Vingando Traição com Traição

Aquela boca chupando minha buceta, a sensação era incrivel, gostoso demais. Era a primeira vez que eu fazia aquilo. Aquela tarde seria inesquecível, fiz coisas que nunca imaginei fazer.
Meu lado de boa esposa, de mulher fiel e recatada, tinha chegado ao fim. Cansei de ser objeto sexual de meu marido. Ele nunca se preocupou em me dar prazer, só pensava nele. Quando fazia sexo comigo, simplesmente subia para cima de mim, gozava, depois virava para o lado e me deixava na mão. Mas como eu fui criada num sistema rígido, suportei por muitos anos aquela situação, transmitindo aos outros a impressão de que éramos um casal muito feliz.

A gota d”agua” foi quando descobri que estava sendo traída. E o pior de tudo foi descobrir que ele me traía, com uma mulher que fequentava a mesma igreja nossa. Quando fiquei sabendo, fiquei transtornada, sem chão, sem saber o que fazer. Resolvi sair para refrescar a cabeça, até decidir que attitude tomar. Estava caminhando, quando, de repente, parou um carro e me ofereceu carona. Foi ai que me deu um estalo: me vingar dele da mesma maneira, então, aceitei a carona. No caminho ele me convidou para irmos para um motel, como eu estava decidido a chifrar meu marido, concordei.
Quando entramos no quarto, eu simplesmente fiquei deslumbradacom o ambiente. Meu marido nunca tinha me levado a um motel. Aquela cama redonda com rosas, espelho no teto, banheira, eu senti que iria ser uma tarde bem proveitosa.

Expliquei para ele que era a primeira vez que eu saia com outro homem, ele falou para eu ficar tranquila, que eu iria gostar.
Ele apagou as luzes, deixando só na penumbra, o que deixou o ambiente mais excitante.
Ele veio e me abraçou, quando senti seu abraço, eu tremi, pois era a primeira vez que outro homem me abraçava. Ele começou a fazer carinho nos meus cabelos e dizendo palavras bonitas no meu ouvido, isso foi me acalmando e me deixando mais segura do que eu estava fazendo.
Começou a beijar meu pescoço e a dar mordidinhas na minha orelha, me provocando uma sensação beem gostosa me deixando toda arrepiada e com tesão.

Quando me beijou, e eu senti sua lingua viajando dentro da minha boca, meu corpo começou a pegar fogo, pois fazia muito tempo que eu não ganhava um beijo deste jeito. Enquanto me beijava, suas mãos massageavam minha bunda, me puxando contra ele, onde eu senti que pau já estava bem duro. Nos beijamos muito e eu já bem excitada, então ele começou a tirar minha camisa, desabotoando, botão por botão tirou meu soutien e começou a mamar meus seios, que já estávam bem durinhos , pois fazia muito tempo que ninguem chupava, como ele estava chupando.

Ele continuou descendo sua cabeça, beijou minha barriga, meu umbingo e eu senti meu vestido car nos meus pés, então ele tirou minha calçinha com os dentes e deu uma boa linguada na minha buceta, que já estava toda molhadinha.
Me levou para a cama, abriu minhas pernas e começou uma chupada been gostosa. Sentir aquela boca me chupando, era bom demais, meu marido nunca tinha feito isso, era uma delicia. Eu só gemia e suspirava alto, enquanto curtia aquela língua dentro da minha buceta. Depois de um tempo, ele se levantou, tirou sua roupa e colocou seu pau bem perto da minha boca, comecei a passar a língua na cabeça do seu pau e devagarinho fui colocando na minha boca.

No início, fui meio desajeitada, pois nunca tinha chupado um pau, pois meu marido dizia que era coisa de puta, então tinha me tornado um puta,, mas logo peguei o jeitoe foi uma maravilha.
Enquanto eu lhe chupava, ele enfiou um dedo na minha buceta, mas como eu estava bem louca, queria era aquele pau dentro de mim. Fiz ele se deitar e pulei para cima dele e sentei naquele pau bem duro. Era muito gostoso sentir aquele entrando, até que senti ele todo dentro, comecei a mexer a bunda para ter mais prazer,. Minha tesão era tanta que logo gozei, lambuzando aquele pau com meu gozo. Então, ele me colocou de quatro e fudeu minha buceta por tràs. É muito bom essa posição, pois eu podia sentir to seu pau dentro de mim, me tocando bem lá fundo. Então, ele tirou todo seu pau fora e começou a esfregar no meu buraquinho. Confesso que senti medo, pois meu cuzinho era virgem, mas eu queria experimental e facilitei. Separei as nádegas com as mãos, ele lubrificou bem com sua saliva e começou me penetrar.

Quando entrou a cabeça, eu dei um grito, mas ele estava me segurando firme que não teve como eu escapar. Aquele pau entrando e eu sentindo meu cuzinho todo arregaçado , até que enfiou todinho e começou a socar. Cada vez que ele socava eu soltava um grito. Fudeu minha bunda por um bom tempo, até que finalmente tirou o pau dali e voltou a fuder minha buceta. Dali à pouco, ele deu um gemido e eu senti minha buceta sendo alagada pelo seu leite quente. Ficamos um tempo deitados recuperando as nossas energias e trocando carinhos. Depois fomos para a banheira e transamos de novo, foi maravilhoso!

Naquela tarde, fiz tudo o que sempre quiz fazer na cama, me senti mulher de novo. Agora, sempre que tenho oportunidade , transo com outros homens e já nem importo que meu marido, tem uma amante, pois eu tenho vàrios. Agora que descobri o verdade prazer, não vou mais perder tempo, quero aproveitar tudo o que tenho direito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *