Minha colega da empresa

Sou Beto (fictício) e fui contrato como analista de Ti de uma empresa e lá conhece uma mulher casada e mãe de um filho que trabalha no setor administrativo da mesma empresa. Sou um cara normal estrutura média, cabelo preto e curto, não sou nem gordo e nem magro apesar de praticar exercícios não tenha um corpo de atleta, como disse sou um cara normal. Ela de nome Ana(fictício) também uma é uma mulher normal não tem grandes atributos físicos (sem seios farto ou bunda grande etc) ela é baixa, pele clara, cabelo castanho claro, um pouquinho acima do peso, mas nada demais.
Sempre conversamos muito durante do trabalho e principalmente durante o horário de almoço já que sempre almoçávamos juntos, e quase que freqüentemente iríamos ao centro de compras que fica ao lado da empresa juntos. Com toda essa proximidade comecei a olhar ela com outros olhos e isso foi crescendo dentro de mim, tinha uma grande admiração, respeito e fui então que descobri um grande tesão por ela. Logo tentei tirar isso da minha cabeça pois ela era casada, mãe de uma criança e acha complicado que ela tivesse algum interesse. Sempre elogiava ela, mas, ela nunca se tocava. Certa vez, tivemos fomos deslocados para realizar um serviço em outro bairro da cidade e conversamos bastante até que entramos no assunto desejo, sexo e tal. A conversa acabou e depois em casa por alguns dias conversamos por whatsapp até que eu resolvi abrir o jogo e contar pra ela, claro que ela ficou surpresa e pra mim foi bom porque fiquei aliviado por ter aberto o jogo.

Sexo Por Telefone

Depois de várias horas e dias de conversas o improvável aconteceu e ela aceitou sair comigo, confesso que quase nem acreditei. Fizemos um lanche em um café da cidade e fomos para um lugar mais reservado, durante o caminho ficamos em silencio acho que estava nervosa pois nunca havia feito isso antes, ao entrar no quarto ela foi ao banheiro e eu coloquei minhas coisas na mesinha, liguei a tv e sentei na cama. Depois de alguns minutos ela saí do banheiro peguei em sua mão olhei em seus olhos coloquei a minha mão em sua nuca por entre seus cabelos e dei um beijo em sua boca e percorria todo seu corpo com minhas mãos.

Sentei na cama e com ela em pé em minha frente fui tirando suas roupas e até que ela ficou apenas de sutiã e calcinha, deitamos na cama ela por baixo e fui beijando e todo seu corpo, beijando sua boca, descendo pelo pescoço desci por entre seus seios barriga e entre suas coxas subi passando minha língua até sua boca onde voltei a beijá-la. pedi que ficasse de costas pra mim e assim ela fez, deixando seus cabelos de lado comecei beijar sua nunca e beijando e mordendo seus ombros, desci com minha língua por suas costas e então abri seu sutiã e continua descendo até tirar sua calcinha e beijando sua bunda descendo por suas pernas até por fim chegar aos seus pés onde voltei beijando até chegar a sua bunda onde abri e dei uma lambida que pude sentir seu gemido. subi beijando e lambendo suas costa até chegar em seu ouvido e dizer “vira pra mim que quero chupar você e senti seu gosto”. Ao virar de frente pra mim nos beijamos lentamente e então comecei a roçar meu pau em seu corpo, desci beijando seu pescoço até chegar entre seus lindos seus,

massageei eles enquanto minha língua descei por entre eles, passei minha língua quente e úmida por baixo de seu peito esquerdo e então comecei a chupar e a morder lenta e suavemente, seus arrepios me dava ainda mais tesão, minha vontade era de devorar aquela mulher. Como minha língua percorrendo seu corpo cheguei até meu seios direito e continuar a chupar e a morder enquanto seu outro seio molhado e sendo massageado por minha mão. Descendo por sua barriga com minha língua, fui beijando a parte interna de suas coxas e pude senti que já estava molhada de tesão, continuei descendo por sua perna até chegar em seu pé e coloquei seu dedão em minha boca e olhei pra ela, subi beijando por suas pernas e coxas até chegar em sua buceta onde dei uma lambida começando de seu cu até sua buceta, e ela se arrepiava de tesão e aquilo me deixava louco, sentir seu gosto em minha boca foi enlouquecedor. Lambia, chupava e sugava aquela buceta como se fosse a ultima coisa que pudesse fazer, enquanto chupava e lambia minhas mãos massageava seios e meus olhos fitos nela, massageava também seu cu com meus dedos e cada vez que seu melzinho escorria o sugava lambendo de seu cu até sua buceta. Ao sentir que sua respiração estava ofegante e seu espasmos mais freqüentes mantive o ritmo da chupa e ela então gozou em minha boca, limpei todo seu gozo com minha boca e lambi suavemente seu cuzinho que já estava bem relaxado.

Subi beijando todo seu corpo e então deitei meu corpo sob o dela e enquanto beijava seu pescoço, e ficamos na posição de papai mamãe até que passei a cabeça de meu pau em sua buceta e senti como estava molhada e lentamente fui penetrando de modo que deixei apenas a cabeça dentro dela e fui tirando e colocando lentamente apenas a cabeça de meu pau, a cada metida ela gemia baixinho até que sem que ela esperasse meti tudo de uma vez, ela então deu um forte gemido e se arrepiou inteira. Pedi que ficasse de quatro, então meti devagarzinho enquanto puxava seus cabelos, então comecei a meter mais forte e peguei em sua cintura e continuava a meter com mais força.
Pedi que ficasse por cima de mim e então deitei na cama ela veio por cima e enquanto cavalgava em mim eu chupa e massageava seu seios enquanto minha outra mão puxava seu cabelo, senti que ela acelerava os movimentos e pedi que ela gozasse pra mim, ela então obedeceu e gozou de tal forma que sentia as contrações de sua buceta em meu pau, senti seu gozo escorrendo por meu pau. Sentei na cama ainda comigo ainda dentro dela enquanto ela colocou a cabeça em meu ombro eu beijava seu pescoço e acariciava suas costas, e seu gozo continuava a escorrer pelo meu pau.

Ainda com nossos corpos encaixados a deitei na cama e fui metendo devagarzinho, tirando todo meu pau e colocando inteiro de forma bem lenta até que em uma dessas metidas passei meu pau em seu cu que já estava bem molhado de seu gozo, então perguntei em seu ouvido “posso?” e ela com a cabeça disse que sim, mas, pediu que fosse devagar, e então levantei um pouco meu corpo e fui penetrando seu cuzinho bem lentamente enquanto isso olhava em seu olhos queria que ela pudesse ver o quanto eu a desejava, e quanto meu pau já estava todo dentro de seu cuzinho, fui fazendo os movimentos de vai e vem bem lentamente enquanto acariciava seus seio, eu já não agüentava mais de tesão e então avisei a ela que iria gozar, deitando meu corpo sob o dela gozei o mais fundo que pude e gemia em seu ouvido. Após gozar tirei meu pau de dentro dela e descansei sob ela com parte de meu porto sob ela e outra na cama. Ficamos um tempinho assim e então conversamos um pouco, tomamos um banho juntos e saímos.

Disk Sexo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *