Trai meu marido com dois negões

Olá, me chamo Carol (nome fictício), tenho 25 anos, sou bem branquinha, 1,55 metros, magrinha peitos pequenos e uma bunda média bem arrebitada. Estou casada a três anos amo meu marido, mas tenho que confessar… Sou uma putinha bem safada. Sou louca por rolas adoro chupar uma piroca bem grossa e veiúda, por conta disso eu não consigo me segurar e traio meu marido constantemente. Após dois meses de casada trai meu marido pela primeira vez e essa é a história que eu vou contar.
Meu marido tem um amigo chamado Matheus, um negão de 1,80 metros, mãos grandes e grossas, rosto bem viril e não muito sarado, mas ainda assim bem gostoso. Desde a primeira vez que eu vi ele fiquei louquinha pra chupar aquela rola enorme, mas nunca tive a oportunidade. Certo dia, meu marido me liga do trabalho pedindo para eu ir na casa do Matheus buscar alguma coisa que eu nem lembro mais o que era, mas não era nada de muito importante, ele pediu muito que eu fizesse esse favor para ele e como eu estava louquinha para finalmente ser arrombada por aquele negão aceitei.

Sexo Por Telefone

Chegando na casa dele, nos cumprimentamos com um abraço e eu aproveitei para dar uma boa apertada na bunda dele, para já deixar claro o que eu vim fazer ali, eu sabia que ele também me queria eu só precisaria provocar ele um pouquinho, e só de pensar nisso minha buceta já ficava toda molhadinha.
Pro meu azar (que mais tarde acabou virando sorte), seu irmão estava em casa nesse dia. Ele não é tão gostoso quanto o Matheus, mas ainda assim não é de se jogar fora. Ficamos os três no sofá conversando, bebendo cerveja e assistindo qualquer coisa na TV durante algum tempo, eu não aguentava mais aquilo estava morrendo de tesão e só queria dar pro Matheus. Quando as cervejas que estávamos tomando acabaram Matheus disse que iria até a cozinha pegar mais, eu disse que iria junto para ajudar. Assim que chegamos lá não perdi tempo e já agarrei ele, demos um beijo muito selvagem enquanto eu passava a mão pelo seu corpo. Quando passei a mão pelo seu pau pude sentir que estava duro igual pedra, isso me deixava com mais tesão ainda.
– Me come todinha seu negão safado-. Disse bem baixinho no ouvido.
– Era isso que você queria né sua putinha? Eu sabia que uma branquinha como você é doida por um negão.
-Sim eu adoro uma rola preta e muito leitinho.
– Então anda logo e me chupa sua puta safada-. Obedeci e fui direto mamar aquele negão. Tirei aquela rola enorme das calças dele e comecei a chupar muito. Era uma rola deliciosa, bem grossa e veiúda do jeito que eu mais gosto. Chupei aquela rola com muita vontade, como se fosse um pirulito. Finalmente consegui meter a boca naquele negão delicioso, trair o meu marido desse jeito, chupando ele na cozinha com o irmão na sala só me deixava mais doidinha ainda.
Estava louca de prazer, já até tinha me esquecido da existência de seu irmão na sala. Seu irmão apareceu na cozinha e nos pegou daquele jeito, no primeiro momento tomei um grande susto e fiquei com medo do que fosse acontecer. Ele de primeiro momento não disse nada, só se aproximou abaixou as calças e disse: – Agora você vai me chupar também sua puta-. Eu não ia perder a oportunidade de ter duas rolas pretas só pra mim e comecei a chupar ele também.
Após chupar muito aqueles dois Matheus me pegou no colo e me levou até o sofá da sala.
– Vamos te arrombar todinha sua puta, eu e meu irmão cada um em um buraco-. Disse Matheus. Eu já havia sido fudida por dois homens ao mesmo tempo, mas nunca por duas rolas tão grandes, fiquei com um pouco de medo que fosse machucar, mas concordei porque também queria muito aqueles dois me arrombando.
Primeiro eu cavalguei no Matheus depois seu irmão começou a comer o meu cuzinho, foi delicioso estava quase delirando de prazer. Estava sendo arrombada no cuzinho e na bucetinha ao mesmo tempo, eu já estava meio bamba de tanto prazer. Matheus começou a dar tapas na minha cara e a me xingar, eu só conseguia dizer: – Isso isso vai.
– Vai apanhar igual uma cadela-. Disse Matheus.
Seu irmão gozou no meu cuzinho, Matheus pediu para eu me levantar porque queria gozar na minha cara, obedeci.
– Toma leitinho toma-. Disse Matheus. Ele gozou muito na minha cara foi delicioso, engoli tudo como uma boa putinha que eu sou. Após muito sexo, só cheguei em casa de noite, meu marido já estava deitado para dormir e eu ainda estava cheia de gozo e fedia a piroca, dei um bom beijo nele, queria que ele sentisse o gosto de gozo e piroca na minha boca. Depois disso fui tomar banho antes de ir dormir.
Essa foi a minha pequena história se gostaram me digam que talvez eu conte mais outras.

Disk Sexo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *