Nunca imaginei que aconteceria

Minha mulher e eu tivemos umas diferenças no passado e quase nos separamos. Encontrei com uma amiga e saímos para distrair um pouco e esquecer os problemas no meu casamento. Acabou qeu não fizemos nada neste passeio. Sequer dei um beijo nela, não que não quisesse, eu queria e muito inclusive ter transado com ela, era magrinha, uma morena linda e gostosa demais.
Por algum motivo não consegui fazer nada.
Resolvi viajar e passar uns dias fora pra arejar a cabeça por conta dessa bagunça que estava meu casamento. Já não tinha mais contato físico com minha mulher há meses, era como se já estivéssemos separados.

Sexo Por Telefone


Aconteceu que enquanto eu estava fora, ela saindo do trabalho se deparou com um colega do trabalho dela que estava saindo também e lhe ofereceu carona. Ela nunca foi de pegar carona com ninguém mas dessa vez como eu estava fora e o relacionamento não estava bem, ela por sua vez achava que eu tinha traído ela com sexo, o que eu podia fazer se não acreditava em mim.
Ela aceitou a carona. O colega era um moreno alto, bem dotado e sarado.
Ao chegar em casa, ela perguntou se ele não gostaria de entrar, ele perguntou se eu não estava em casa, ao que respondeu que eu estaria viajando e só retornaria uma semana depois.
Entraram e ele sentou-se no sofá enquanto ela ia até nosso quarto.
Ao voltar do quarto, ela ofereceu água para o colega. Ele bebeu e agradeceu. De repente começou a cair uma chuva daquelas bem forte inclusive com granizo. E não parava. As horas foram passando e quando diminuiu um pouco a chuva, eles se despediram e ele foi dar partida no carro, e quem disse que ele pegou? Tentou várias vezes e nada…
Ela como já estava certa de que a melhor coisa a fazer era transar com esse colega dela pra descontar o que eu supostamente teria feito com ela, aproveitou a oportunidade e sugeriu que ele colocasse o carro na garagem e que passasse a noite lá pois o tempo estava fechando de novo.
Ele já imaginando o que aconteceria, aceitou na hora.
Então ela falou pra ele que iria tomar um banho e caso ele quisesse, poderia usar o outro banheiro. Claro que não hesitou e foi.
Ele já estava com um tesão enorme pois estava certo de que ia comer uma mulher casada e parecia ser bem gostosa, que posso afirmar, sim, é bem gostosa.
Ele saiu primeiro do banho, se enxugou, vestiu a roupa e foi pra sala.
Minha mulher terminou o banho, se enxugou, passou um creme no corpo, se perfumou, colocou uma calcinha fio dental preta que deixa ela mais gostosa ainda, e foi só de roupão na sala onde seu colega estava sentado.
Já era por volta das 23 horas quando ela sugeriu que assistissem algo e tomassem um vinho só pra distrair. Ele sem pestanejar aceitou.
Ela perguntou se ele não gostaria de ficar mais à vontade, e ofereceu uma samba canção minha e uma camiseta que serviu nele direitinho. Como não ia vestir a mesma cueca, usou apenas a samba canção mesmo. Ele foi ao banheiro e vestiu a roupa que ela deu a ele.
Enquanto isso ela estava na sala aguardando já com a garrafa de vindo e duas taças. Devia estar doida pra ver o tamanho do pau do colega. Não estava nem aí se eu ia gostar que ela tivesse feito isso ou não, afinal de contas ela insistiu em dizer que eu tinha transado com minha amiga.
Quando ele voltou do banheiro, ela notou um volume na samba canção mas como não sabe disfarçar, ele notou que ela estava louca pra pegar nele.
Os dois começaram a beber e conversando por horas, já era quase 2 da manhã quando minha mulher estava um pouco bêbada mas consciente do que estavam fazendo, resolveu dançar com ele. Começaram a dançar e ela sentiu que o pau dele estava duro e grande daí brincou com ele: “nossa, esse negócio tá grande e duro heim” ele indagou: “quer o que, tô sentindo seus seios durinhos também”. Ela questionou: “como você sabe, não tá vendo” e foi logo mostrando um dos seios e dizendo: “agora tá vendo” e começou a rir.
Eles estavam próximos do sofá, ela então empurrou ele que caiu sentado. Ela ficou na frente dele e perguntou: “o que acha de chupar e comer uma mulher casada?” Ela tirou o roupão e ficou só de calcinha. Esse cara tava com um tesão tão grande, ela chegou perto dele e colocou os seios dela perto da boca dele, ele começou a chupar e lamber os bicos e passar a mão na bunda e na buceta dela.
Minha mulher começou a pegar no pau dele por cima do samba canção. Ele não aguentou e tirou o cacete pra fora. Ela fez uma coisa que nunca imaginei que faria, colocou a rola dele na boca dela e começou a chupar, lamber e pegando no saco dele, punhetando a rola sem parar.
Ela não demorou muito até chamar ele pra nossa cama porque achava que eu tinha transado com minha amiga lá e não ia deixar por menos.
Ele tinha uma rola grande e estava sem os pelos, o que deixava minha mulher com mais tesão.
Ela deitou na casa de barriga pra cima, o colega dela foi logo chupando os seios dela de novo, e ela puxou ele pra cima dela e loucamente foi colocando a língua dela dentro da boca dele. Ela beijou esse cara com uma vontade louca enquanto punhetava a rola dele bem devagar e ele passava a mão na buceta dela por cima da calcinha.
Ela de repente se virou de costas ficando com a bunda pra cima, ainda de calcinha pediu pra que ele fizesse uma massagem nos pés dela. Ele passou um creme nas mãos e começou, mas enquanto fazia a massagem, começou a estimular a vagina dela por cima da calcinha mesmo.
Como ela tinha chupado a rola dele um pouco, ele começou a passar a língua nas nádegas dela, e ela já estava tendo um orgasmo quando falou pra ele tirar a calcinha dela e chupar ela por trás. Ele tirou a calcinha dela bem devagar, ela abriu a bunda dela e ele começou a passar a língua no cuzinho dela e na buceta.
Minha mulher já estava se contorcendo quando puxou ele pra cima dela, pegou no cacete dele e sem camisinha mesmo, direcionou pra dentro da buceta dela. O colega dela não acreditava que isso estava acontecendo, nunca imaginou que ela seria capaz de fazer isso, e eu, muito menos imaginei que ela faria coisas que nunca fez comigo, tipo chupar meu pau e deixar eu chupar o cuzinho e a buceta dela.
Quando o pau dele entrou na buceta dela, ela começou a gemer de tesão e como o pau dele era grande, aí que ficou louca. Ela levantou a bunda e ficou de quatro pra facilitar ainda mais a entrada da rola dele. Ela pegava no saco dele e puxava mais para que a rola entrasse tudo. O pau dele estava latejando dentro da buceta dela e ela estava tendo um orgasmo atrás do outro enquanto ele conseguia segurar o gozo.
Em um determinado momento, ela pediu pra ele parar e foi pegar um lubrificante que eu guardava na gaveta do meu criado mudo. Ele imaginou logo que ia comer o cuzinho dela.
Ela passou esse lubrificante do pau dele e deitou de novo na cama com a bunda pra cima.
Puxou ele de novo, abriu as pernas, pegou no pau dele e colocou a cabeça da rola dele bem na entrada do cuzinho dela. A cabeça foi entrando bem devagar, mas ela não o aguentou e mandou parar.
Descansaram um pouco e ela sugeriu que fossem tomar banho pois estava com muito calor.
Ele ainda estava de pau duro e latejando, doido pra gozar dentro dela. Eles entraram no banho e ela encostou a bunda no pau dele e começou a esfregar, abriu a bunda e a rola dele entrou bem devagar na buceta dela. Eles transaram por mais de 1 hora, coisa que eu nunca consegui.
Ele tirou a rola de dentro dela e ela começou a lavar com shampoo, enxaguou e depois começou a chupar de novo. Deve ter assistido algum filme pornô pra ver como era que fazia, só pode.
Ele tentou comer o cuzinho dela de novo, mas não conseguiu. Foram pra cama depois do banho e ela começou a cavalgar na rola dele. Como ela tinha sensibilidade no bico dos seios, ficava louca quando eu os chupava e acariciava enquanto penetrava na buceta dela. Pediu para que ele fizesse o mesmo. Foi quando ele já explodindo de tesão falou que ia gozar. Ela estava tendo outro orgasmo e falou assim: “pode gozar dentro, que eu também vou gozar junto com você”. Ele gozou por quase 2 minutos dentro dela. Depois que parou, tirou a rola e ela deitou de novo com a bunda pra cima, ele colocou a rola perto da buceta dela e começou a roçar o pau e gozou de novo. Inundou a bunda dela de esporro quentinho enquanto ela esfregava a bunda no pau dele. Foi uma loucura mesmo.
Depois disso tomaram outro banho mas sem sexo porque estavam exaustos e foram dormir, claro que na nossa cama né.
No dia seguinte pela manhã, ela levantou mais cedo e foi fazer um café. Foi pra cozinha só de roupão e sem calcinha. Ele levantou, agarrou ela por trás, deu um beijo de bom dia (pareciam até um casal) e ela tirou o roupão de novo e ele foi logo chupando os seios dela, sentou ela sob o balcão da ilha na cozinha e ela pediu que ele chupasse a buceta dela. Gostou mesmo de ser chupada e de chupar. O resto já podem imaginar o que aconteceu…

Disk Sexo

One thought on “Nunca imaginei que aconteceria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *