinha safada.

Me deu um pouquinho de medo, mais eu queria, Mário passou o creme no meu cuzinho, e começou a enfiar, puta merda, que dor do caralho, mais não tentei parar, relaxei, foquei no pau do Rodrigo, chupando, engolindo, quando percebi, Mário já estava socando, e sussurrando no meu ouvido.

– Que cuzinho gostoso vagabunda, nossa que apertadinho, que putinha gostosa em, o priminho aqui se deu bem..

Porra que delícia, estava enlouquecendo, pois não podia fazer barulho, queria gemer igual putinha. Mário gozou no meu cuzinho, e foi a vez do Rodrigo me comer. Ele socou com facilidade, porra eu estava eufórico, minha primeira vez, com dois primos, eu gozei sem tocar no meu pau. Rodrigo depois de 15 minutos me comendo,tirou o pau do meu cu,e colocou na minha boca, Mário estava deitado já, só olhando, Rodrigo, gozou na minha boca, e como boa puta que sou, engoli tudinho.
Rodrigo tirou o colchão dele da beliche e jogou no chão, e pediu pro Mário, fazer o mesmo, nós limpamos com uma toalha velha, já que não tinha banheiro dentro do quarto. Deitamos os três e dormimos.

Obrigado por lerem até aqui. Espero que tenham gostado, e desculpe se ficou muito grande.

Um beijo.

Posted in Gay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *