Dando para meu sobrinho

Bom, meu nome é Mariana, tenho 31 anos, mais aparento ter menos, sempre recebi muitos elogios pela minha aparência , sempre fui magrinha…toda pequena, uma verdadeira ninfeta insaciável na cama e nas minhas imaginações.
A história que vou contar começou qndo eu estava com 29 anos, apesar de um relacionamento conturbado ainda estava casada, moro em um quintal onde vive boa parte da família do meu então ex marido, e o personagem principal dessa história é o Rodrigo sobrinho do meu ex marido, desde que ele tinha completado 15 anos era inevitável não ver a transformação que ele estava passando de menino para homem, e muitas vezes me pegava admirando o corpo dele e

Sexo Por Telefone

ficava imaginando como era o pau dele, se ele era mesmo tão inocente, se ele se masturbava e em que ele pensava enquanto brincava com o pau, que eu tinha certeza que era uma delicia,e isso me dava muito tesão, depois de sentir tanto prazer com minhas imaginações e muitas das vezes gozar gostoso, brincando com minha buceta imaginando fuder com ele, caia em mim e pensava: isso é loucura, para de pensar nessas safadezas Mariana, mais era mais forte que eu… então, em um final de ano depois de ter ido dormir mais uma vez cheia de tesao na buceta pensando nele, tive um sonho, onde metiamos gostoso e acordei gemendo e com a buceta encharcada de tão meladinha que estava. Estávamos todos em clima de fim de ano, todos na casa da minha sogra e num momento de loucura falei que tinha sonhado com ele, ele então passou a insistir e perguntar o q tinha sonhado e toda vez q ele me perguntava sentia meu rosto queimar de tanta vergonha, ele perguntava como se já soubesse o que eu tinha sonhado, e quisesse ouvir de mim, mais aquele joguinho atiçou ainda mais minha vontade, começamos a trocar msg e ele me convenceu a contar o sonho, as conversas desde então

começaram a esquentar e eu não conseguia parar, tudo q eu qria era sentir o cacete dele entrando na minha bucetinha, não pensava em mais nd, ele era virgem e aquilo aguçava ainda mais minha imaginação. Qria tanto ver o tamanho do pau dele, que então pedi pra trocarmos fotos e ele finalmente me mostrou, aquela noite quase não dormi estava tão perto de acontecer, e eu não pensava em mais nd a não ser fuder gostoso com ele. Perguntei se ele qria me fuder e se tinha coragem, sem pensar muito ele disse q sim. começamos a combinar, mais o medo, tanto da minha parte qnto da dele atrapalhava bastante afinal, ele estava com 17 anos e não podíamos ir p lugar nenhum tinha q ser na minha casa ou na dele quando estivéssemos sozinhos. As trocas de msg estavam cada vez mais quente e finalmente consegui ficar sozinha, chamei ele p minha casa, e apesar de se mostrar tão decidido ele estava bem envergonhado, combinamos que ele entraria direto p banheiro e ficaria lá me esperando com a luz apagada, eu não acreditava que aquele momento tinha chegado, aquela adrenalina era muito gostosa e eu não qria parar, fui até o banheiro e como combinado não disse nada, estava de saia e apenas fui p colo dele e sentei naquele cacete gostoso, descendo bem devagar até sentir ele todo lá dentro, a minha vontade era de não segurar aquele desejo de gemer bem alto sentindo o pau dele todo dentro de mim, fui rebolando naquela vara gostosa e pedi p ele me tocar, qria q ele sentisse meus peitos minha bunda… tudo… acredito que essa primeira vez tenha sido muito mais prazeroso p mim do que p ele, pq apesar daquele desejo todo ambos estávamos com medo de alguém ver e por esse motivo ele não conseguiu finalizar, e isso passou a ser a desculpa de fazermos mais uma vez, e antes de meter qria dar p ele o prazer de sentir minha boca no pau dele, mamei gostoso aquele pau, passava a língua na cabeça daquele cacete e qndo escutava o sussurro de prazer dele, aumentava mais minha vontade de chupar aquele caralho.Passamos a combinar a próxima e quando ele gozou comigo percebi que foi a melhor foda que já tinha dado. Passei a querer realizar todas as minhas fantasias sexuais com ele, ele se encaixa perfeitamente em mim, sempre tive um apetite sexual bem alto, mais com ele é algo incontrolável só o toque me estremece toda e dxa a buceta piscando implorando por aquele cacete gostoso. Apesar das rapidinhas deliciosas estava faltando algo, qria ficar sozinha com ele sem medo de alguém ver, então pedi a casa de uma amiga emprestada, ela mora sozinha e então seria perfeito já que ele não entrava em motel nenhum por enquanto, nesse dia entrei mais tarde no serviço ele matou aula e fomos pra lá, que foda gostosa sem preocupação, cada estocada que ele dava na minha buceta era um gemido que eu soltava maravilhosamente satisfeita com o que eu estava sentindo, nesse dia ele me masturbou tbem, pela primeira vez, e me fez gozar tão gostoso ao ponto de ficar com as pernas fracas de tanto prazer que o toque dele me trazia, ele estava perto de completar os 18 e esse dia foi uma amostra do tanto que podíamos satisfazer um o outro qndo fôssemos p um motel, contávamos os dias p ele completar 18 anos. Na época eu trabalhava e fazia estágio e ele fazia um curso, sempre nos encontrávamos perto de uma escola pra ficar um tempo juntos, mais os dois juntos saia faísca não tinha lugar certo nem hora pra qrer meter, e em um dia após muitas provocações minhas e dele, ali na rua mesmo, fomos pra dentro do estacionamento da escola e fudemos lá, e qndo eu chegava do estágio as 23:00 ele ainda me esperava cheio de tesao, íamos p laje de casa sempre fuder gostoso. E qndo finalmente chegou os 18 anos dele, meu presente de aniversário p ele, foi uma lingerie vermelha com sinta liga e uma tarde toda metendo em um motel, foi surpreendente, e repetíamos isso sempre que possível, trazendo coisas novas p nossas experiências, em uma dessas nossas idas p motel falei p ele da vontade de meter amarrada, ele sem pensar muito me amarrou, me dominou como uma cadela no cio, puxou meu cabelo e fudeu minha buceta de quatro e depois de me satisfazer e me fazer gozar, despejou um jato quente do seu leitinho bem fundo na minha buceta, sempre pedia p ele gozar lá dentro no ápice do tesao aquilo era maravilhoso.
Parte 2 continua…

Disk Sexo

2 thoughts on “Dando para meu sobrinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *